Avaliação negativa do governo Dilma cai de 70% para 62,4%

Percentual daqueles que acham o governo ótimo/bom sobe de 8,8% para 11,4%. Pesquisa mostra que 73,6% dos entrevistados acreditam que governo federal tomou total ou parcialmente os cuidados necessários ao combate contra o Aedes Aegypt Por Redação...

712 0

Percentual daqueles que acham o governo ótimo/bom sobe de 8,8% para 11,4%. Pesquisa mostra que 73,6% dos entrevistados acreditam que governo federal tomou total ou parcialmente os cuidados necessários ao combate contra o Aedes Aegypt

Por Redação

São Paulo - Presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Saúde, Marcelo Castro, participam de cerimônia de assinatura de contrato entre o Ministério da Saúde e a Fundação Butantan para o desenvolvimento da vacina da dengue (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Pesquisa CNT/MDA divulgada na manhã desta quarta-feira (24) mostra que a rejeição ao governo Dilma apresentou redução. O índice daqueles que acham a administração ruim/péssima passou de 70% para 62,4%, enquanto a avaliação de ótimo/bom oscilou positivamente de 8,8% para 11,4%.
Quanto ao desempenho pessoal da presidenta também houve melhora para Dilma. A aprovação da petista à frente do governo subiu de 15,9% para 21,8% e a reprovação foi de 80,7% para 73,9%.

Em relação à Lava Jato, o total de entrevistados que julga Dilma como culpada pela corrupção na Petrobras oscilou negativamente de 69,2% para 67,8%, enquanto os que acham que a presidenta não tem culpa se mantiveram no mesmo patamar de 24,5%.

O levantamento mostra ainda que 73,6% acreditam que o governo federal tomou total (24,3%) ou parcialmente (49,3%) todos os cuidados necessário no combate ao Aedes Aegypt nos últimos anos. Para 24,4% os cuidados necessários não foram tomados.

A pesquisa da CNT, realizada pelo Instituto MDA, entrevistou 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 unidades da federação entre os dias 18 e 21 de fevereiro.

Foto de capa: Rovena Rosa/Agência Brasil

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!



No artigo

Comentários