Tá avisado: Praia do Futuro é para maiores de 14

Mesmo com reações conservadoras e espectadores saindo de sala devido às cenas de sexo gay, cinemas são obrigados a manter a indicação

755 12

Mesmo com reações conservadoras e espectadores saindo de sala devido às cenas de sexo gay, cinemas são obrigados a manter a indicação

Por Isadora Otoni

Espectadores de Praia do Futuro estariam se retirando das salas de cinema antes mesmo do filme acabar. Não porque a obra é ruim, mas devido às cenas de sexo gay entre os personagens de Wagner Moura e Clemens Schick. Por causa das reações conservadoras, os responsáveis pelos cinemas pensaram em medidas para evitar que os clientes peçam o ressarcimento do valor do ingresso.

"Senhor, tem certeza que deseja ver esse filme? Pois ele contém cenas de sexo homossexual" (Reprodução/Facebook)
“Senhor, tem certeza que deseja ver esse filme? Pois ele contém cenas de sexo homossexual” (Reprodução/Facebook)

Iarlley Araujo, cliente do Cinépolis, de João Pessoa (PB), relatou no Facebook que o vendedor de ingresso o questionou: “Senhor, tem certeza que deseja ver esse filme? Pois ele contém cenas de sexo homossexual”. Após confirmar o interesse, seu bilhete recebeu um carimbo com a palavra “avisado”.

Leia mais: “Praia do Futuro” e os homens além dos estereótipos fáceis

A publicação gerou repercussão. Ronaldo Rodrigues, supervisor do Cinépolis em João Pessoa, alega em matéria do G1 que o carimbo se referia à necessidade de  apresentação da carteira de meia-entrada. Mesmo assim, o supervisor decidiu mudar a classificação indicativa de 14 anos para 16 anos. Que fique avisado: somente o Ministério da Cultura pode alterar a indicação etária do filme.

Classificação

No dia 1º de abril foi divulgada no Diário Oficial da União a classificação indicativa do filme Praia do Futuro. Apesar da pretensão de ser indicado para maiores de 12, o Ministério da Cultura atribuiu como não recomendado para menores de 14. A decisão foi feita com base nas cenas de sexo, nudez e drogas lícitas.

Para Georgia Araújo, da produtora Coração da Selva, a indicação está correta. “Qualquer pessoa acima de 14 anos tem maturidade o suficiente para assistir ao filme”, afirmou. Ela ainda condenou a atitude do Cinépolis de mudar a classificação: “Eles não poderiam, só o Ministério da Cultura pode”.

Sobre as reações conservadoras dos espectadores do filme, Georgia duvidou da proporção: “Eu não esperava que isso acontecesse. Mas o público está realmente saindo de sala?”. A produtora também defendeu a obra: “O filme não tem nenhuma cena imprópria”.

(Foto de capa: Divulgação/Praia do Futuro)









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários

12 comments

  1. annemarri Responder

    Fui ver com meu filho e sai de lá na metade envergonhada,não somos obrigado a pagar sem saber e ver dois marmanjos se pegando sem nenhum pudor.

    1. Ismael Responder

      Quem manda ir ver o filme sem ao menos ler do que se trata. Engraçado que é tão comum ver novelas, filmes com cheios de cenas de sexo hetero, ai aparece um filme com uma cena de sexo gay é como se o mundo fosse acabar.

      1. Camila Responder

        Ninguém é preconceituoso, mas ver cena de sexo gay não pode, né?
        conservadorismo zzzzzzzzz

  2. D. Responder

    Mas se fosse um cara e uma mulher seria tudo bem? Classificação indicativa serve pra isso, se fosse um filme mel com açúcar sem nenhuma cena “proibida” não seria restrito a maiores de 14.

  3. milena Responder

    A pessoa que entra na sala sem saber sobre o tema do filme eh burra, no minimo.O filme eh lindo, sensual e envolvente,e foi feito para gente inteligente e nao asnos homofobicos que deviam se envergonhar do proprio preconceito asqueroso.Querida, voce sairia da sessao de Ninfomaniaca, esse ysim um filme repugnante e desnecessario, sem o menor pudor?

  4. elisabete Responder

    A FAIXA ETÁRIA É PARA MAIORES DE 18 anosE ANUNCIARAM 14 ANOS SAI COM O MEU ESPOSO HORRORIZADA E ACHEI UMA FALTA DE RESPEITO COM O PÚBLICO QUE REALMENTE NÃO SABIA

    1. Camila Responder

      o filme é recomendado para maiores de 14 anos (seria legal ter mais de 14 anos mentais também para não ficar horrorizada) ;D

  5. vibranium Responder

    Ta avisado, assistam todo e achem a lindo ou sao todos ingnorantes e homofobicos, pela madrugada, quem em sa consciencia permaneceria num cinema com o estomango embrulhando,?????