Ted Cruz bate Trump em Iowa; Hillary e Sanders ficam praticamente empatados

Entre os republicanos, o senador do Texas teve 28% dos votos, contra 24% do multimilionário Donald Trump. O senador da Flórida, Marco Rubio, conquistou 23% dos votos

175 0

Entre os republicanos, o senador do Texas teve 28% dos votos, contra 24% do multimilionário Donald Trump. O senador da Flórida, Marco Rubio, conquistou 23% dos votos

Por Leandra Felipe*, da Agência Brasil

HRC_in_Iowa_APR_2015

O republicano Ted Cruz, senador pelo Texas, foi escolhidos pelos eleitores no caucus (miniconvenção) de Iowa, primeiro evento da série de primárias que aponta as preferências dos eleitores e elege os delegados para as convenções partidárias em julho. A democrata Hillary Clinton teve disputa apertada com o seu concorrente Bernie Sanders. Com 95% dos votos apurados, Clinton contava com 49,89% de apoio, enquanto Sanders tinha 49,59%,

Entre os republicanos, Ted Cruz teve 28% dos votos, contra 24% do multimilionário Donald Trump. O senador da Flórida, Marco Rubio, conquistou 23% dos votos.

Até o começo da madrugada de hoje (2), a imprensa norte-americana acompanhou a apuração dos votos e especialmente o embate técnico entre Clinton e Sanders. Em alguns momentos, a diferença entre eles chegou a 0.3%.

Iowa representa menos de 1% do total do eleitorado nos Estados Unidos e tradicionalmente inicia a fase do caucus e primárias para a escolha dos delegados que irão votar nas convenções partidárias em julho. Iowa tem pouco mais de 3 milhões de habitantes. Os democratas elegem 44 delegados no estado e os republicanos, 30.

Em 2008, Hillary Clinton, então favorita na pré-campanha, perdeu para Barack Obama, na época senador. Para analistas e a imprensa norte-americana, uma vitória em Iowa pode representar uma tendência.

Leia também:

Quem é Ted Cruz, o conservador que derrotou Donald Trump em Iowa

No caucus de Iowa, ela obteve 50% do total de votos e ele, 49%. Depois da difícil conquista e de ver Sanders crescer nos últimos dias, graças ao seu discurso mais liberal e à esquerda, Hillary afirmou após o resultado: “Sou progressista e também quero mudanças”.

Com as pesquisas que indicam empate técnico entre Sanders e Clinton em algumas regiões, o presidente Obama também “fez campanha”, ao defendê-la como candidata ideal pela “ampla e comprovada” experiência administrativa.

Os delegados eleitos nas primárias se comprometem a votar de acordo com a orientação dos eleitores.

No último fim de semana, os candidatos de ambos os partidos trabalharam no corpo-a-corpo em Iowa. Sanders foi atrás do voto jovem, simpatizante de mudanças mais progressistas e com viés à esquerda. Hillary Clinton se mantém como alternativa da base tradicional do partido.

Do lado republicano, o multimilionário Donald Trump, apontado como favorito nas pesquisas regionais, foi ultrapassado por Ted Cruz. Trump já declarou que vai seguir como candidato independente se não for escolhido pela base republicana.

Após o resultado de Iowa, Trumpo foi comedido. Disse se sentir honrado por ter sido o segundo colocado e que “ama o povo do estado”.

O próximo evento da campanha ocorre em New Hampshire nas primárias do dia 9 de fevereiro.

*Com informações da Agência Lusa

No artigo

Comentários