Janot pede que goleiro Bruno volte à prisão

Procurador-geral da República encaminhou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando a revogação do habeas corpus concedido ao atleta Por Redação O procurador-geral da República,...

135 0

Procurador-geral da República encaminhou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando a revogação do habeas corpus concedido ao atleta

Por Redação

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando a revogação do habeas corpus concedido ao goleiro Bruno Fernandes em fevereiro pelo ministro Marco Aurélio Mello.

Segundo Janot, o atleta teve um pedido de liberdade negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) antes da decisão do STF e não é permitido apresentar habeas corpus contra a definição tomada por outro ministro de tribunal superior.

O caso agora tem como relator o ministro Alexandre de Moraes e será analisado pela Primeira Turma do Tribunal na próxima terça-feira (25). Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samudio.

Ele ficou preso por quase 7 anos com o pedido da defesa para que recorresse em liberdade, já que não houve confirmação ainda da condenação na segunda instância.

Foto: Lúcio Adolfo/Divulgação


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários