Taxa de Doria pode deixar Daniela Mercury fora do carnaval paulistano

Mesmo que não fechasse patrocínio, a cantora Daniela Mercury, havia decidido participar do carnaval paulistano e bancar o seu trio elétrico Pipoca da Rainha. No entanto, a taxa de R$ 240 mil que o prefeito João Doria (PSDB) decidiu cobrar de blocos de fora...

2135 0

Mesmo que não fechasse patrocínio, a cantora Daniela Mercury havia decidido participar do carnaval paulistano e bancar o seu trio elétrico Pipoca da Rainha. No entanto, a taxa de R$ 240 mil que o prefeito João Doria (PSDB) decidiu cobrar de blocos de fora da cidade para participarem da folia, a fez rever a decisão e ela poderá não participar.

Da Redação com Informações da Coluna de Mônica Bérgamo

Mesmo que não fechasse patrocínio, a cantora Daniela Mercury, havia decidido participar do carnaval paulistano e bancar o seu trio elétrico Pipoca da Rainha. No entanto, a taxa de R$ 240 mil que o prefeito João Doria (PSDB) decidiu cobrar de blocos de fora da cidade para participarem da folia, a fez rever a decisão e ela poderá não participar.

A cantora baiana está negociando patrocínio com uma cervejaria, mas a verba que seria disponibilizada não cobriria todos os custos de aluguel de trio, viagem e hospedagem da equipe e segurança, por exemplo. Muito menos a taxa de Doria.

O desfile de Daniela foi uma das grandes atrações do pré-Carnaval de 2016, tomando a avenida da Rebouças e também a rua da Consolação. Neste ano, ela deveria se apresentar no dia 5 de março, no encerramento da festa.

 









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários