O silêncio de Afuá

Conheça a cidade do Pará, no norte do país, onde só bicicletas circulam nas ruas

963 0

Conheça a cidade do Pará, no norte do país, onde só bicicletas circulam nas ruas

Por Anderson Coelho e Rosana Pinheiro, na Agência Plano

afua

Na região urbana de Afuá, onde 11 mil pessoas vivem no noroeste da Ilha do Marajó, no Pará, reinam as bicicletas. Cercada pelos rios Cajuuna, Afuá e Marajozinho, a cidade se sustenta em palafitas que protegem as casas no período de cheias, mas que não suportam a circulação de veículos automotores. Somente bicicletas, e os famosos bicitaxis, têm permissão para percorrer as ruelas do município.

“Aqui, quando o casal está andando e escuta um assobio, pode sair da frente que a bicicleta vai passar”, explica Sarito Souza, inventor do bicitaxi. Uma celebridade na região: “Já veio a TV Globo, o Discovery, TV da Itália, do Japão. Eu fico feliz por Afuá ser reconhecida”.

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho 

 

Desde 1995, quando Sarito estreou seu bicitaxi, não há turista na cidade que não se aventure em um desses. Inicialmente montado para suprir as necessidades da família – Sarito gostava de andar com os filhos na garupa – o primeiro modelo tinha bancos acoplados, luz e som. Quando Sarito começou a cobrar para transportar terceiros, decidiu batizar o invento. “Eu não patenteei, não. E também não me importo que o pessoal faça cada um o seu modelo. É assim mesmo”.

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

A 254 km da capital Belém, Afuá recebe mais visitantes de Macapá, capital do Amapá, a pouco mais de 70 km da Veneza Marajoara. “Quem vem aqui tem que andar de bicitaxi, viemos pela propaganda”, contam Jose Maria e Ermenegilda Maria, dois macapaenses pela primeira vez na cidade. A época mais procurada por turistas é o mês de julho, quando acontece o Festival do Camarão, que chega a atrair público de 40 mil pessoas. São as bicitaxis que mantém o fluxo de curiosos no resto do ano.

“É ótimo porque vem muito turista, mas também é bom pra gente ”. Sarito lista as benesses de morar na única cidade do Brasil onde só bicicletas circulam: “faz bem pra saúde, não gasta combustível, não polui o meio ambiente e todo mundo pode comprar uma bicicleta. Nem todo mundo pode comprar um carro”.

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

A Prefeitura da cidade também se apropriou do meio de transporte. Policiais e bombeiros trabalham de bicicleta e o hospital tem uma bicilância. A vontade do Prefeito Eliudo Pinheiro é investir em sinalização “tanto horizontal como vertical e, claro, em educação no trânsito, tanto para condutores comuns como para os bicitaxi”. Tudo indica que a crise econômica, que tem diminuído repasses para o município, vai atrasar os planos do Prefeito. Nada que atrapalhe o silêncio e a agilidade das ruas de Afuá.

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

Foto: Anderson Coelho

 

Foto: Anderson Coelho 

Foto: Anderson Coelho

No artigo

Comentários