“Não aceitamos que partido político nenhum se aproveite dessa crise pra dar golpe no país”, diz bispo sobre posição da CNBB

“Tem muita gente posando de santinho, mas que nunca pensou em pobre. E não pensa em pobre. Estão fazendo discurso bonito porque querem o poder, e com isso a CNBB não concorda”, disse, em um discurso forte, Dom Ailton Menegussi Por Redação...

5079 0

“Tem muita gente posando de santinho, mas que nunca pensou em pobre. E não pensa em pobre. Estão fazendo discurso bonito porque querem o poder, e com isso a CNBB não concorda”, disse, em um discurso forte, Dom Ailton Menegussi

Por Redação

bispo crateus cnbb

No encerramento dos festejos religiosos de São José, em Tauá, no interior do Ceará, o bispo da Diocese de Crateús, Dom Ailton Menegussi, rejeitou de forma veemente o que considera ser uma tentativa de golpe em curso no Brasil. “Nós não aceitamos que partido político nenhum se aproveite dessa crise pra dar golpe no pais”, disse, falando em nome da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“Os culpados não são desse partido ou daquele só não, não sejamos bobos. Tem corrupto em tudo que é partido. E a corrupção não foi inventada de quinze anos pra cá, não sejamos inocentes”, afirmou. “Nós não estamos interessados em trocar de governo simplesmente, queremos que o país seja respeitado, que os cidadãos brasileiros sejam respeitados, é isso que quer a CNBB. Não vamos apoiar simplesmente troca de governos, de pessoas interesseiras que estão apenas querendo se apossar porque são carreiristas”, disse.

O líder religioso ainda chamou a atenção para a hipocrisia de algumas figuras políticas, sem citar nomes. “Tem muita gente posando de santinho, mas que nunca pensou em pobre. E não pensa em pobre. Estão fazendo discurso bonito porque querem o poder, e com isso a CNBB não concorda”, disse.

Em sua fala, Dom Ailton Menegussi ainda atentou para a seletividade da Justiça brasileira. “Vamos rezar para que a justiça apareça, pra que os culpados, os realmente culpados, uma vez que apareçam, sejam punidos. Mas que sejam de todos os lados”, defendeu. “Porque nós sabemos que tem um monte de processos contra outros políticos que são engavetados, mas quando se trata de um governo que nasceu dos pobres, esse é criminoso. Nós não pensamos assim.”

Confira o vídeo:

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários