10 leituras para entender o Zika Vírus

Selecionamos 10 textos publicados na Fórum, na Fórum Semanal e na nossa rede de blogues para traçar um panorama sobre a epidemia de Zika Vírus no Brasil e no mundo por Redação...

7134 0

Selecionamos 10 textos publicados na Fórum, na Fórum Semanal e na nossa rede de blogues para traçar um panorama sobre a epidemia de Zika Vírus no Brasil e no mundo

por Redação

zika ilustra

Uma doença que tem causado grande preocupação entre as autoridades, os órgãos de saúde e a população mundial. A febre Zika, como é conhecida a doença, é causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e, segundo os especialistas, pode estar ligada a outras patologias e ao surto de microcefalia que atinge bebês brasileiros e de diversos lugares do mundo. Não existem medicamentos específicos e o procedimento de prevenção é o mesmo adotado para doenças como a Dengue, por exemplo.

Para entender o que acontece em torno do Zika Vírus, as implicações políticas do combate ao mosquito e a busca pela cura da doença – e das outras transmitidas pelo mesmo inseto -, a Fórum selecionou matérias que abordam o caso em diversos aspectos. Confira:

1. O Zika Vírus na América
Desde meados de 2015, pelo menos 22 países confirmaram a circulação do vírus Zika em seus territórios. A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) estima que, em 2016, cerca de 3 a 4 milhões de pessoas contraíram a febre no continente americano. 1,5 milhão de casos devem ser registrados aqui no Brasil. Saiba mais detalhes sobre como o vírus vem se espalhando pelo mundo.

2. O Zika Vírus pelo Mundo
Casos comprovados em diversos países da Europa levantam a hipótese de pandemia e alerta a comunidade internacional. Nos EUA, 12 casos foram confirmados entre 2015 e 2016.

3. O Zika e o clima
Existem ligações entre a propagação do vírus Zika e as mudanças climáticas que afetam o mundo? Entenda as associações que cientistas têm feito sobre as condições do clima e a proliferação do mosquito.

4. Transmissão de Zika por via sexual
Um caso confirmado no Texas (EUA) de transmissão do vírus Zika por via sexual colocou a doença chamou ainda mais a atenção das autoridades para mecanismos de contenção da doença. Conter a transmissão de Zika por relação sexual entra no rol dos dos esforços da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos governos de todo o mundo para controlar a epidemia:

5. As grávidas e o Zika Vírus – parte 1
Casos de microcefalia em bebês de mulheres que tiveram a Febre Zika durante a gravidez preocupam os órgãos de saúde, e a comunidade global está em busca das relações que colocam o vírus e a microcefalia ligados. A questão vem dando fôlego aos debates sobre a autonomia da mulher na decisão do aborto.

6. As grávidas e o Zika Vírus – parte 2
Neste texto, publicado na Fórum Semanal, a discrepância entre os cuidados paliativos – tidos aqui como táticas de prevenção essenciais para por fim ao mosquito e às doenças que ele transmite – incomoda e prejudica mulheres de todo o Brasil.

7. Zika Vírus e o surto de Microcefalia
O aumento dos casos de microcefalia na região Nordeste, principalmente no estado de Pernambuco mobilizou o Ministério da Saúde, FioCruz e outras instituições para monitorar a situação na região. A principal suspeita até o momento seria o vírus Zika, encontrado no líquido amniótico de  duas gestantes.

8. O ministro Marcelo Castro e as polêmicas envolvendo Zika Vírus
O ministro da saúde deu diversas declarações polêmicas sobre a epidemia de Zika  o surto de microcefalia no Brasil, deixando a comunidade médica, os movimentos de mulheres e outros grupos bastante insatisfeitos. A forma como ele vem tratando as questões de saúde pública tem provocado reações.

9. O combate ao Zika
Um programa piloto para reduzir a população de Aedes aegytpi – o mosquito que transmite o vírus Zika , dengue e chikungunya – pode ser implementado em março próximo, na China, onde se espera produzir espécimes infectados com Wolbachia para impedir a reprodução.

10. Uma análise do caso Zika Víruz como a pandemia da temporada
Em todas essas pandemias, a OMS (Organização Mundial de Saúde) se apressa em decretar “emergência sanitária internacional” e a grande mídia em fazer previsões sobre milhões de vítimas potenciais aguardadas em poucos meses.

(Ilustração de capa: Helô D’Angelo)

No artigo

Comentários