Temer insinua que gravação foi editada e envia áudio a peritos

Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma ‘conspiração’. Da Redação*...

118 0

Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma ‘conspiração’.

Da Redação*

Uma das estratégias de emergência montada por Temer e aliados é desqualificar a gravação. De acordo com informações do Painel, da Folha, o Planalto decidiu enviar a peritos o áudio feita pelo empresário Joesley Batista, da JBS, com o presidente Michel Temer. Auxiliares do peemedebista desconfiam que a conversa foi editada.

“Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma ‘conspiração’, como ele próprio disse a aliados inicialmente. O grampo foi feito por Joesley antes de ele e executivos de seu grupo fecharem acordo de delação com a Lava Jato.

Palacianos vão, ainda, reforçar o discurso de que o grampo foi ilegal, feito sem autorização da Justiça. E questionarão a decisão a Procuradoria-Geral da República de validá-lo.

Por volta das 18h desta quinta-feira (18), ministros e aliados de Temer se reuniram aos cantos, em pequenos grupos, na antessala do gabinete presidencial, para ouvir em celulares e notebooks o grampo de sua conversa com Joesley”.

*Com informações do Painel da Folha

 









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.





No artigo

Comentários