O sonho americano é hoje uma ilusão? Economista afirma que sempre foi

"Os Estados Unidos possuem uma taxa de mobilidade social menor do que a Inglaterra medieval", afirmou economista da Califórnia - e as chances de isso mudar nas próximas décadas é incrivelmente baixa.

317 1

“Os Estados Unidos possuem uma taxa de mobilidade social menor do que a Inglaterra medieval”, afirmou economista da Califórnia – e as chances de isso mudar nas próximas décadas é incrivelmente baixa

Por Redação, com informações de Alternet

american dream

Um professor de Economia da Universidade da Califórnia afirma ter estudado todos os números e a conclusão é uma só: o “sonho americano” foi sempre uma ilusão.

Em entrevista, Gregory Clark disse que a mobilidade entre classes sociais no país diminuiu significativamente nos últimos 100 anos: “Os EUA possuem uma taxa de mobilidade social menor que a Inglaterra medieval ou a Suécia pré-industrial”. Vale salientar que este último, conforme o economista do momento, Thomas Piketty, disse recentemente à Fórum, era uma das sociedades mais desiguais do mundo e hoje é um país-modelo. “Essa é a parte mais difícil quando se fala em mobilidade social, pois está despedaçando o sonho de pessoas”, continuou Clark.

“O status de seus filhos, netos, bisnetos e tataranetos será bem próximo ao seu status atual”, disse o professor, confirmando também que muitos de seus estudantes discordam dele – principalmente pelo fato de a Califórnia ter uma presença latina extremamente alta: “Meus alunos sempre discutem comigo, mas eu acho que a coisa que eles acham bem difícil de aceitar é a ideia de que grande parte de suas vidas podem ser projetadas por conta de sua linhagem e de seus ancestrais”.

Segundo a pesquisa de Clark, dois entre cinco imigrantes nos EUA vieram do México e da América Central e constituem 22% de todas as crianças no país. Até 2050, o número será de 39%, mas que o status social, até mesmo para aqueles que nasceram em solo norte-americano, é persistentemente baixo – e pouco mudará nos anos vindouros. O estudo de Clark foi publicado pelo Conselho de Relações Exteriores e pode ser lido (em inglês) aqui.

Leia também mais 10 fatos sobre por que o “sonho americano”, de fato, morreu.

No artigo

Comentários

1 comment

  1. Carlos Responder

    Tem muita mentira nisso, venham para os USA uma vez e verão a diferença absurda em relação a quase tudo principalmente em relação a segurança e olha que aqui é um pais violento mas um paraíso perto do Brasil.