Palocci nega que tenha pedido ou recebido doações da Odebrecht

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro chegou a chamar Marcelo Odebrecht de “insistente” e pontuou que, mesmo diante dos pedidos da empreiteira, nunca lhe foi pedida uma contrapartida para...

170 0

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro chegou a chamar Marcelo Odebrecht de “insistente” e pontuou que, mesmo diante dos pedidos da empreiteira, nunca lhe foi pedida uma contrapartida para que agisse em favor da empresa e que nem mesmo deu margem para que assim pensassem

Por Redação

O ex-ministro Antônio Palocci, em depoimento dado ao juiz Sérgio Moro nesta quinta-feira (20), negou que tenha pedido ou recebido qualquer doação da Odebrecht. Ele negou também que tenha feito pagamentos aos marqueteiros João e Mônica Santana no exterior.

Palocci, no depoimento, chegou a chamar Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira, de “insistente”, pelos sucessivos pedidos para que ele interferisse na liberação de um projeto de submarino de interesse da empresa. De acordo com o ex-ministro, apesar dos pedidos, não lhe foi oferecida uma contrapartida. Ele não só não atendeu aos pedidos de Odebrecht como também não pediu qualquer doação para que atendesse, contrariando a versão contada pelo empresário em sua delação.

“Ele (Marcelo) me pediu para ajudar a tirar esse assunto da mesa. Faço isso porque sou absolutamente contra qualquer vinculação a projeto. Eles jamais me pediram uma contrapartida e jamais dei margem que eles pensassem que era possível”, afirmou.

 

 



No artigo