Datena desiste de concorrer à prefeitura de SP e deixa PP

Mesmo com integrantes da legenda investigados por corrupção antes mesmo de sua filiação à sigla, o apresentador alegou que não pode "permanecer em um partido que tomou mais de R$300 milhões da Petrobras"

383 0

Mesmo com integrantes da legenda investigados por corrupção antes mesmo de sua filiação à sigla, o apresentador alegou que não pode “permanecer em um partido que tomou mais de R$ 300 milhões da Petrobras”

Por Redação

datena-pode-ser-candidato-a-prefeito-2016

O apresentador de TV José Luiz Datena anunciou, na manhã desta segunda-feira (18), que não será mais candidato à prefeitura de São Paulo este ano, além de estar deixando o partido que se filiou para se candidatar, o PP. A declaração foi feita no programa matinal de rádio que apresenta na Bradesco Esportes FM e, entre os motivos para a desistência, estaria a suposta corrupção do partido. “Não posso permanecer em um partido que tomou mais de R$ 300 milhões da Petrobras”, afirmou.

Datena se filiou ao PP e oficializou sua pré-candidatura em julho do ano passado, época em que integrantes da legenda já estavam sendo investigados por corrupção na operação Lava Jato. Antes disso, o partido também era associado por muitos a denúncias de corrupção ,tendo em vista que um de seus principais caciques é Paulo Maluf. Ainda assim, o apresentador associou sua saída às “novas denúncias”.

“Desisti por causa das novas denúncias de corrupção ligando o partido a que me filiei com o objetivo específico de me candidatar. Lembrei do que meus pais me diziam: ‘Diga com quem andas e te direi quem és'”, afirmou o apresentador ao site UOL após a veiculação do programa em que fez o anúncio.
 

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!



No artigo

Comentários