Boechat critica PMDB: “Não tem linha programática, ideológica ou coerência política”

“É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse o jornalista sobre a reunião do PMDB que decidiu pelo rompimento do partido...

4162 0

“É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse o jornalista sobre a reunião do PMDB que decidiu pelo rompimento do partido com o governo federal

Por Redação

Ricardo_Boechat

Em seu programa na BandNews FM, o jornalista Ricardo Boechat comentou o rompimento do PMDB com o governo de Dilma Rousseff, oficializado ontem (29). Para ele, o partido não tem qualquer linha programática, ideológica, coerência política ou projeto para o país e não passa de “um conglomerado de interesses”.

Segundo Boechat, o PMDB deixou o governo já pensando em tomar o poder, com a exaltação do vice-presidente da República e presidente nacional da sigla, Michel Temer. “É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse sobre a reunião da cúpula do partido.

Para assistir ao vídeo, clique aqui.

No artigo

Comentários