Jornalista denuncia racismo em supermercado de Belo Horizonte

"É esse o tipo de gente que rouba aqui todos os dias", teria dito o segurança do supermercado DIA à jornalista Etiene Martins após constrangê-la e ameaçá-la com um cassetete para que guardasse sua bolsa em um guarda volumes

466 0

“É esse o tipo de gente que rouba aqui todos os dias”, teria dito o segurança do supermercado DIA à jornalista Etiene Martins após constrangê-la e ameaçá-la com um cassetete para que guardasse sua bolsa em um guarda volumes

Por Ivan Longo

etiene

A jornalista e publicitária Etiene Martins utilizou seu perfil no Facebook para denunciar, na noite desta terça-feira (5), um episódio de racismo que teria sofrido por parte do segurança de um supermercado. O caso aconteceu em uma unidade da rede DIA em Belo Horizonte (MG) e, de acordo com a vítima, ela teria sido alvo de constrangimento e ameaças ao entrar na unidade para comprar lâmpadas.

“Quando cheguei na porta fiquei em dúvida e perguntei ao segurança onde era a entrada já que de um lado havia uma roleta e do outro os caixas. O segurança que se chama Nivaldo olhou pra mim com seus olhos azuis de cima abaixo e gritou agressivamente que era para eu colocar a minha bolsa no guarda volume. O supermercado parou, funcionários e clientes voltaram a atenção para nós (sempre pensei que tiraria de letra uma situação dessas, mas queria que o chão se abrisse pra eu pular dentro”, disse a jornalista no post que, até a publicação desta matéria, já estava com mais de 1.400 compartilhamentos.

Etiene diz ter rebatido a argumentação do funcionário alegando que todas as mulheres que estava avistando usavam suas bolsas normalmente no interior da loja. Ao perguntar se ele acreditava que ela roubaria o supermercado, teria sido surpreendida com a resposta: “É esse o tipo de gente que rouba aqui todos os dias”. Antes, o segurança já teria a ameaçado com um cassetete. Com a encarregada da loja, a jornalista abriu um boletim de ocorrência por constrangimento, calúnia e ameaça.

Por meio de nota, a rede de supermercados DIA lamentou o ocorrido e informou que o funcionário em questão, que era terceirizado, já foi desligado, ressaltando ainda que a empresa “não compactua com qualquer tipo de destrato aos clientes”.

Confira, abaixo, a íntegra do relato da jornalista:

“Hoje descobri que sou o tipo de gente que rouba o DIA Supermercado! Ao passar na rua da Bahia avistei um supermercado novo e resolvi entrar para comprar duas lâmpadas. Quando cheguei na porta fiquei em dúvida e perguntei ao segurança onde era a entrada já que de um lado havia uma roleta e do outro os caixas. O segurança que se chama Nivaldo olhou pra mim com seus olhos azuis de cima abaixo e gritou agressivamente que era para eu colocar a minha bolsa no guarda volume, o supermercado parou, funcionários e clientes voltaram a atenção para nós (sempre pensei que tiraria de letra uma situação dessas, mas queria que o chão se abrisse pra eu pular dentro). Eu respondi que não foi essa a pergunta que o fiz, e o perguntei porque que eu deveria guardar minha bolsa já que todas as mulheres que os meus olhos alcançavam no interior da loja estavam com suas respectivas bolsas. Ele me perguntou em alto e em bom som se eu não sabia ler apontando para um painel que estava na parede com mais de 50 frases e uma delas dizia: Proibida a entrada com bolsas, sacolas e mochilas. Nisso um outro cliente passou a roleta com bolsa e entrou na loja sem que o segurança o abordasse. Rodei a roleta e o segurança tirou o cassetete da cintura para me intimidar, mesmo com medo perguntei a ele se ele achava que eu iria roubar a loja. Ele olhou pra mim e falou bem alto “é esse tipo de gente que rouba aqui todos os dias”.

Pensei em virar as minhas costas e ir embora, mas fui até a encarregada da loja que se chama Luciane e relatei o ocorrido a ela e disse que ele me constrangeu e me ameaçou com o cassetete. Ela me disse que isso já havia ocorrido outras vezes e que ela só estava esperando outra pessoa reclamar para pedir a substituição do mesmo. Aí não aguentei. Solução da história fomos parar na delegacia eu e ela para fazer um B.O. de constrangimento, calúnia e ameaça, tudo isso levou três horas e meia.

Descobri hoje que jornalista e publicitária é o tipo de gente que rouba o DIA Supermercado. . ‪#‎nenhumDIAéDIAderacismo‬”

Foto: Reprodução/Facebook

No artigo

Comentários