Deputado tucano não separa ator de personagem e bate boca com Zé de Abreu

Pelo Facebook, o deputado federal Jorge Pozzobom (PSDB-RS) criticou o personagem interpretado pelo ator Zé de Abreu na novela "A Regra do Jogo", como se, por meio de sua interpretação, fizesse uma "propaganda" do PT; "É uma besta tucana (...) Confundir o ator com...

1148 0

Pelo Facebook, o deputado federal Jorge Pozzobom (PSDB-RS) criticou o personagem interpretado pelo ator Zé de Abreu na novela “A Regra do Jogo”, como se, por meio de sua interpretação, fizesse uma “propaganda” do PT; “É uma besta tucana (…) Confundir o ator com o personagem é próprio de crianças”, rebateu Abreu

Por Sul 21

zedeabreu

O deputado estadual Jorge Pozzobom (PSDB) entrou em uma polêmica com o ator José de Abreu nos últimos dias. Primeiramente, o deputado criticou uma postura do personagem Gibson, vivido por Abreu na novela ‘A Regra do Jogo’, e fez a ligação com a conduta do PT, partido que ela acusa o ator de ser “garoto-propaganda”. Posteriormente, o artista respondeu afirmando que confundir ator com personagem era “coisa de criança”

Tudo começou no dia 6 de janeiro, quando o deputado Pozzobom fez uma postagem em seu Facebook em que afirmou: “Assistindo novela agora, José de Abreu garoto propaganda do PT, na falsidade com sua família demonstra claramente qual o partido que representa. O que tu achas?”.

Nesta quarta-feira (7), respondendo a uma postagem de um seguidor sobre o assunto, o ator respondeu, em seu Twitter, chamando o deputado de “besta tucana”.

Posteriormente, o ator fez uma série de postagens direcionadas ao deputado gaúcho.

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários