Qualquer maneira de amor vale a pena.

– Em decisão que concedeu guarda provisória de criança a casal LGBT, Juíza cita música Paula e Bebeto, de Caetano Veloso e Milton Nascimento. A vida de Paulo e Tarcísio merece destaque não apenas em função do amor entre os dois, mas também p0r suas lutas conquistas....

Em decisão que concedeu guarda provisória de criança a casal LGBT, Juíza cita música Paula e Bebeto, de Caetano Veloso e Milton Nascimento.

A vida de Paulo e Tarcísio merece destaque não apenas em função do amor entre os dois, mas também p0r suas lutas conquistas. Eles foram um dos primeiros casais LGBT a celebrar o casamento no Estado do Ceará. Estive no casamento deles, foi uma bela e concorrida cerimônia que aconteceu há mais de dois anos aqui em Fortaleza.

Eles também conseguiram esta semana mais uma nova conquista: a guarda provisória de sua filha, que já era criada por ambos mas ainda aguardava a decisão do Poder Judiciário para que fosse oficializada como tal, a fim de que Paulo tivesse também a guarda compartilhada com seu esposo. Na bela peça, onde parte dela foi disponibilizada por Paulo Diógenes em seu perfil na Rede Facebook, a Magistrada – Dra. Angela Sobreira, da 4a Vara de Família da Comarca de Fortaleza, cita a letra da música Paula e Bebeto, de Caetano Veloso e Milton Nascimento, para justificar a sua decisão. O trecho da bela canção que dá título a este texto deveria ser um norte para muitas outras decisões:

Qualquer maneira de amor vale amar, qualquer maneira de amor vale a pena“.

A conquista de Tarcísio e Paulo Diógenes servirá para ilustrar o caminho de milhares de outros casais LGBT que já haviam conquistado o seu direito à união civil após a histórica decisão do Supremo Tribunal Federal em 2011, que norteou a Resolução 175/2013 do Conselho Nacional de Justiça e aguardam ainda o direito ao pátrio poder. A decisão do Judiciário cearense, no caso de Paulo e Tarcísio, chancela de forma oficial o direito de Paulo ser o segundo pai da filha de Tarcísio, seu esposo desde 2013.

O Judiciário brasileiro vem respondendo à altura após a primeira decisão do STF em 2011. Em 2015, pela primeira vez o mesmo Supremo Tribunal Federal decidiu a favor de um casal homoafetivo que buscava a adoção de uma criança, em ação que teve a Ministra Carmem Lúcia na Relatoria.

A história de Paulo e Tarcísio tem as suas nuances legais, porque aconteceu no limiar de uma época onde a união de pessoas do mesmo sexo ainda tem que se socorrer ao Judiciário para fazer valer o seu direito. Ao mesmo tempo, é uma união que resta emblemática porque representa, além de um caso de amor, também a conquista de uma grande bandeira.

Aos que se opõe de forma ferrenha e até irascível ao casamento de pessoas do mesmo sexo, a união de Paulo e Tarcísio somente tem um efeito imediato: mais uma bela família de pais amorosos que buscam cuidar e amar a sua filha.

E, parafraseando o poeta, se a alma não é pequena, tudo vale a pena.

Como também vale a pena qualquer maneira de amor.


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.




Join the Conversation