Manifestantes fazem protesto solitário no hospital onde nasceu neto de Dilma

Do lado de fora da maternidade, um protesto isolado reuniu três pessoas em frente ao portão por onde a comitiva presidencial passou. Os participantes carregavam cartazes que criticavam o fato de o bebê ter nascido em um hospital particular.

748 0

Do lado de fora da maternidade, um protesto isolado reuniu três pessoas em frente ao portão por onde a comitiva presidencial passou. Os participantes carregavam cartazes que criticavam o fato de o bebê ter nascido em um hospital particular

Por Redação

neto (2)

A presidenta Dilma Rousseff desembarcou na quinta-feira (7) em Porto Alegre para conhecer seu segundo neto, Guilherme, que nasceu no Hospital Moinhos de Vento por volta das 7 horas de ontem. A filha de Dilma, Paula, já é mãe de Gabriel, de 5 anos.

Do lado de fora da maternidade, um protesto isolado reuniu três pessoas em frente ao portão por onde a comitiva presidencial passou. Os manifestantes carregavam cartazes que criticavam o fato de o bebê ter nascido em um hospital particular. Logo após a saída da petista, o grupo se dispersou.

Em entrevista à imprensa, a analista fiscal Bruna Sipel, de 26 anos, que participou do protesto, tentou justificar a iniciativa. “Nada contra vir a um hospital privado, mas desde que seja com o seu dinheiro”, afirmou.

Após a foto repercutir nas redes sociais, muitas pessoas comentaram o ato, considerado desrespeitoso com a família e, principalmente, com a criança que acabou de nascer. “Gente, a filha da Dilma é procuradora do trabalho no RS e tem condições de pagar um parto num hospital particular. É concursada. Não depende financeiramente da mãe. Correlações sem sentido”, escreveu um internauta.

Foto de capa: Reprodução/Facebook

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários