Tiradentes? E os heróis da Inconfidência Baiana?

Enquanto a revolta mineira tinha origem em estratos médios e intelectuais, a baiana era de base popular e negra

559 0

Enquanto a revolta mineira tinha origem em estratos médios e intelectuais, a baiana era de base popular e negra

Por Dennis de Oliveira

Inconfidência Baiana

Domingo passado seria feriado, 21 de abril. A data celebra a Inconfidência Mineira. Todos se lembram de Tiradentes, lider deste movimento que defendia a independência do Brasil e, por isto, foi enforcado. O mártir da independência. Chegou a virar símbolo da resistência política e o lema do seu movimento hoje é a bandeira de um dos mais importantes estados da União, Minas Gerais. A representação social deste movimento é tão interessante que se buscou criar semelhanças entre Tiradentes e Jesus Cristo – a imagem desenhada de um e outro se assemelham, assim como a história da “traição” de Joaquim Silvério dos Reis lembra a de Judas. Há, assim, uma quase que “santificação” da figura de Tiradentes.

Continue lendo aqui.

 


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários