Ideias não se prendem, não se algemam, não se calam

No dia em que o Estado, seja qual...

amanha-vai-ser-outro-dia.html
No dia em que o Estado, seja qual Estado for, só perseguir quem for de um partido ou ideologia apenas;
No dia em que o Estado se armar não para cumprir a Lei para todos, mas sim para moldar investigações e operações para punir apenas uma pessoa, partido ou ideologia;
No dia em que o Estado ditar que para alguns tudo, para outros apenas a Lei;
No dia em que a base de investigações for política – e não apenas jurídica – e uma ideologia for colocada no banco dos réus;
No dia em que, de forma sistemática e perene o Estado e seus aparelhos ideológicos atropelarem os direitos fundamentais insculpidos nas Constituições e marcarem com a cor da proibição, partidos, pessoas e ideologias que não agradam às elites, estigmatizando militantes e suas bandeiras;
No dia em que um grupo político for criminalizado e for enquadrado pelo Estado e pela imprensa como sinônimo de criminoso;
Nesse dia a democracia estará em cheque, nesse dia um golpe estará em curso.
Historicamente, vários Estados já passaram por processos assim. A História está aí para mostrar o quão perigoso é um Estado que criminaliza de forma parcial a política e cujos agentes sequer percebem isso em sua totalidade.
Isso tudo não tem a ver com o Brasil. Isso tudo, tem a ver com a Democracia e sua histórica batalha contra a exceção, na história da humanidade.
Porque ideias não se prendem, não se algemam, não se calam…
 

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.




Join the Conversation