Novo vídeo de Adnet escancara hipocrisia de quem se diz “contra a corrupção”

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, o humorista faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas cometem todo tipo de irregularidades no dia a dia sem o menor peso na consciência.

3542 0

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, o humorista faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas cometem todo tipo de irregularidades no dia a dia sem o menor peso na consciência

Por Redação

adnet-jeitinho-brasileiro-musical
adnet-jeitinho-brasileiro-musical
(Imagem: Reprodução)

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, na última terça-feira (19), o humorista Marcelo Adnet faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas furam fila no banco, estacionam em vaga de deficiente, subornam agentes de trânsito e falsificam carteirinha de estudante para pagar meia entrada, por exemplo.

A hipocrisia flagrada nessas irregularidades do dia a dia é exposta na atração com boa dose de ironia com uma paródia da música O Que é, o Que é, de Gonzaguinha. “A lei diz que, quando entrar um idoso tenho que levantar. Mas finjo que não vejo a velhinha, fecho o olho e dou aquela dormidinha”, diz um dos trechos da canção.

Confira o vídeo aqui.

 

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários