Estudantes beneficiados pelo Bolsa Família têm aprovação maior que a média nacional

Alunos de famílias contempladas no programa social também apresentam taxas menores de evasão escolar

631 2

Alunos de famílias contempladas no programa social também apresentam taxas menores de evasão escolar

Da Redação

Estudantes beneficiados pelo Bolsa Família abandonam menos a escola e têm melhores taxas de aprovação (Foto: Fotos Gov/Ba / Secom – Mateus Pereira / Flickr)

Estudantes de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família possuem resultados melhores no Ensino Médio do que a média geral do ensino público no país. É o que revelam dados do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. De acordo com o levantamento, as taxas de aprovação destes estudantes são superiores, desde 2008, quando comparadas com a taxa geral. A evasão entre alunos de famílias beneficiadas pelo programa social também é menor.

Leia também:
1,69 milhão de famílias abrem mão do Bolsa Família

Os melhores índices entre alunos beneficiados pelo Bolsa Família é decorrente da obrigatoriedade das famílias manterem os filhos na escola. Em 2011, a taxa de evasão escolar em todo o país era de 10,8%, enquanto entre os alunos beneficiados pelo Bolsa Família esta taxa era um terço menos, 7,2%.

Além do programa de transferência de renda colaborar para que os alunos permaneçam na escola, o desempenho destes estudantes também se mostra superior à média geral. Em 2011, a taxa de aprovação geral ficou em 75,2%, enquanto entre alunos beneficiados pelo Bolsa Família esta taxa sobe para 79,9%. A regiões que apresentaram as melhores taxas de aprovação entre alunos do Bolsa Família foram o Norte e o Nordeste, com 82,3% de taxa de aprovação no Norte e 82,7% no Nordeste.

Em 2008, quando não havia a exigência da comprovação da frequencia, apenas da matrícula, os resultados não apontavam para uma menor evasão entre estudantes de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família.

Desde 2009, para continuar recebendo o benefício, as famílias precisam comprovar anualmente que os filhos entre 6 e 15 anos tenham passado pelo menos 85% do ano letivo na escola e, de 16 e 17 anos, ao menos 75%. Segundo o governo federal, mais de 96% dos estudantes do Bolsa Família atingem o percentual de presença estabelecido.

A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, afirmou que os resultados dos estudantes beneficiados pelo Bolsa Família mostram que o programa está transformando a sociedade e criando novas oportunidades para estes jovens. “Isso não é só estatística, é uma realidade que transforma a sociedade. Esse aluno não vai repetir a trajetória dos pais”, afirmou a ministra durante o 14.º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, na Bahia.

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!



No artigo

Comentários

2 comments

  1. Siqueira Campos Responder

    Notícia muito boa!Infelizmente, pela desinformação, alguns criticam esse Programa,mas os números falam por sí. Parabéns a todos essas famílias que mostram que a imensa maioria do nosso povo brasileiro é formada por gente séria.

  2. Gerson Carneiro Responder

    E jamais seremos constrangidos por quaisquer desses estudantes, como atuam os jovens do vídeo Golpe Comunista 2014.