Moro interroga estofador de automóveis por engano na Lava Jato; assista ao vídeo

Jorge Washington Blanco foi ouvido por Sérgio Moro na manhã de sexta-feira (4), enquanto o país acompanhava a polêmica condução coercitiva do ex-presidente Lula. Ao perceber o erro, o juiz encerrou as perguntas e afirmou se tratar de um homônimo.

2045 2

Jorge Washington Blanco foi ouvido por Sérgio Moro na manhã de sexta-feira (4), enquanto o país acompanhava a polêmica condução coercitiva do ex-presidente Lula. Ao perceber o erro, o juiz encerrou as perguntas e afirmou se tratar de um homônimo

Por Redação

depoimento

Jorge Washington Blanco foi ouvido pelo juiz Sérgio Moro na manhã de sexta-feira (4), enquanto o país acompanhava a polêmica condução coercitiva do ex-presidente Lula. O capoteiro de Belo Horizonte (MG) acabou sendo arrolado por engano como testemunha pelo Ministério Público Federal (MPF) no processo contra o pecuarista José Carlos Bumlai na Operação Lava Jato. Ao perceber o erro, o magistrado encerrou as perguntas e afirmou se tratar de um homônimo.

Na audiência, Blanco foi questionado pelo procurador se já havia trabalhado no Banco Schahin e negou qualquer relação com a instituição. Esta não é a primeira vez que testemunhas são chamadas por engano em processos ligados à Operação Lava Jato. Em março de 2015, a defesa do doleiro Alberto Youssef convocou um funcionário do Banco Safra chamado Américo Esteves Neto, mas o próprio doleiro percebeu o equívoco ao ver a fisionomia dele.

Jorge Blanco, de 55 anos, é casado, tem dois filhos e chegou a pensar que a intimação para comparecer à Justiça Federal se tratasse de uma brincadeira. Ele trabalha em uma loja com capota e estofamento de veículos e disse que, até agora, só tinha ouvido falar da Operação Lava-Jato pela televisão.

No artigo

Comentários

2 comments

  1. Flávio Prieto Responder

    Toda pergunta que fizermos, sua resposta deverá ser oral. Entendido?
    – Oral!

  2. marcelo dias Responder

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkrindooooooooooooooooooooo até 2018.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk