Estado Islâmico recrutou 1,8 mil menores na Síria em 2015; 350 morreram

Depois de registrados, as crianças e os adolescentes são submetidos a treino e, em seguida, enviados para o campo de batalha. De acordo com informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos, pelo menos 48 deles já morreram em atentados suicidas cometidos com cintos de...

299 0

Depois de registrados, as crianças e os adolescentes são submetidos a treino e, em seguida, enviados para o campo de batalha. De acordo com informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos, pelo menos 48 deles já morreram em atentados suicidas cometidos com cintos de explosivos ou carros-bomba

Por Agência Lusa

estado

O grupo extremista Estado Islâmico recrutou em 2015 cerca de 1,8 mil menores na Síria, dos quais pelo menos 350 morreram, anunciou hoje (15) o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A organização não-governamental informou que, dos 350 mortos, pelo menos 48 morreram em atentados suicidas cometidos por eles com cintos de explosivos ou carros-bomba. Os ‘jihadistas’ recrutam os menores através de escritórios especiais nos territórios que controlam na Síria.

Depois de registrados, as crianças e os adolescentes são submetidos a treino e, em seguida, enviados para o campo de batalha. Segundo o observatório, a última “campanha” de “cachorros do califado”, como os ‘jihadistas’ denominam os menores recrutados, juntou-se às suas fileiras este mês.

A mesma fonte precisou que se trata de um grupo de 175 menores, alguns dos quais foram enviados para a frente de batalha do Norte da província de Al-Raqa, no Nordeste do país, onde os radicais enfrentam as Forças da Síria Democrática (FSA), uma coligação armada curdo-árabe que recebe apoio dos Estados Unidos.

Outros foram enviados para a província de Alepo (Noroeste), onde o Estado Islâmico combate as FSA perto do Rio Eufrates e as forças do regime sírio e organizações rebeldes no Norte da região.

O grupo extremista também destacou menores para zonas que controla no Iraque e, desta última “campanha de cachorros”, pelo menos três morreram no Iraque. De acordo com o observatório, o Estado Islâmico comunicado às respectivas famílias que os menores perderam a vida combatendo “ateus e infiéis”.


Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!



No artigo

Comentários