Como o desembarque do PMDB do governo Dilma foi visto no Twitter

Estudo apresentado por Thiago Pimentel, da InterAgentes, mostra que movimentação do partido “tendeu a ser vista como oportunista, com vários de seus caciques costurando acordos e manobrando regimentos na tentativa de salvar-se a qualquer custo” Por Redação...

597 0

Estudo apresentado por Thiago Pimentel, da InterAgentes, mostra que movimentação do partido “tendeu a ser vista como oportunista, com vários de seus caciques costurando acordos e manobrando regimentos na tentativa de salvar-se a qualquer custo”

Por Redação

12494835_10204689403470021_7753490656148780901_n

Thiago Pimentel, da InterAgentes, apresentou estudo sobre publicações feitas no Twitter realizado entre as 9h e as 20h desta terça-feira (29) a respeito do desembarque do PMDB do governo Dilma, sacramentado no meio da tarde. Foram pesquisados os termos “Temer”, “PMDB”, ‪#‎RenunciaTemer‬ e ‪#‎TchauQuerida‬.

De acordo com o levantamento, a ação da legenda “tendeu a ser vista como oportunista, com vários de seus caciques costurando acordos e manobrando regimentos na tentativa de salvar-se a qualquer custo”. Para Pimentel, a “impressão que fica desta movimentação de hoje é que o PMDB deixa o PT para tentar não deixar o governo. A julgar pela reação da rede, não será tarefa simples”.

Confira abaixo a análise.

Desembarque do PMDB: Breve análise de dados – Twitter

Termos pesquisados: Temer, PMDB, ‪#‎RenunciaTemer‬ e ‪#‎TchauQuerida‬
Dados entre 09h e 20h

Azul – representa 31,30% da rede

Concentra a grande imprensa e a oposição ao governo federal. Em tempos ‘normais’ a grande imprensa tende a formar uma rede à parte. Neste cenário, porém, encontra-se completamente fundida ao cluster de oposição ao governo federal. Repercutiu a notícia do rompimento oficial do PMDB com governo Dilma. A oposição deu as boas vindas ao PMDB e embarcou na hashtag #TchauQuerida.

Vermelho – representa 29,21%

Principal rede de apoio ao governo federal, concentra a boa parte da militância petista e a blogosfera progressista expandida. Denunciou manobras de Eduardo Cunha e traçou a trajetória de Temer, de ‘constitucionalista’ a ‘golpista’, ‘assim ele entrará para a história’. Embarcou na #RenunciaTemer, principal hashtag do dia.

Verde – representa 21,91%

Por fora da polarização, uma rede heterogênea, jovem, com tendências progressista onde a sátira e o humor deram o tom. Curioso é que peemedebistas como Cunha, Katia Abreu e o próprio Michel Temer tenham sido trazidos para dentro desta rede, a mais zoeira do dia. Todos tiveram tweets antigos ressignificados, quase sempre para apontar o oportunismo do partido.

Uma outra rede merece destaque. Em amarelo, composta pela imprensa internacional, com forte peso da América Latina, representou 7,13% da rede.

Não serão dias fáceis para o PMDB. Sua movimentação tendeu a ser vista como oportunista, com vários de seus caciques costurando acordos e manobrando regimentos na tentativa de salvar-se a qualquer custo. A impressão que fica desta movimentação de hoje é que o PMDB deixa o PT para tentar não deixar o governo. A julgar pela reação da rede, não será tarefa simples.

No artigo

Comentários