Will Smith adere ao boicote e não irá ao Oscar por falta de negros entre os indicados

Desde que foram anunciadas as indicações, diversos nomes famosos do cinema como Spike Lee, George Clooney ou Jada Pinkett Smith resolveram boicotar a premiação por conta da ausência de negros e negras entre os indicados; "A diversidade é o superpoder americano", disse Smith

432 0

Desde que foram anunciadas as indicações, diversos nomes famosos do cinema como Spike Lee, George Clooney ou Jada Pinkett Smith resolveram boicotar a premiação por conta da ausência de negros e negras entre os indicados; “A diversidade é o superpoder americano”, disse Smith

Por Redação

will

A cada dia cresce o número de atores, atrizes e diretores de cinema que vão boicotar o Oscar 2016. Depois de Spike Lee, George Clooney, Jada Pinkett Smith, Idris Elba, Lupita Nyong’o e diversos outros nomes conhecidos de Hollywood, na última quinta-feira (21) foi a vez do ator Will Smith expressar sua indignação contra a ausência de negros e negras entre os indicados.

“Somos parte desta comunidade, mas, no atual momento, nos sentimos incomodados de estar aí e dizer ‘está tudo bem'”, afirmou à rede de TV ABC.

O movimento de boicote começou na semana passada, quando foram anunciadas as indicações que, pelo segundo ano consecutivo, não contemplou atores ou atrizes negras. Ao todo, foram indicados aos prêmios vinte homens e mulheres brancos. A hashtag #OscarsStillSoWhite (#OscarAindaMuitoBranco) ganhou uma repercussão tão grande que até a presidenta da Academia de Hollywood, Cheryl Boone Isaacs – que é negra -, teve que se pronunciar.

“Me sinto aflita e frustrada pela falta de inclusão. É um tema de conversa difícil, mas importante, e é hora de grandes mudanças”, disse no início dessa semana.

Para Will Smith, a diversidade “é o superpoder americano”.

“Acredito que tenho que proteger e lutar por esses ideais que engrandecem nosso país e a comunidade de Hollywood”, completou o ator.

Leia também:

Jada Pinkett Smith e Spike Lee anunciam boicote ao Oscar por conta da ausência de atores negros entre os indicados

Organizadores do Oscar reconhecem que é preciso diversidade racial

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!



No artigo

Comentários