Manifestantes pró-impeachment tentam intimidar Juca Kfouri, mas se acovardam

Da rua, quatro homens com camisetas da CBF xingavam o jornalista esportivo e o chamavam de petista mas, quando Juca resolveu descer, mudaram o tom: “Eu gostaria que você repetisse que não é petista, porque sou seu fã” Por Redação...

5010 0

Da rua, quatro homens com camisetas da CBF xingavam o jornalista esportivo e o chamavam de petista mas, quando Juca resolveu descer, mudaram o tom: “Eu gostaria que você repetisse que não é petista, porque sou seu fã”

Por Redação

juca-kfouri-andrés-sanchez

Depois de Jô Soares, Chico Buarque, Teori Zavascki, Alexandre Padilha e Ciro Gomes, agora foi a vez do jornalista esportivo Juca Kfouri de ser alvo do ódio de manifestantes pró-impeachment. Na noite desta segunda-feira (28), quatro homens com camisetas da CBF, um deles mascarado, pararam na esquina do prédio onde Kfouri mora, em São Paulo, e começaram a o hostilizar com xingamentos e gritos de “petista”.

O relato é do próprio jornalista, que publicou o caso em seu blog.

“Na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito. Eu não estava em casa, mas minha mulher os viu, assim como o guarda-noturno, que não anotou as placas. Hoje, desci, anotei a placa e os abordei”, escreveu Juca.

De acordo com o jornalista, ele os abordou dizendo que não era petista e que era contra o impeachment.

“Eu gostaria que você repetisse que não é petista, porque sou seu fã”, disse o de máscara, mudando o tom da agressão.

Juca repetiu que era contra o impeachment e o mascarado afirmava não entender como uma pessoa que é contra o impeachment possa não ser petista.

“Por que você é um ignorante político”, respondeu o jornalista.

Um dos homens, então, disse para que o outro pedisse desculpas e fossem embora.

“Foram. Sem pedir desculpas. Valentes. Muito valentes”, pontuou Kfouri.

No artigo

Comentários