Primeiro-ministro do Canadá vai participar de parada do orgulho LGBT de Toronto

Justin Trudeau, que já havia participado do evento antes de ser eleito, será o primeiro premiê a tomar parte na marcha, que será realizada dia 3 de julho

796 0

Justin Trudeau, que já havia participado do evento antes de ser eleito, será o primeiro premiê a tomar parte na marcha, que será realizada dia 3 de julho

Por Opera Mundi

twitter

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou nas redes sociais, na segunda-fera (22/02), que irá participar da parada do orgulho LGBT de Toronto, feito inédito para um premiê canadense.

“Estou ansioso para estar lá [na parada] novamente, desta vez como primeiro-ministro”, escreveu Trudeau no Twitter e no Facebook.

“É uma grande notícia para o Canadá, mas também uma grande notícia para o mundo todo. Não apenas porque ele é provavelmente o político vivo mais sexy, mas também porque nunca existiu um líder de um país que participasse da marcha”, disse ao BuzzFeed Canada o diretor executivo da Pride Toronto, organização responsável pela parada, Mathieu Chantelois.

O apoio à comunidade LGBT foi uma das bandeiras eleitorais de Trudeau, que assumiu o cargo de premiê em outubro do ano passado. Ele inclusive já se encontrou com Chantelois e outros membros da Pride Toronto.

“Quando nos encontramos com ele em seu escritório, ele foi muito sério no que diz respeito aos direitos das pessoas trans, direitos iguais, imigração e doação de sangue por homens gays. Todas essas coisas são temas importantes para ele”, disse o diretor executivo da organização.

A parada do orgulho LGBT de Toronto está programada para acontecer no dia 3 de julho. Dela também participarão o ministro das Finanças do Canadá, Bill Morneau, a chefe de governo de Ontário, Kathleen Wynne – primeira mulher e primeira pessoa abertamente homossexual a ocupar o cargo -,  e o prefeito de Toronto, John Tory.

 

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários