Irmã de Mirian Dutra será demitida do Senado, diz blogueiro

Funcionária do gabinete de José Serra (PSDB-SP), ela trabalharia de casa, o que é ilegal

1055 0

Funcionária do gabinete de José Serra (PSDB-SP), ela trabalharia de casa, o que é ilegal

Da Redação

Foto: reprodução

Irmã de Mirian Dutra, Margrit Dutra Shimidt será demitida do Senado Federal. A informação é do blogueiro Ricardo Noblat, do jornal O Globo. Funcionária do gabinete do senador José Serra (PSDB-SP), ela é acusada de não comparecer ao local de trabalho. A alegação é que ela trabalharia “de casa”, o que contraria a determinações do Legislativo.

Amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Mirian deu entrevistas recentemente em que acusou o presidente de honra do PSDB de ter usado a Brasif para remeter uma mesada para ela no exterior. Então jornalista da Rede Globo, ela teria sido enviada para a Espanha para não atrapalhar a reeleição do tucano.

Margrit é funcionária do Senado desde 1995, quando FHC assumiu a Presidência da República pela primeira vez. Segundo o blogueiro, o atual prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB) tentou demiti-la quando era líder do partido no Senado, mas o presidente Fernando Henrique teria dito para ele mantê-la como funcionária.

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários