Instituto Lula rebate em nota e vídeos alegações de promotor paulista

Entidade apresenta documentos e diz que o ex-presidente “não pode ocultar patrimônio que não é dele”

528 0

Entidade apresenta documentos e diz que o ex-presidente “não pode ocultar patrimônio que não é dele”

Por Redação

Foto: Paulo Pinto / Fotos Públicas

O Instituto Lula divulgou uma série de documentos e vídeos nesta quinta-feira (10/03) para responder à denúncia feita pelo promotor paulista Cássio Conserino contra o ex-presidente. Os documentos demonstram que Lula não é dono do apartamento no Guarujá nem do sítio em Atibaia.

Além disso, demonstram que o ex-presidente declarava em seu imposto de renda que era dono de uma cota do empreendimento no litoral paulista, mas não fez a opção de compra.

Leia a nota na íntegra:

A denúncia do promotor Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, não tem base na realidade, conforme o Instituto Lula já mostrou. Em 30 de janeiro deste ano, foram divulgados todos os documentos relativos à cota do Edifício Solaris, que mostram que Lula e sua família nunca tiveram apartamento no Guarujá (leia e entenda porque ele não é dono do apartamento). O ex-presidente sempre declarou a cota em seu Imposto de Renda. 

Tais documentos foram encaminhados ao promotor. Leia aqui os documentos enviados ao MP. Já era previsível, no entanto, que Conserino encaminhasse a denúncia, já que declarou à revista Veja que considerava o ex-presidente culpado antes mesmo de ouvir a defesa de Lula. 

O ex-presidente Lula já desmentiu essa acusação mais de uma vez, frente às autoridades e em discursos. O ex-presidente Lula não é proprietário nem de triplex no Guarujá nem de sítio em Atibaia, e não cometeu nenhuma ilegalidade. Ele apresentou sua defesa em documentos que provam isso às autoridades competentes. 

Assista ao vídeo em que o ex-presidente Lula desmente as acusações.

No artigo

Comentários