Em vídeo, Diogo Mainardi xinga a Fórum de ‘organização criminosa’

Enfurecido, jornalista ameaça editor-chefe da Fórum após matéria sobre o depoimento do ex-vice presidente da Odebrecht Henrique Valladares, que afirmou ter visto Mainardi em jantar com Aécio Neves.

641 1

Enfurecido, jornalista ameaça editor-chefe da Fórum após matéria sobre o depoimento do ex-vice presidente da Odebrecht Henrique Valladares, que afirmou ter visto Mainardi em jantar com Aécio Neves

Por Redação

O jornalista Diogo Mainardi divulgou nesta sexta-feira (14) um vídeo com xingamentos à Fórum e ao editor-chefe da publicação, Renato Rovai, que é chamado por ele de “safado”, “bandido” e “criminoso”. “Eu vou quebrar essa joça. Eu vou quebrar você”, ameaça, transtornado, o responsável pelo site O Antagonista.

O motivo da irritação foi uma matéria publicada pelo portal sobre o fato de Mainardi ter sido citado pelo ex-vice presidente da Odebrecht Henrique Valladares em delação premiada envolvendo o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Em depoimento, o executivo disse ter visto o jornalista jantando com o tucano no restaurante Gero, no Rio de Janeiro, junto também com o empresário Alexandre Accioly (assista ao vídeo abaixo).

Diogo Mainardi afirma se tratar de uma invenção do delator. “O jantar nunca ocorreu. Cruzei com os dois no Gero – mais de uma vez – e sempre os cumprimentei. É evidente que eu não teria o menor problema em admitir um jantar com Aécio Neves e Alexandre Accioly. Mas, como se trata de uma mentira, serve de alerta para a Lava Jato. Esse delator inventa coisas”, declarou.

A relação entre ele e o senador mineiro foi tema de outra reportagem – desta vez, no Blog da Cidadania. Nela, Eduardo Guimarães revela que o marqueteiro de Aécio, Paulo Vasconcelos, dono da empresa Webcitizen, foi quem confeccionou o site O Antagonista.

Em seguida, as ameaças de Mainardi.

E você? O que achou do vídeo acima? Deixe sua opinião nos comentários.









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários

1 comment

  1. Roberto Responder

    O nervosismo revela que ele está com medo.