Vídeo leva à prisão dos quatro assassinos da travesti Dandara

Foram presos, na manhã desta terça-feira (07), os quatro suspeitos pela morte por espancamento da travesti Dandara. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, mas ganhou repercussão depois da postagem do vídeo que mostra a agressão.

2889 0

Foram presos, na manhã desta terça-feira (07), os quatro suspeitos pela morte por espancamento da travesti Dandara. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, mas ganhou repercussão depois da postagem do vídeo que mostra a agressão.

Da Redação com Informações do G1 CE

Dandara

Foram presos, na manhã desta terça-feira (07), os quatro suspeitos pela morte por espancamento da travesti Dandara. A informação foi postada em uma rede social pelo secretário da Segurança e Defesa Social do Ceará (SSPDS), André Costa. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, mas ganhou repercussão depois da postagem do vídeo que mostra a agressão.

O vídeo é extremamente violento, mas postamos aqui, pois é considerado peça chave na investigação.

A operação aconteceu no Bairro Bom Jardim, onde o crime aconteceu. De acordo com o titular da SSPDS, foram quatro presos, sendo três que aparecem no vídeo que circulou na internet e um que participou da filmagem. A SSPDS informou que mais informações sobre a operação serão divulgadas em coletiva nesta terça-feira às 15 horas.

“Atos como desses covardes e vagabundos não são admitidos por nenhum cidadão de bem nem pela polícia. Precisamos de mais educação e orientação às pessoas, que aprendam a respeitar o próximo. A intolerância só gera consequências ruins. O povo cearense merece essa resposta e uma política de proteção às minorias”, declarou André.

Participam das investigações da Polícia Civil, responsável pelas prisões, o 32º Distrito Policial (DP), 12º DP e Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). A operação no Bom Jardim teve apoio da PM, Corpo de Bombeiros. Um helicóptero da Ciopaer também foi utilizado.

Ainda na postagem, o secretário disse que “todo atentado contra a vida é um crime hediondo, mas pior ainda quando é motivado pelo ódio e preconceito, por conta de orientação sexual, raça, cor, idade ou sexo”.

Caso Dandara
O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim, e ganhou repercussão nas redes sociais após o compartilhamento do vídeo que mostra a travesti sendo agredida por um grupo de homens no meio da rua.

O vídeo, gravado por uma pessoa que está com o grupo de agressores, mostra parte da violência. A gravação tem 1 minuto e 20 segundos e termina quando os suspeitos colocam a vítima no carrinho de mão, após agressões com chutes, chinelo, pedaços de madeira, e descem a rua. Segundo a polícia, depois dessa gravação, o grupo espancou a travesti até a morte.

O governo do Ceará emitiu uma nota de repúdio em relação aos “atos de violência e intolerância como o que praticado contra Dandara dos Santos”, morta por brutal espancamento”. Uma reunião está prevista para ocorrer na tarde desta terça-feira. De acordo com o governador Camilo Santana, o objetivo é discutir a criação de políticas públicas.


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários