PTB troca deputado que votou contra Cunha por investigado da Operação Sanguessuga

Relatório do Conselho de Ética na época foi pela cassação de Nilton Capixaba (PTB-RO), que também é réu no STF por conta das acusações de desvio de dinheiro destinado a compra de ambulâncias Da Redação...

365 0

Relatório do Conselho de Ética na época foi pela cassação de Nilton Capixaba (PTB-RO), que também é réu no STF por conta das acusações de desvio de dinheiro destinado a compra de ambulâncias

Da Redação

foto: Reprodução - Facebook

O PTB na Câmara dos Deputados decidiu retirar o parlamentar Arnaldo Faria de Sá (SP) do Conselho de Ética. Ele havia votado pela continuidade das investigações com o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de mentir a uma CPI para sobre as contas secretas que mantém no exterior.

A substituição era defendida desde dezembro pelo líder do partido, Jovair Arantes (GO), aliado de Cunha. Um manobra de parlamentares ligados ao peemedebista conseguiu levar as apurações contra Cunha novamente ao estágio inicial.

Faria de Sá será substituído por Nilton Capixaba (PTB-RO), um antigo conhecido do Conselho de Ética, só que na condição de investigado. Em 2006, os parlamentares do conselho chegaram a aprovar um relatório pela cassação de Capixaba por conta dos indícios da participação dele nos desvios investigados pela Operação Sanguessuga.

O deputado de Rondônia só se livrou do processo de cassação à época porque a legislatura acabou e ele não havia sido reeleito. Desde junho do ano passado, Capixaba é réu por peculato no Supremo Tribunal Federal por conta desse caso.

Com informações do G1

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários