Cremesp paga táxi e hora extra para funcionários irem a ato de médicos na Paulista

Fábio Gomes, gerente operacional do Cremesp, enviou o seguinte email, na tarde de ontem, para a lista de funcionários da entidade:...

Fábio Gomes, gerente operacional do Cremesp, enviou o seguinte email, na tarde de ontem, para a lista de funcionários da entidade:

Senhores chefes, gerentes e funcionários,

Em virtude da mobilização geral dos médicos agendada para hoje (dia 3 de julho), às 16h00, na Associação Médica Brasileira (Rua São Carlos do Pinhal, 324), convocamos os funcionários interessados em ajudar na realização desta atividade extraordinária.

Os interessados deverão procurar os funcionários da Seção de Eventos que estão alocados em frente da Sede da AMB até às 16h00. Será concedida a utilização de boletos de taxi até a AMB.

Trajeto: O ponto de encontro será na Associação Médica Brasileira (Rua São Carlos do Pinhal, 324), de onde a passeata sairá, às 16h, rumo ao gabinete de representação da presidência da República, na avenida Paulista, 2163 ( esquina com rua Augusta; prédio do Banco do Brasil).

Solicitamos às chefias que dispensem os funcionários interessados em participar desta atividade extraordinária, bem como para disponibilizar boletos de táxi aos funcionários participantes.

As papeletas de horas extraordinárias pela participação deste evento deverão ser encaminhadas à Seção de Eventos.

Ou seja, a entidade pagou táxi, dispensou seus funcionários mais cedo e ainda se dispôs a remunerar com hora extra quem participasse da atividade. Fábio Gomes diz textualmente no comunicado da convocação que “as papeletas de horas extraordinárias pela participação deste evento deverão ser encaminhadas à Seção de Eventos”.

Muitos dos que participaram do evento carregando cartazes, xingando Lula e Dilma e os médicos cubanos na noite de ontem na Avenida Paulista não eram nem médicos e nem médicas. Mas funcionários das entidades representativas do setor. Você pode ter visto na Avenida Paulista escriturários, telefonistas, secretárias, administradores, motoristas usando jalecos brancos e/ou carregando cartazes.

O blogue procurou a assessoria de imprensa do Cremesp questionando se a entidade incentivou de alguma forma o ato dos médicos na noite de ontem. A assessora informou que, por decisão em assembléia, o Cremesp apoiou a manifestação. Indagada se isso significava que funcionários da entidade foram liberados e receberam horas extras para participar do ato, a assessora disse que não tinha essa informação.

A atitude do Cremesp pode não ser ilegal, mas no mínimo é bastante questionável.

Vale registrar que a Rede Globo realizou ontem uma empolgada cobertura do evento. Não falou que a manifestação ao parar a Paulista afetou o atendimento nos hospitais da região e nem que atrapalhou a circulação de ambulâncias. E mais do que isso, no Jornal da Globo os cartazes atacando Lula e Dilma foram a estrela da reportagem e ainda se registrou que havia 5 mil médicos na manifestação. Estive na Paulista e vi o ato. Com muita generosidade, não havia 2 mil pessoas ali. E agora, como se sabe, boa parte não era nem médico e nem estudante de medicina.

O debate sobre a saúde no Brasil não pode ser exclusivo de uma única categoria. Há muitos problemas no setor, mas um deles é  sim a forma como boa parte da classe médica brasileira se acostumou a atender apenas em áreas centrais. Além disso, é preciso moralizar o setor. Muitos administradores  dizem que têm que fazer vistas grossas para o uso de artimanhas por médicos que são contratados para prestar uma quantidade de horas de serviço e não cumprem nem 1/3 do combinado. Os que tentam enfrentar esses esquemas, são chantageados exatamente porque faltam médicos no Brasil.

Criar novas universidades nesta área é a melhor solução, mas demanda tempo. E as pessoas que estão doentes hoje não podem esperar. Por isso, abrir o país para receber mais profissionais desse segmento é uma iniciativa razoável. Outra, seria criar cursos de especialização para outros profissionais de saúde brasileiros em clínica geral. Exatamente o oposto do que os médicos querem. Eles defendem o Ato Médico, que impede até que um paciente tome uma vacina de uma campanha do governo se não passar antes por um médico. E que limitará a ação, por exemplo, de psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas, entre outros profissionais da saúde. O Ato Médico acaba de ser aprovado no Congresso por pressão dos médicos.

Não faz muito tempo, um esquema de uso de dedos de silicone foi utilizado por médicos de Ferraz de Vasconcelos para garantir a presença de médicos ausentes. O “incentivo” que o Cremesp deu aos seus funcionários para serem médicos por uma noite na Paulista é diferente do dedo de silicone. Mas ao mesmo tempo é a mesma coisa. É falsificar a verdade de uma manifestação.

PS: Após a publicação desta nota recebi a seguinte informação de um jornalista pelo Facebook: “Trabalhei na Associação Paulista de Medicina, recebíamos boletos de táxi e dinheiro para comer. Além disso, eram contratados figurantes para dar número. E a proporção era bizarra, apenas uns 30% de médicos, chutando alto.”

Veja abaixo o vídeo da Record com a denúncia do uso de dedos de silicone.

 

Ps: A assessoria de imprensa do Cremesp respondeu este post, por meio de nota, afirmando que o e-mail foi direcionado para os “funcionários normalmente envolvidos no suporte e cobertura de todos os eventos e atividades externas que contam com o apoio do Conselho”. Entretanto, no e-mail recebido pela Revista Fórum constava como destinatário uma lista de todos os funcionários da entidade.

Leia a íntegra da nota enviada pela assessoria de imprensa do Cremesp: 

Com relação à notícia “Cremesp paga táxi e hora extra para funcionários irem a ato de médicos na Paulista”, publicada no site da Revista Forum, informamos que o Cremesp foi uma das entidades promotoras e organizadoras do ato público que reuniu mais de 5.000 médicos e estudantes de medicina, no dia 3 de julho, juntamente com Conselho Federal de Medicina, Federação Nacional dos Médicos, Associação Médica Brasileira, Sindicato dos Médicos de São Paulo, Associação Paulista de Medicina e Associação Nacional dos Médicos Residentes.

Em mensagem de circulação interna, o Cremesp dirigiu-se aos funcionários normalmente envolvidos no suporte e cobertura de todos os eventos e atividades externas que contam com o apoio do Conselho.

Compareceram à manifestação do dia 3 de julho 14 funcionários do Cremesp, do departamento de comunicação e do departamento de eventos. A presença dos funcionários esteve relacionada exclusivamente ao exercicio profissional de suas atividades: apoio logístico a eventos e cobertura jornalística para os veículos de comunicação do Cremesp.

Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa do Cremesp, 4 de julho de 2013

(Post atualizado às 19h30) 

Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora e receba em seu endereço!

In this article

Join the Conversation

271 comments

  1. Márcia Figueiredo Responder

    Que horror! Ah que nível, meu Deus !

    1. ADRIANO Responder

      ACHO QUE ESSE BLOG SÓ PODE SER DE ALGUM PETISTA, QUERENDO MANCHAR A IMAGEM DE UMA ENTIDADE .
      BEM RASTEIRO ISSO, BEM BAIXO E SUJO. TIPICO DO PARTIDO SUJO VERMELHO!
      FORA PT! FORA SOCIALISMO DE MERDA!

      1. Julia Viegas Responder

        Caro Adriano,

        A questão aqui não é partidária. A foto revela um extremo mau gosto, desrespeito para com o ser humano, preconceito, elitismo e outras coisas mais.
        Fora empobrecimento da educação no Brasil! Fora grossura! Fora sujeira vestida de branco!

      2. Marcos Responder

        Na falta de argumentos, um ad hominem sempre cai bem…

      3. Fernando Responder

        Uai, quem é contra a “sujeira” de instituições como o PT não gosta de ver exposta a sujeira das instituições às quais está de alguma maneira ligado (nem que seja pela mera formação profissional)?

      4. Savanah Responder

        Nossa, que blog mais sem notícia!!! vc é petista??? tanta coisa acontecendo no país…pq vc não fala sobre a quantidade de impostos que pagamos e que nada vem pro povo brasileiro??kd investimentos na área da saúde, educação, infraestrutura portuária..o país tá caindo aos pedaços e vc com esta notícia sem pé nem sentido?? Mostra como está a realidade da saúde pública no país, o SUS, pergunta pra Dilma e para o Lula pq eles não se tratam no SUS? aliás, eles não deviam mais se tratar com médicos…pede pra eles procurarem outros profissionais….já que eles querem acabar com a Medicina? ( eu não sou médica mas venero a profissão de médicos e acho uma falta de respeito deste governo o que estão fazendo pq quem vai pagar o preço é a população carente !..

      5. Jaime Balbino Responder

        Acho que esse comentário só pode ser de algum coxinha, que faz vista grossa para médicos corruptos e entidades ainda mais salafrárias. Aí fica fazendo esses comentários babacas porque o grupo de malfeitores onde ele se inclui foi descoberto e exposto à luz do sol para queimar.

  2. Raquel Responder

    Qual laboratório farmacêutico que patrocinou essa passeata limpinha na Paulista, hein?
    Até me pergunto se esses médicos que são contra a corrupção e contra o PT (por acreditar que só existe corrupção nesse partido) são os mesmos que não dão recibo das consultas para sonegar impostos.

    1. Guilherme Responder

      Espero que você não precise do SUS. O dia em que precisar, você vai se arrepender por não ter apoiado a manifestação que não tinha como intuito o favorecimento da classe médica, mas da saúde como um todo no Brasil. Vocês são muito ignorantes e possuem mentes muito pequenas, com pensamentos de grandeza inversamente proporcionais aos de sua ignorância (se não entendeu, quer dizer que você é muito ignorante e pensa muito pouco). Torço pra que nenhum dos que apoiaram a vinda de médicos cubanos tenham que recorrer a eles, porque, se precisarem – ah, meus caros -, vocês estão na pior. Praqueles que pensam que a classe médica está com medo da concorrência, se é que se pode chamar disso tamanha a incompetência dos médicos que vem por aí, não estamos nem aí para eles. Médicos bons não temem médicos ruins; a má medicina deles fará a propaganda dos que são competentes e realmente confiáveis. Você tem um convênio? Você pode pagar consultas particulares? Então torça pra que na sua velhice você ainda tenha tudo isso. Cansei de ver no SUS pessoas desesperadas que perderam tudo por motivo de doença e tratamentos crônicos e que tinham previamente um conveniozinho ou uma certa condição financeira pra bancar consultas periódicas particulares. Por isso, pense bem antes de apoiar cubanos, porque eles SERÃO INEVITAVELMENTE OS SEUS MÉDICOS DO SUS EM ALGUNS ANOS. Tratem-se com eles. Deixem os médicos legitimamente brasileiros pros que apoiaram a nossa causa. Vocês que se danem com seus charutos cubanos.

    2. julie Responder

      Boa Raquel. Só quero ser atendida por Cubanos Médicos”

      1. Savanah Responder

        Eu acho q vc deve ser atendida só por médicos cubanos…é um promessa isto?? pq eu realmente estou torcendo por vc, querida!!

    3. francisco niteroi Responder

      Raquel

      Estou adotando o seguinte posicionamento: o Codigo Tributario Nacional diz claramente que nenhuma convencao particular pode ser oposta ao Fisco para reduzir tributo.

      Assim, mesmo sem recibo o imposto é devido.

      Pago e declaro no meu IR. A copia do meu cheque é o meu recibo. Em caso da Receita me pedir recibo porteriormente, encaminharei ao medico o pedido de recibo junto com o documento da receita. Quero ver ele negar.
      FAÇAM ISSO, CAROS COMENTARISTAS, DECLAREM POIS É O CORRETO. PAGAR O IMPOSTO ESTA ACIMA DE UMA OBRIGACAO ACESSORIA QUE É DAR O RECIBO.

      Nao compactuem com eles. Vcs estao vendo como eles sao.

      1. Renan Miranda Souza Responder

        Anexe também a receita caso eles não aceite cheque. Todo munda sabe que eles fazem isso em larga escala e por que o fisco não faz nada? Alguém está fechando os olhas ou mesmo ganhando algum por fora. Pense nisso!

      2. Paulo Soares Responder

        E desde quando vc paga por consulta?’ Vá contar outra!!! Kkkkkkk

    4. Edvaldo Responder

      Com essa iniciativa dos médicos, da pra ver o caráter dessas pessoas. O germe da corrupção já está ali e nem percebem. Imaginem a arrogância que esses médicos vão demonstrar quando estiverem com o controle da faca e do queijo na mão. O PT errou muito, apesar de melhorar a vida de milhões de brasileiros. Perderam se no labirinto do poder. Tomara que consigam trazer os médicos cubanos para o Brasil.

    5. José Artur Medina Responder

      Contrário minha flor, os laboratórios são contra o ato médico, a ideia é dar o diagnostico para enfermeira que fala “menas”.

  3. Raquel Responder

    Esses médicos que estão protestando contra o Lula e a vinda de médicos do exterior são os mesmos que atendem em suas clínicas particulares no horário em que deveriam estar fazendo Plantão???

    1. Guilherme Responder

      Pelo jeito você não sabe de nada mesmo, o que prova a sua ignorância. Caso você não saiba, plantão é um esquema de trabalho totalmente diferente daqueles realizados em atendimentos ambulatoriais. Não sei nem se adianta explicar, porque a complexidade deve ser muito grande pro seu nível intelectual, assim como grande parte da população brasileira, alienada de sua própria realidade infeliz.

  4. Mario Lobato Responder

    Olha só Rovai, acho que caso a gente leve ao limite, a atitude do CREMESP pode sim ser taxada de ilegal. Afinal, os Conselhos de Classe são PÚBLICOS (salvo engano, são “autarquias”) entidades que recebem DINHEIRO PUBLICO. Pagar hora extra para quem não vai trabalhar? Pagar deslocamento em taxi para alguém que nnao está executando tarefa regular em serviço?
    De qq forma, aposto que o Conselho Fiscal (composto por confrades) vai aprovar as contas…

    1. Marcelo Rocha Responder

      Os conselhos são financiados exclusivamente pelos seus associados. Informe-se melhor.

      1. Luciana Responder

        Desculpa, mas não… O CREMESP é uma autarquia federal. Assim, ele não possui ‘associados’ e sim filiados – é obrigatória a inscrição no Cremesp – uma entidade fiscalizadora e reguladora – para exercer a medicina.
        Assim, eles não são financiados pelos médicos. São uma personalidade jurídica de direito público e tem, dentre suas funções, a de defender a população.
        Esse desvio de verba é sim ilegal.

    2. Ana Responder

      Parabéns pela matéria tendenciosa! Pra variar, é fácil demais manipular esses anencéfalos que leêm essa matéria. hahaha

    3. Carol Responder

      O dinheiro do cremesp não é público, é fruto de taxa anuidade colhido de cada médico. Informe-se antes de falar besteira como o próprio autor desse texto.

    4. Nadia Responder

      Caro Mario!
      Os Conselhos de Classe são sim Autarquias, porém você está equivocado quanto a forma de arrecadação de uma autarquia.
      Uma autarquia não visa lucro, e sim à administração pública em geral (descentralização). Seu PATRIMÔNIO E RECEITA PRÓPRIOS, porém, tutelados pelo Estado. O Decreto-Lei nº 200 de 1967, no seu artigo 5º, inciso I, define autarquia como “Serviço autônomo criado por lei, com personalidade jurídica de direito público, patrimônio e receita próprios, para executar atividades típicas da Administração Pública, que requeiram para seu melhor funcionamento gestão administrativa e financeira descentralizada”.
      Podemos dizer que é uma forma do Estado especializar a execução de uma determinada atividade, por exemplo os Conselhos de Classe (Medicina, Farmacia etc), para que o estado não tenha que contratar, treinar, especializar, etc. profissionais para a fiscalização destas profissões ele cria uma autarquia a ser administrada pelos próprios profissionais, com patrimonio próprio (proveniente das anuidades dentre outras taxas) e autonomia de gestão.
      Outros exemplos de autarquias são: Banco Central, UFRJ, CBMERJ, INSS, ANATEL, ANVISA.
      Espero ter esclarecido que nesse caso o dinheiro não é nosso.

    5. Luis Eduardo Responder

      Errado. É uma associação, os salários dos funcionários são pagos e auditados pelos representantes dos próprios sócios.

    6. Luis Eduardo Responder

      Errado. É uma associação, os salários dos funcionários são pagos e auditados pelos representantes dos próprios sócios.

    7. Roberto Responder

      o numero de medico no Brasil é superior ao preconizado pela OMS. No entanto a maioria desses estão no serviço privado, por diverso motivos:
      O Serviço publico paga muito mal, e ainda desestimula os profissionais a trabalharem, com o intuito de esvaziar as unidades, como acontece em todos hospitais públicos da zona norte de São Paulo.
      Se os médicos fazem algum esquema para dignificar seu trabalho prestado nessas unidades, em que tudo falta ou funciona mal, e com a conivência de suas chefias, são assediados por algumas chefias e ameaçados pela população.
      Que o Lula faz mal a todo povo brasileiro, o mundo inteiro sabe. Mas ele conseguiu um poder que esse mesmo povo imbecil lhe deu, e com isso, e todo roubo que já fez, se mantém mais poderoso ainda. Alguém ainda duvida que ele desconhecesse o mensalão?
      Sou a favor de Pena de Morte para crime hediondo.. Agora que corrupção é também assim considerado, o Lula deveria ser condenado. Todos sabem que o Lula se aproveitou dessa deficiência ( que não duvido que tenha sido auto infligida) para receber aposentadoria e inúmeros outros benefícios. Com certeza a indignação da medica não é contra os deficientes, e sim contra o Lula. Mas no Brasil, tem-se o péssimo habito de generalizar tudo, de forma a favorecer esses bandidos no governo. Quem for a favor disso, que vá viver sob o jugo de Morales…

    8. margot fetter costa Responder

      Os CONSELHOS recebem dinheiro dos MÉDICOS e REPRESENTAM o médico, sendo LEGÍTIMA TODA A MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DA CLASSE MÉDICA contra os abusos que esta vem sofrendo, pela DIGNIDADE MÉDICA E PELA QUALIDADE DO ATENDIMENTO MÉDICO !!!

      Margot Fetter Costa
      CREMERS 12522

    9. Renata Responder

      É muita burrice…desde quando conselho de classe recebe dinheiro publico?

      1. Edvaldo Responder

        Não é burrice, é só falta de informação. Mude o linguajar, ensina-se melhor.

  5. Cid Carneiro Responder

    Valeu Rovai, assim as máscaras vão caindo, uma a uma – no blogosfera, claro, pq na mídia grande…

  6. gisele Responder

    O ÚNICO PAÍS ONDE A CLASSE MÉDIA E A IMPRENSA QUEREM DERRUBAR UM EX PREXIDENTE!! HAHAHA

    1. CECILIA Responder

      kkkkkkkkkkkk…verdade!! Quanta idiotice!!

    2. Cristiane Almeida Responder

      Único nada!!! Venezuela e muitos outros estão aí pra mostrar como a mídia tradicional tem interesses políticos muito específicos e perversos.

    3. Mônica Pasqualoto Responder

      Classe média que só aumentou de patromônio graças ao próprio Lula!!!

      1. Savanah Responder

        Que eu saiba, quem aumentou o patrimonio no governo Lula foram os banqueiros, sim , aqueles que o Lula sempre atacava..e que agora batem recordes de fortuna!! O Lula que agora é da elite!!

  7. Mães de Maio Responder

    ESTAMOS JUNT@S C/ AQUELES MÉDICOS E PROFISSIONAIS DE SAÚDE Q LUTAM REALMENTE POR MELHOR SAÚDE PÚBLICA P/ TOD@S!

    Mães de Maio da Democracia Brasileira

    Estamos junt@s com tod@s Profissionais de Saúde que lutam, efetiva e cotidianamente, trabalhando e reivindicando, por uma Saúde Pública, Gratuita, de Qualidade, e Acessível para Tod@s.

    Dentre as propostas feitas ontem pelo Conselho Federal de Medicina – CFM (http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=23912%3Acarta-aberta-aos-medicos-e-a-populacao-brasileira&catid=3) achamos justo e legítimo @s Médic@s e Profissionais de Saúde lutarem, com o nosso total apoio, por:

    – Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e por uma Medicina de Qualidade para tod@s;

    – Aumento do Investimento Público em Saúde Pública, avançando sobre maior porcentagem da receita bruta da União;

    – Plano de Interiorização de Médicos Nacionais para cidades / regiões mais carentes de serviços públicos,em especial de saúde;

    – Melhores condições na carreira pública de Médicos E também demais Profissionais de Saúde;

    – Melhor Estrutura e Melhores Condições de Trabalho, incluindo equipamentos para Exames e Diagnósticos, além de Remédios e demais suportes a Medicações, e Assistência Psicológica também -sobretudo para @s profissionais que atuam na emergência e/ou áreas mais críticas;

    – Aumento e Melhoria do Controle Externo, Vistorias e Fiscalizações dos Serviços Públicos, exigindo constante aprimoramento do atendimento (incluindo o devido cumprimento das escalas médicas no serviço público);

    – Combate à Corrupção, Desvio de Verbas e de Finalidades do Dinheiros Público destinado à Saúde Pública, este Direito Humano mais Fundamental;

    POR TUDO ISSO TAMBÉM LUTAMOS E APOIAMOS SEMPRE AQUELES PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE SE EMPENHAM POR ESSES PONTOS!

    Agora, quanto ao tema da “importação de médicos estrangeiros” (assim chamada pelo Conselho Federal de Medicina), deve-se admitir e colocar como um problema EMERGENCIAL a falta de Médicos e demais Profissionais de Saúde SIM, em várias regiões do país (sobretudo Norte-Nordeste, Interior Rural e Periferias das grandes cidades)!

    NADA justifica, portanto, os obstáculos criados pelo corporativismo dos médicos nacionais para dificultarem a vinda de médicos (e demais profissionais de saúde) estrangeiros capacitados, de onde quer que sejam, para ajudarem no atendimento em áreas prioritárias e carentes do país! NADA justifica a reserva de mercado, os diversos obstáculos burocráticos colocados pelo Conselho Federal de Medicina, mercantilizando um Direito Humano fundamental que é a Vida, a Saúde e o Bem-estar da população!

    Um médico / profissional de saúde presente no bairro/campo, mesmo sem a estrutura ideal (pela qual nós também lutamos) já faz toda a diferença numa comunidade carente! Se estes profissionais estão dispostos a trabalhar mesmo com a estrutura precária atual (com orientação popular e saúde preventiva, por exemplo), onde não há médicos brasileiros atualmente, por que impedi-los? Só muita insensibilidade para não se admitira carência emergencial de mais médicos para se diminuir as filas quilométricas (física e temporalmente), além da precariedade de atendimento por faltas de profissionais em diversas regiões. Dá para imaginar o quê significa 6 meses de espera para consulta com Oncologista?! Dá para imaginar o quê significa chegar com filho gravemente ferido num hospital e não ter ninguém pra fazer atendimento emergencial? Quem segue pagando em vidas o preço desse corporativismo absurdo é a população totalmente desassistida de saúde, como sempre…

    Estamos, como sempre, pelo Certo, pelo Justo, com @s Verdadeir@s!

    ‎#EmDefesaDoSUS
    ‎#SaúdeSemFronteiras
    ‎#PeriferiaPorMAISMédicos
    ‎#SaúdePúblicaGratuitaDeQualidade

    1. Luis Eduardo Responder

      E qual é seu parâmetro e sua definição de ‘capacitado’ ?
      A mesma que você tem de ‘doente’ ? Sem nenhum parâmetro objetivo pra julgar?
      Ou seu “olhar social” da saúde não é técnico. É político ?
      A sua visão pra contratação de um profissional de saúde é SUPERFICIALMENTE POLÍTICA.
      E você chama o único exame demonstrativo disponível da real capacidade do profissional de OBSTÁCULO PRA DIFICULTAR A VINDA…
      Volta pro seu quarteirão que deve ter uns doentes, umas crianças e uns velhinhos pra você ajudar e você não faz é nada !!

      1. Marcos Responder

        “A sua visão pra contratação de um profissional de saúde é SUPERFICIALMENTE POLÍTICA.”.

        E a sua é estritamente técnica…

        Fácil desqualificar a opinião alheia como política ao passo que faço a minha de técnica.

    2. José Artur Medina Responder

      Não há corporativismo, ninguém os proíbe de trabalhar, basta passarem em uma prova. Médicos espanhóis e portugueses não tem dificuldade para fazer esta prova.

      1. Edmar Responder

        Pra que prova? Os palhaços e palhaças que estavam protestando não passaram nas provas dos CRM e mesmo assim praticam! Qual a diferença? O Passaporte?

      2. suely C Turley Responder

        Basta passarem em uma prova? como são cínicos!! aí REPROVAM aos que supostamente “não são conveniente” pela categoria…não é? essas jogadas são antigas e ultrapassadas. os “doutores e doutoras” de aneizinhos de formatura no dedo e que discriminam ao POVÃO, podem continuar sem problemas em seus consultórios luxuosos. TEREMOS AOS CUBANOS, ESPANHÓIS E PORTUGUESES para fazerem o TRABALHO SUJO que muitos de vocês não querem fazer. Digo “muitos” porque existem muitos médicos dignos aqui no Brasil também.

        1. José Artur Medina Responder

          Só virão os cubanos que estão desesperados. Quando observarem ao que vão se sujeitar vão embora como fizeram no passado.

    3. Maria Medeiros Responder

      Eu duvido que eles estão lutando por um SUS de qualidade, pois são eles que não querem que o SUS funcione e não querem que outros profissionais de saúde atendam a população sem autorização deles. Em quem confiar?

      1. suely C Turley Responder

        Claro que esses “doutores e doutoras” não querem o bom funcionamento do SUS! pois se o SUS funcionar devidamente, eles certamente perderão muitos clientes!! Foi o que aconteceu em outros países!!

    4. José Artur Medina Responder

      O governo quer baratear, e oferecer um serviço de segunda linha para pobre; e conta com pessoas que apesar de se auto titular de esquerda, não se importa que sejam atendidos por pessoas sem qualificação alguma. E pior não se importam em “quebrar galho” com a vida de crianças.

    5. karina medaglia Responder

      interessante e conflitante sua opinião, primeiro fala dos profissionais estrangeiros que estejam dispostos a trabalhar mesmo com estruturas precárias e depois fala do significado de espera de seis meses por uma consulta com oncologista, vc acha mesmo que virão especialistas , e acha também que um oncologista numa consulta cura um paciente com câncer? que ele não precisa de uma estrutura de laboratório, exames radiológicos e hospitalar?

  8. Myla Conor Responder

    Se eu fosse médica, teria vergonha desses “representantes” e dessa “classe” aí.
    Que nível baixo, viu!
    Ganhou em disparada o troféu de passeata mais coxinha de todas.

    1. Gabriel Responder

      Um comportamento de exceção. Assim como em qualquer passeata partidária, a mídia escolhe a foto mais ofensiva para manipular um ponto.

    2. Guilherme Responder

      SE fosse médica. Você não tem capacidade pra isso (e ainda bem). Se quiserem saber, a maior parte dos representantes na manifestação eram médicos residentes do estado de São Paulo, contando com a participação de médicos assistentes e inclusive de professores titulares das principais universidades de São Paulo e arredores. Vocês, que são um bando de restritos mentais, servos de novelas da Globo e BBB, sem crítica do que ocorre em seu próprio País, merecem realmente serem tratados por cubanos. Daqui a alguns anos, quando eles estiverem atuando no Brasil e vocês perceberem como eles são “capazes”, vocês vão começar a perguntar ao médico com quem se consultarem em que faculdade eles se formaram e se eles são daqui ou se são médicos importados. Agora vejo: cada um tem o médico que merece. Você merece um cubano.

      1. Frank Responder

        Esse Guilherme é o mais preconceituoso de todos. Isso é claro sinal de burrice, de incompetência… É mais um moleque filho da classe média, mais um moleque leite com pera. Mas esperar o que de uma classe profissional que conclui uma graduação e se auto proclama DOUTOR.

    3. Paulo Soares Responder

      Ainda bem que vc nao e medica… Deus sabe o que faz!!!

    4. José Artur Medina Responder

      Nisso vc tem razão.

  9. Arnaldo Costa Responder

    Esses coxinhas, Home Simpson do Bonner, não têm o menor senso crítico mesmo. São um bando de papagaios de pirata da grande imprensa. Massa de manobra do #PIG e dos demotucanos corruptos. Essa médica de merda está elogiando o Lula? Deve ser sadomasoquista e por isso gosta não só de um dedo no C#*! mas da mão inteira. Falta discernimento. Vivem em um mundo de faz de contas criado pela grande imprensa e não conseguem enxergar o quanto o país evoluiu com a democratização da saúde, educação e outras áreas. Egoístas. Estão com medo da concorrência? Terá espaço para todos. Mesmo porque, a demanda é muito maior do que a oferta.

    1. Gabriel Responder

      Sua falta de educação só te coloca no mesmo nível da médica que o senhor critica, Sr. Arnaldo.

      Todo esse seu discurso é idêntico ao da mídia global. Um segundo de reflexão pode levar o senhor a perceber que talvez um médico precise ser avaliado antes de exercer sua profissão. Já lutamos por isso há muitos anos para os próprios formados no Brasil. Apenas queremos que os estrangeiros continuem sendo submetidos à uma avaliação, que é, aliás, menos exigente que a de outros países como Canadá e Austrália.

    2. Guilherme Responder

      Concorrência onde? HAHAHAHAHAHAHAHA PIADA!!!!

  10. Clodoaldo Damasceno Responder

    Olhem o absurdo que aconteceu aqui em Natal/RN. Um publicitário foi ameaçado por um médico, por publicar no Twitter opinião contrária ao movimento. Vejam no link o nível do absurdo a que chegamos. O Conselho Federal de Medicina pode fazer alguma coisa?

    http://www.cartapotiguar.com.br/2013/07/04/um-dia-vai-precisar-da-gente-e-vou-lembrar-de-sua-linda-fisionomia-diz-medico-a-publicitario-natalense/

    1. Gabriel Responder

      Não só pode como vai. A conduta desse colega é inaceitável.

  11. luiz valdi de araujo Responder

    ESSES MÉDICOS SÃO UNS PLAYBOYZINHOS DE MERDA, FILHINHOS DO PAPAI QUE QUEREM GANHAR DINHEIRO DO GOVERNO SEM PISAR NO TRABALHO E, NO MESMO HORÁRIO, ATENDE EM CLINICAS PARTICULARES… CADÊ A ÉTICA? CADÊ A HONESTIDADE? CALHORDAS!!!

    1. Fernanda Responder

      Parabéns, vc acaba de ser manipulado por uma matéria ridiculamente tendenciosa.

    2. João Responder

      Você é um grande babaca. Por acaso você têm algum médico na família? Conhece algum de perto?
      Se conhece, eu sinto muito por você, porque deve conhecer uma parcela bem pequena e daqueles que não tem grandes qualidades.
      Infelizmente isso existe em qualquer profissão, mas eu te garanto, que a maioria dos que eu conheço e que trabalham no SUS são excelentes profissionais e lutam pela saúde da população, apesar das dificuldades.
      Desejo que você tenha mais sorte da próxima vez, e não caia nas mãos de nenhum cubano, ou pseudo-cubano, afinal, você pode não resistir.

      1. Edvaldo Responder

        Caro João,
        A indignação do Luiz não é infundada, talvez porque essas coisas não apareçam para você ou não deixam chegar a você.
        Desculpe, mas você comete o mesmo erro dos governantes, não quer ver que onde tem fumaça tem fogo.
        Concordo que tem muito médico bom assim como tem os ruins e todos estão sujeitos à ganância. Eu por exemplo admiro os profissionais do IBC, mas em caso de emergência quem está ali pelo SUS é de chorar, e é só pobre que fica naquela situação, pois na época, que podia pagar usava o setor particular. Sabe o que é ter uma doença te corroendo e não conseguir um atendimento por falta de médico? Ou para conseguir um você tem que desembolsar tudo o que economizou em anos, e não é mil dólares não, é pra casa dos cinco a dez mil dólares para uma cirurgia de emergencia particular. Por isso, você não deveria denegrir a imagem dos médicos cubanos, são seus colegas e se não tivessem competência Cuba seria um desastre neste setor, e não é o que se divulga. Os cubanos só tem a ajudar, são temporários, vai ser uma troca maravilhosa profissionalmente, conhecer o outro lado.
        A CLASSE MÉDICA DO BRASIL NÃO ESTÁ AMEAÇADA, MAS A VIDA DOS POBRES BRASILEIROS ESTÁ E MUITO.
        Do que adianta essa vitória de vocês pela não vinda dos médicos cubanos se os tantos que eles poderiam salvar vão estar enterrados? A dor dessas famílias não vai chegar a nem um de vocês, garanto, e se chegar vocês vão ter um antidoto para não sentir essa dor.

        1. Edvaldo Responder

          É IBCC e não IBC como escrevi. Desculpem a falha.

      2. suely C Turley Responder

        Pois eu já fui atendida por médicos cubanos, e serei novamente atendida sem nenhum medo! fui atendida com muito respeito e dignidade. OLHA PESSOAL, RECOMENDO!!

    3. José Artur Medina Responder

      Sem argumentos você vira um fascista.

  12. Francisco Dantas Terceiro Responder

    Que matéria tendenciosa da porra. O que importa se eram médicos, gari, secretarias protestando? Tem mesmo que ir pra rua e manifestar contra esse governo que desvia o nossos impostos e que deveriam ser aplicados em uma saúde e educação de qualidades.

    1. Alvaro Responder

      O senhor não entendeu nada… Ou entendeu…

    2. Ricardo Responder

      Entendo seu ponto mas vamos pensar o seguinte. Quando foi a ultima vez que seu chefe te dispensou pra lutar pelos seus direitos? E falando que você ia ser pago? E contrario a vinda de novos profissionais? Vamos lembrar que teve uma pesquisa ainda ontem falando sobre a classe médica ser a com melhores salarios e maior escassez – quanto tempo leva pra termos mais médicos? Essa manifestação é do interesse dos médicos ou dos “chefes dos médicos” ? Quem administra o dinheiro que o governo federal da é o governo do Estado – e em São Paulo (area da Cremesp) existe uma greve de hospitais estaduais já a 40 dias, e o Hospital das Clinicas (aonde trabalho) não aderiu – mas ontem dispensou seus médicos pra participar. Por que contra o Alckmin não aceita mas contra médicos cubanos permite (e paga) pra participar? Percebe algo suspeito?

    3. Flavio Responder

      Concordo com você Francisco!!! Tendenciosa!!!! O problema maior é que pessoas formam sua opinião através de uma única reportagem e sem querer entender o outro lado.
      Não sou médico mas procuro ouvir os dois lados antes de sair falando qualquer coisa. Existem bons e maus profissionais em todas as áreas!!! Porém, o fato é que toda generalização é burra!!!!

    4. sergio Responder

      cada coisa no seu lugar… o que é de César que se dê a César.

    5. Juliana Responder

      Desvia seus impostos pra onde? Para política de habitação? Para programas sociais redistributivos? Para políticas públicas que buscam reduzir as desigualdades sociais? Procure informações por fontes além da televisão, das revistinhas nas bancas ou ‘do jornal mais lido do país’, opinião política não admite achismos. Contra desvios, sim. Procure saber, junto ao TSE quais são os partidos envolvidos em esquemas de corrupção.

  13. amarildo de jesus valle Responder

    esses, são o tal de povo educado, fazer o que , uma íngua dessa, nem sabe o que ta fazendo em manifestação, uma pessoa dessa deveria ser considerada traidores da pátria , olha que tipo de médico que nós temos,depois ainda querem falar dos cubanos , isso é pura inveja , porque se os caras caírem nas graças do povo brasileiro ai, um abraço pra esses andó.

  14. Julio Responder

    A APM que congrega mais de 50 mil médicos no Est de SP é dominada por políticos do PFL e depois DEM há décadas. Tem como prioridade, também por décadas, o combate aos novos cursos de Medicina.

    1. João Responder

      O combate aos novos cursos de Medicina se dá pelos mesmos motivos que o combate à contratação de médicos estrangeiros sem revalidação de diploma, ou seja, a regularização de maus profissionais para o atendimento das pessoas mais pobres.
      Ou você acha que o Sírio-Libanês vai contratar algum cubano ou algum desses médicos formados em faculdades que sequer possuem hospitais para o estudante poder estagiar? E aonde serão tratados os deputados, senadores, ministros, senhora Dilma e senhor Lula?

    2. José Artur Medina Responder

      Como vc é ingênuo! Os novos cursos não tem vestibular, custam 5000 ao mês, só rico cursa, e não se arriscam a trabalhar em PS, não tem formação nem necessidade para isso. Formar médico custa caro, porém menos caro que o Trem Bala.

  15. JOÃO PROTA Responder

    A população carente não merece esse tipo de gente prestando-lhe assistência médica.

    1. Guilherme Responder

      É. Merecem os cubanos.

    2. João Responder

      Agora sim, alguém falou a coisa certa.
      Merece ser tratada por um bando de médicos que não tem conhecimento técnico suficiente e que por isso é contra a realização da prova de revalidação do diploma.
      Quem sabe não morrem todos e o país acaba de vez com a pobreza? É isso que o PT quer.

      1. José Artur Medina Responder

        A pseudo esquerda é foda!

  16. Djijo Responder

    Manda essa informação lá pra Dilma, ou melhor, entrega pessoalmente pois se passas pelas mãos de um certo ministro, vc pode até ser preso.

  17. Caio Toledo Responder

    Nojo!

  18. Ellis Responder

    É por essas e outras que mesmo pagando, mesmo tendo plano de saúde a gente espera horas e horas por um péssimo atendimento…
    Bando de babaca autoritário se pelando de medo da concorrência… Por mim pode vir médico até da groelândia, qq coisa é melhor do que uma pessoa como essa médica segurando um cartaz desse tipo!

    1. Gabriel Responder

      Espero sinceramente que a senhora não se arrependa dessas palavras. Trazer qualquer profissional do exterior sem ser devidamente avaliado quanto ao seu conhecimento é perigoso. Não pra mim, pois sou especialista e trabalho na área acadêmica. Mas para a senhora, para a minha família e meus amigos.

      Não somos contra estrangeiros. Somos contra traze-los sem qualquer avaliação de suas capacidades.

    2. João Responder

      KKKKKKKK
      Medo da concorrência? Não seja ridícula.
      Não existe concorrência quando o número de vagas é maior que o de candidatos.
      Estamos protestando contra a contratação de médicos de péssima qualidade, e que por isso não querem passar pela prova de revalidação de diploma.
      Só espero que você não caia nas mãos de nenhum deles. Já morre muita gente por aí devido a erro médico.

  19. Eliana Rocha Responder

    Que comentário preconceituoso e de mau gosto da médica que protestou na paulista. Será que ela trata com essa discriminação absurda pacientes portadores de deficência?

    1. Alvaro Responder

      Ela nem médica deve ser…

    2. Marcia Responder

      Com certeza não. Mas não estamos falando de deficiente, não é verdade? Deficiente, no meu pobre e insuficiente conhecimento de medica não-cubana é aquele que perde algum dedo da função de pinça em mão útil…..ão é isso?

  20. vanessa Responder

    Tu demonstraste ser de uma ignorância enorme. Antes de escrever sobre um assunto informe-se melhor. Especialização para ser clínico geral? Copiaste a ideia do ditadorzinho da ilha da fantasia? Receita para vacina? Quando estiveres doente, consulte um enfermeiro.

  21. Geraldo A Pereira Responder

    Prefiro médico cubano a brasileiro reprovado no exame do CRU.

    1. Paulo Soares Responder

      Então cancele teu plano de saude, babaca!!

    2. Savanah Responder

      Por favor, vou lhe dar o mesmo conselho, lute pelo que vc acredita..nunca se trate com médicos brasileiros..vá logo e procure outro profissional…se a sra um dia tiver câncer.. ( claro q não estou desejando isto para a sra, né?).outros profissionais poderão atendê-la , que não sejam os médicos brasileiros q a sra não gosta……peça logo um enfermeiro…..um terapeuta holistico..pode ser um profissional destes curandeiros pai de santo…tem tanta alternativa…a sra não precisa ficar estressada…a sra nunca vai ser obrigada a se tratar com um médico brasileiro…se a sra paga plano de saúde , nem perca seu tempo….não jogue dinheiro fora pq a chance de colocarem a sra para ser tratada por médico brasileiro é enorme, va no SUS onde tem uma super infraestrutura….o PT investiu todos os nossos impostos nestas redes públicas que contam até no interior do nordeste com equipamentos decentes……a sra pode usufruir de todo conforto e pedir para ser tratada c outro profissional da saúde…..ou se a sra tiver um surto psicótico decorrente de uma úlcera….nossa, nem to desejando isto p sra…..a sra não peça médico…peça um psicológo pq assim ele já vai tratar sua úlcera, pedir endoscopia…fazer o diagnóstico da inflamação causando o surto psicótico……faz isto, a sra merece, do fundo do coração, torço pela senhora!!

      1. Savanah Responder

        Inclusive, dou os mesmos conselhos para o dono do blog !!! as pessoas tem que ter coerência né? pq na boa veiiiii, dono do blog…vá logo e procure um profissional ou cubano ou um não médico….torço pelo sr!!

  22. Evaristo Responder

    Bem ordinária essa médica que está com o cartaz, hein! Onde ela estudou medicina, naquela casa fechada na gestão passada na cidade de São Paulo?

    1. José Artur Medina Responder

      O fato dela ser estupida não tira o motivo de sua indignação.

  23. Saúde fail Responder

    Compreende-se a população por sentir medo dessa gente que se diz “profissional”. As fraudes no setor público da saúde, além dos crimes cometidos por questões financeiras (atendimento do SUS pago por grávidas, mortes inexplicáveis e sumiço de órgãos, fraude de ponto etc etc etc etc escândalo do Hospital de Sorocaba, Campinas (contraste errado)) devem ser punidos. Chega de impunidade e falta de transparência no setor corrupto da saúde!! Lembro da entrevista durante as manifestações dada por um cidadão: ‘O medo é entrar no hospital com dor de cabeça e sair sem a cabeça’, esse é o nível desses “profissionais”

    1. marcia Responder

      Alguem já questionou com tanta veemencia o Bolsa Familia? Sabe, tive a oportunidade de ter como função a avaliação de crianças do Bolsa e muitas daquelas familias não sabiam o motivo da avaliação porque sequer sabiam que tinham o cartão e nem que existia uma lista onde o nome deles constava como Bolsa pago a cada mes já há um ano…….OPS!!!!….então quem recebeu e em que nivel???…..não deveriam questionar a CEF?

    2. José Artur Medina Responder

      Com este argumento poderíamos fechar a Petrobrás!

  24. João José de Oliveira Negrão Responder

    Ah, Renato, como vc é chato. O que aconteceu foi o seguinte: era para ter mais médicos, mas o problema foi que muitos assinaram o ponto, mas não compareceram à passeata. É a força do hábito… hehehe

    1. Carlos Responder

      Muitos só mandaram o dedo, de silicone é claro!

  25. Helder Responder

    Rasteiro!

  26. Patricia Wagner Responder

    Boa tarde. Sou médica e estive na manifestação que aconteceu aqui em Belo Horizonte, cidade onde resido e trabalho, ontem. Concordo que não há como não questionar o oferecimento de “incentivos” para a adesão às manifestações por parte do órgão, mas ficou difícil concordar com qqr outra afirmação deste texto… É claro que na classe médica existem os “espertalhões”, os “jeitinhos”, os que recebem sem trabalhar… infelizmente esse é um hábito de muitos brasileiros, seja qual for sua área de atuação. Mas, a maior parte de nós, assim como nas outras áreas, honra o seu diploma arduamente conseguido. A grande maior parte de nós realmente trabalha 3 ou mais empregos, realmente cumpre aproximadamente 70 a 90 horas de trabalho semanais e a imensa maioria foi às ruas ontem para exigir melhorias para A SAÙDE no Brasil. Não é possível garantir bom atendimento à população se os responsáveis por esse atendimento não são devidamente pagos, trabalham sem poder exercer a profissão aprendida na faculdade por falta de condições e gestão. Assim como é impossível garantir educação de qualidade, quando nossos professores são tão mal remunerados. E essa manifestação não era para ter sido de médicos apenas, era para ter contado sim com o apoio da população que carece de melhor atendimento médico-hospitalar, mas a mídia não fala a língua dessa imensa maioria…
    Não somos contra a vinda de médicos estrangeiros sem revalidação por medo de concorrência. Somos contra oferecer serviço de qualidade duvidosa às populações mais carentes que não têm como se defender ou entender o que está acontecendo… Somos contra responsabilizar os médicos brasileiros pela vergonhosa situação da medicina no país, isso sim.
    Tentamos pedir a todos os outros profissionais da saúde que se unissem a nós nessas manifestações, mas estrategicamente, depois de 11 anos tramitando, o PL do Ato Médico foi votado exatamente agora e nos vimos, mais uma vez, sozinhos nessa luta. Quanto ao Ato Médico, acho que o sr. Renato Rovai não o leu, ou não o entendeu… O Ato é a REGULAMENTAÇÃO da profissão. Cada uma das outras áreas de saúde já tem suas normatizações e o Ato não limita aquilo que já é definido para cada um delas. Ou seja, aquilo que a regulamentação da enfermagem diz que é papel dela, ela continuará exercendo e assim por diante… O que ele limita são os charlatões que tentam se passar por aquilo que não são. E, se o senhor acha que 2 anos de “cursinho de especialização” substituem 6 anos de curso de medicina + 3 anos de residência em clinica médica, o senhor talvez nunca tenha realmente precisado de um clínico. Sinto muito que a mídia e a população não consigam enxergar essa imensa maioria… Sinto muito que vcs nos vejam como mercenários preguiçosos e individualistas. Sinto muito, por nós e por vocês.

    1. Savanah Responder

      Dra, não perca seu tempo com o povo daqui…..eu , de coração , torço e aconselho que eles se tratem com os cubanos….ou profissionais não médicos….se tiverem alzheimer, AVC, Esclerose lateral amiotrófica…surtos psicóticos decorrentes de inflamaçao….quando tirarem uma verruga ( q pode ser um melanoma mas o profissional não médico vai saber diagnosticar, claro)….realmente eu torço p que estas pessoas procurem um profissional não médico para se tratarem….torço por vcs!!! vcs merecem tudo de melhor da não medicina!!

  27. Ana Carolina Responder

    Quem defende de olhos fechados a vinda é porque não sabe o quanto é duro ver chegar um paciente com um corte e você não ter ao menos a linha para fazer a sutura. Não sou contra o aumento de vagas em faculdades a vinda de mais médicos. Pelo contrário, sou até a favor, se isso vier acompanhado da melhora na infraestrutura. Faltam macas, medicamentos, linha para sutura, como já disse, e, às vezes, até soro fisiológico!

  28. Everton Responder

    Sou fisioterapeuta, formado há 5 anos e totalmente a favor da vinda de estrangeiros pra atender a população! Antes, defendia que só após fazerem o exame REVALIDA é que poderiam vir. Agora, já não defendo mais esta idéia. É tanto idiota defendendo essa idéia imbecil da vinda de estrangeiros, como esse blogueiro PTista que escreveu essa reportagem, incapazes de perceber a gravidade que tal ação oferecerá à população, que já sou a favor da vinda deles! Mas não pq concordo com a idéia, pq mudei de lado, mas só para ver o estrago que tais médicos causarão em mtas famílias! ACORDA BRASIL… ATÉ O PARAGUAI REJEITOU ESTES MÉDICOS QUE A DILMA QUER TRAZER! Muitos deles tem seus cursos de graduação inferiores aos cursos de enfermagem aqui do Brasil!
    Ah, quanto ao Ato Médico, só quem não leu o PL pra falar essas asneiras de que haverá interferência em outras profissões da saúde, o que já era de se esperar, em função do alto índice de analfabetismo funcional que temos no Brasil! Eu li e posso afirmar com toda certeza que não me senti prejudicado! O ATO MÉDICO APENAS REGULAMENTA A PROFISSÃO MÉDICA, a única da área da saúde sem regulamentação até hoje!

  29. camila Responder

    Nunca vi tantos absurdos juntos em um só post. Você por algum acaso é médico?? Me desculpe mas você não tem embasamento pra discutir sobre a estrutura que o sus nos fornece pra atender os pacientes. Você pelo visto não vive isso.
    No Brasil hoje temos mais de 400 mil médicos atuando. Por ano formam-se 13 mil médicos nosso país. NÃO FALTAM MEDICOS.
    O que falta e estrutura para podermos exercer nossa profissão com dignidade. Não somos contra a vinda de médicos estrangeiros, eles tem todo o direito de exercer a medicina em outro pais, CONTANTO que passem pela prova de revalidação. Mas entenda, a vinda de novos médicos não mudará VELHAS ESTRUTURAS. Somente colocará médicos com formação duvidosa para tentar atender pacientes sem recursos.
    Outro ponto importante seria você ESTUDAR MINUNCIOSAMENTE o que significa o ATO MEDICO. Pelo visto você está entendendo como se os médicos a partir de agora estivessem impedindo a atuação das outras profissões. NAO E ISSO.

    1. Savanah Responder

      Ah, nem eu, inclusive. torço p que todos aqui q odeiam médicos, classe médica.. a imprensa “midiática” ( nossa, eles amam esta expressão…fica bonitinho né? ensaiadinho……) se tratem com profssionais não médicos, da Groelandia como alguém falou aqui……inclusive médicos q não passam em exames….mas q não sejam brasileiros….por favor….procurem o profissional não médico mais perto da casa de vcs…ou peça p Dilma trazer os cubanos p vcs urgenemente, vcs merecem, torço por vcs todos!!!

  30. Wolf do Vale Responder

    Olá… por várias vezes em minha vida fui bem atendido no serviço público…mas é certo que muitas vezes também fui preterido em pleno consultório médico por profissionais que sequer queriam olhar em meus olhos e menos ainda me examinar…aconteceu com vocês também?
    Talvez tenha sido algum mal profissional sem compostura… quem sabe a mocinha da foto acima…
    Sou da periferia da região metropolitana de São Paulo e tenho acompanhado o desinteresse de um enorme número de médicos que definitivamente não querem trabalhar com a população de baixa renda, dita carente.
    Eles tem o direito do protesto como quaisquer outros cidadãos, mas enquanto o fazem, podem também tentar explicar esse fato irrefutável de desinteresse social, já que a manifestação quer transmitir uma imagem de cidadania e civismo… para isso nós já acordamos à muito tempo, senhores “DOUTORES”…

    1. Savanah Responder

      a senhora vota errado e depois vem reclamar?????????? vota no cara certo q vai investir na saúde da sua regiao…só não vale votar errado e depois culpar os médicos…pq depois pode culpar os advogados….os fisioterapeutas…….daí não serve…..vota certo da próxima vez!!!

  31. David Responder

    Falar merda é fácil né? Quero ver provar que esse email existiu mesmo, se não é só mais uma reportagem fajuta de um simpatizante desse governo corruPTo que vive de medidas eleitoreiras!
    Informe-se sobre o Ato Médico, não há nada nele dizendo que alguem precise passar pelo médico pra tomar uma simples vacina! Você é apenas um retardado esquerdista que não se informa antes de falar merda!

  32. Marcelo Rocha Responder

    Sou médico e trabalho além do horário, muitas vezes, em unidades básicas de saúde. Faço porque gosto de trabalhar com as comunidades. Esse tipo de generalização apresentada é ofensiva e nada acrescenta ao debate.
    Sobre o ato médico, melhor ler o texto aprovado antes de falar uma bobagem dessas. Esse texto do blog está recheado de opiniões tendenciosas, preconceituosas e desinformadas.

  33. Marcos Responder

    Essa imbecil com essa faixa. So se o dedo do lula estiver no seu. Que moral vc tem pra mostrar essa faixa? Primeiro, você não deve de ter votado no PT, recebeu uns trocados pra se prestar a esse papel. Volta pra casinha filha. Quando vc estiver passando alguma necessidade, pede pra esses médicos vagabundos que negam atendimento no sus recebendo do governo e atendendo em suas clinicas particulares. So quem usa o sus que sabe o quanto falta médicos no pais. E levantam bandeira falando que dão um atendimento de qualidade a população. Vão a merda seus medíocres. A grande maioria de sua classe só atendem por dinheiro, e muito dinheiro e depois vem até um verme no jô falando que só gana 8.000,00 de aposentadoria.

  34. Medico Responder

    Sinceramente, cada vez mais tenho asco de certos brasileiros. Não sei porque uma classe é tão odiada, isso só acontece no Brasil. Como se não tivesse péssimos profissionais em outras áreas: Advogados são todos honestos…não são?? Mecânicos de maquinas de lavar louças também, engenheiros e arquitetos que no fim do mes vão pegar a comissão em lojas de material de construção, e assim vai, é muita hipocrisia pro meu estômago!!

  35. Ricardo Campos Responder

    Será que lá eles vão trocar atestados entre eles para justificarem faltas no serviço público como é de praxe para esta categoria de abastados manifestantes. Medicina no Brasil é comércio. Eles estão com medo de perder grana e o povo que se dane. Venham médicos cubanos, espanhóis, portugueses. E por falar em revalidação de diploma, será que os médicos daqui do Brasil se fizerem esta prova para revalidação passam? Quantos passariam?

  36. Falta de Educaçao Responder

    Não se pode julgar uma classe como um todo como estão citando acima, isso mostra a falta de educação desse país. Com certeza os hipócritas que escreveram asneiras acima vão em consultórios médicos fingindo de educados, fingem uma doença e pedem atestado para faltar ao trabalho, típico desse tipo de gente!!

  37. Flavio Responder

    Não sou médico mas acho que todos tem o direito de se manifestar… Conheço pessoas humildes que estudaram muito para conseguir ser médico, só trabalham em hospitais públicos e realmente não ganham tanto como todos acham!
    Já vi médicos que tentaram trabalhar em comunidades carentes, mas não conseguiam agir por falta de infraestrutura (nem luva era disponibiliada). Acredito que somente trazer médicos sem a mínima infraestrutura para trabalhar nao adianta! O Fantástico mostrou casos isolados e não a situação da maioria dos postos de saúde.
    Agora de que adianta trazer médicos de outro lugar, sem certificar seu conhecimento e jogar num posto de saúde sem materiais para trabalhar? Vai melhorar a saúde do povo? Acho que o problema é bem maior do que a impotação de médicos. Eu nao gostaria de ser atendida por uma pessoa que eu nao sei se tem os conhecimentos necessários para me atender… Creio que importar qq coisa é esconder mais uma vez o problema…

  38. Thelma A Oliveira Responder

    Mais, uma médica usando esses termos contra uma pessoa deficiente – a falta do dedo do Lula foi devido ao trabalho ( talvez ela não saiba o que é isso ).É desanimador ver tanto preconceito contra a classe trabalhadora.
    Aumentem a foto para ler o preconceito de uma médica. Isso não é crime ? Ela diz –

    LULA achamos o seu dedo. Tá no (palavrão) do povo brasileiro.

    É a corrupção em outro nível, que o brasileiro concorda sem perceber que é. O nosso jeitinho brasileiro . Aliás, se médicos trabalhassem as 4 horas devidas nos postos de saúde, SUS, não faltariam médicos nem sobrariam doentes sem atendimento. É de desanimar .
    COMPARTILHEM, ASSIM SABEMOS O NÍVEL DO MÉDICO BRASILEIRO.

  39. Ari Miguel Responder

    Imoral. Ainda querem protestar!

  40. Fernando Responder

    Sei que o meu comentário não será publicado. Mas o seu texto é horrível, errado e escroto, fruto de puro preconceito. É tanta coisa imbecil que você inventou da sua cabeça que não dá nem vontade de comentar. Fica aqui registrado o meu desprezo pelo seu texto!

  41. Heraldo Leite Responder

    A foto é real? Não se trata de uma montagem? É repugnante, mas é preciso ter cuidado.

  42. Carlos Romualdo Corio Responder

    Como ainda tem gente que acredita ser fácil tornar o SUS algo viável, decente, fazendo jus às necessidades do povo brasileiro, se os escassos médicos que temos, e muitos desse nível acima, tendo que migrar de seus consultórios, clínicas particulares e empresas de planos de saúde para aderir ao sistema governamental? Com o que ganham e pretendem ganhar, se tornariam da noite para o dia problema mil vezes maior com a folha de pagamento do que já temos com os políticos nacionais.

  43. Paulo Lima Responder

    Essa pessoa é educada ??

  44. Rodrigo Responder

    É uma atitude no mínimo vergonhosa que parte justamente de quem deveria dar o exemplo. Aposto que são os mesmos indivíduos que mais tarde demonstram sua indignação com a corrupção do governo brasileiro. Os governantes são apenas uma amostra do povo brasileiro: a corrupção aparece quando são oferecidas oportunidades para isso.
    Entretanto, concordo com o objetivo do protesto. Trazer médicos de fora é tentar tapar o sol com a peneira. Essa medida pode ser comparada a facilitar as provas para melhorar o desempenho dos estudantes.
    Faltam médicos no Brasil?
    Por mais incrível que pareça, não. Se houvesse uma carreira de estado para médicos, com a possibilidade de progressão e alocação para as diferentes regiões do país teríamos uma distribuição adequada dos profissionais de acordo com a demanda. Além disso, os atendimentos mais simples, realizados nos postos de saúde podem resolver 80% de todas as consultas. Por que isso não acontece? Isso não ocorre por dois motivos. O primeiro é o despreparo d muitos profissionais que, por desconhecimento da doença do paciente ou do tratamento adequado, precisa encaminhá-lo para um serviço de atendimento mais complexo, ou seja, encaminhá-lo a um especialista ou pedido de internação hospitalar. A vinda de médicos estrangeiros sem o devido preparo apenas acarretará uma superlotação ainda maior de hospitais e uma dificuldade ainda maior de conseguir consultas com especialistas (cardiologistas, neurologistas, etc). O segundo problema também provoca encaminhamentos dos pacientes, mas é devido a falta de equipamentos para exames básicos, como raio-x, hemograma (exame de sangue). Isso impossibilita fazer o diagnóstico de doenças muito comuns como diabetes e osteoporose. Além disso, o médico está muito mais suscetível a cometer erros médicos, o que pode acarretar processos, podendo, inclusive, perder o diploma.
    Concluindo, o problema não está na quantidade, mas na qualidade. A entrada indiscriminada de profissionais com qualidade de formação questionável acarretará piora de serviços de alta complexidade como hospitais e consultas com especialistas, além de aumentar o número de erros médicos.
    Enquanto isso, pela falta de informação de boa parte da população sobre como funcionam os atendimentos médicos o governo vende a imagem da solução presente na “importação” de médicos.

  45. Luis Antonio de Oliveira Responder

    Vergonha. Classe médica umbiguista e ainda por cima mutreteira. Médicos cubanos já!!!

  46. Julio Pereira das Neves Responder

    Um absurdo não autoriza outro. Vamos com calma. Sou médico e sei que as passeatas médicas são sim um agrupamento de coxinhas e o CRM é um antro de hipócritas chupins se locupletando com o dinheiro alheio. Mas o texto fala algumas bobagens:
    – “criar cursos de especialização para outros profissionais de saúde brasileiros em clínica geral”
    O que seria isso??? Clinica geral é atividade médica, ponto. É o mesmo que dizer que precisamos capacitar médicos para serem engenheiros.
    – “o Ato Médico, que impede até que um paciente tome uma vacina de uma campanha do governo se não passar antes por um médico. E que limitará a ação, por exemplo, de psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas, entre outros profissionais da saúde”
    Bobagem. Leia o texto do ato médico como proposto atualmente e tente achar isso no projeto. Isso é a repetição de um discurso pronto que ninguém vai às fontes para checar.
    Enfim, mau-caráteres há muitos em todas as categorias. Não propaguemos falácias para não engrossar o time deles, que já é suficientemente grande.

  47. wellington roma lage Responder

    Nenhuma novidade! Historicamente as entidades médicas não conseguem colocar os médicos na rua, enm em greves. Basta olhar a chamada pirâmide social e vcs verão que os peofissionais da medicina, em grande maioria, pertencem às classes média alta e alta, segundo os critérios econômicos do país. Sendo assim, são da mesma classe dos políticos, desembargadores e executivos do governo. E mais. Fazem parte dos grupos econômicos que sempre estiveram no poder. Vejam quantos médicos existem na politica e nos cargos executivos? É só.

  48. André Guimarães Responder

    Calma lá, vamos fazer algumas correções:
    1) O Brasil possui uma quantidade de médicos por habitantes muito variável de uma região para a outra. A região sudeste se aproxima dos números verificados em países de primeiro mundo, por exemplo da Europa, ao passo que na região norte, essa proporção se aproxima das de países muito pobres da África e Ásia. Isso ocorre também dentro das próprias regiões, havendo grande variabilidade, geralmente com concentração de médicos em cidades mais desenvolvidas. Então os médicos no Brasil, embora, de fato, um pouco inadequados em seus número, são, principalmente, mal distribuídos. Um problema geralmente atribuído à infra-estrutura inadequada, ausência de carreira de estado e salários senão baixos, pagos de forma intermitente.
    2) Se não me engano, nosso país possui mais faculdades de medicina e forma mais alunos do que os EUA e a China, países muito mais populosos. Logo, aumentar o número de faculdades, sem entrar no mérito de questões como qualidade do ensino e processos de seleção, é uma medida no mínimo inútil.
    3) O Ato médico defende em 3 de seus artigos a defesa do exercício dos demais profissionais da saúde (psicólogos, enfermeiros, dentistas etc.), tanto nos diagnósticos, quanto nas práticas a que competem. Não existe de forma alguma essa história de que não se poderá sequer ‘tomar uma vacina’ sem ser encaminhado por um médico, pelo amor de Deus, se informe melhor antes de escrever algo voltado para a formação da opinião pública, a não ser que queira, de fato, ser tendencioso.
    Obrigado

  49. vania maria Responder

    como uma pessoas que se diz medica escreve um cartaz desse???
    tenho nojo desses merdicos
    espero NUNCA precisar de uma pessoa dessa

    Viva o LULA!!!

  50. gabriela nobrega Responder

    Materiazinha tendenciosa… Tinham que ter ido não só médicos, mas todos que desejam uma saúde melhor! Quem fica aí se limitando a criticar os médicos sem pensar em algo maior merecem ser atendidos pelos cubanos mesmo e também ficar com o lixo que é a saúde pública do país. E quando estiverem morrendo vão vender casa e o que tiverem para pagar um médico bom, porque não lutaram enquanto podiam! Só faz uma reportagem dessa quem nunca precisou do SUS algum dia!

  51. EVALDO SELAU INÁCIO Responder

    Caramba! Se esse é o nível dos médicos brasileiros, cantados em verso e prosa pelo CFM e se essa é a ética dos Conselhos, é melhor chamar os médicos estrangeiros rápido. Fecha o pano!

  52. Maria Carolina Responder

    Boa noite,

    Caro Rovai, antes de mais nada, o CREMESP é uma entidade a qual recebe pagamento dos medicos, chamada aunidade, a fim de regulamentar, fiscalizar, entre outras coisas, o exercicio medico. Deste modo, não recebemos nenhum tipo de subsidio da entidade para fazermos qualquer tipo de protesto. A APM é uma associaçao que também recebe anuidade, e tambem ela nao nos subsidia em nada. Quem foi ao protesto deixou de trabalhar, e ser pago, para protestar, e te garanto que ninguem pagou nossos taxis ou supostas horas extras.

    Outra coisa, vejo claramente que o senhor nem se deu ao trabalho de ler a lei do ato medico, ou se a leu, simplemente nao a soube interpretar.

    Medicos sao pessoas que estudam, trabalham, tem familia, contas e responsabilidades. E se estamos protestando por melhores condiçoes de trabalho, nao é apenas por estabilidade de carreira ou melhores salarios, mas tambem, e o mais importante, melhores condiçoes de atendimento aos pacientes.

    Nós tambem pagamos impostos, altos, e é com tristeza e revolta que nao vemos o dinheiro publico ser devidademente empregado na saude publica, na educaçao, no transporte coletivo, na segurança publica…

    Entao, se informe melhor e deixe citar “fontes secretas”, pois isso mao é assunto que leve risco de vida a tal “fonte” para ela se esconder no anonimato.

    Lanço um desafio: que cada um de vcs que tanto criticam os medicos, fiquem no nosso lugar por uma semana, tenham que tomar as nossas decisoes e tenham que arcar com a sensaçao de impotencia frente a famta de recursos basicos para assistir ao paciente.

  53. Denise Responder

    Essa é a educação com que muitos médicos nos tratam

  54. Vinícius Responder

    prática recorrente no SIMERS, no Rio Grande do Sul. Mas eles não pagam hora extra…

  55. Angela Responder

    E essa coxinha-patricinha carregando o cartaz, que atitude mais rasteira e abominável! Há muitos médicos respeitáeis, mas com certeza não são esses que estão nessa passeata produzida pra passar na Globo. E ainda querem posar de coitadinhos, quando sabemos que são nojentos e que só pensam em dinheiro. Não tão nem aí pra saúde do povo, principalmente se este povo é pobre. Tem que trazer médicos sim do exterior, que queiram trabalhar de verdade! Dilma é mulher de fibra que tem coragem de peitar esses burocratas!

  56. Wilker Responder

    A regra é simples.. Quanto menor a oferta, menor a concorrencia e consequentemente, maior o preço! Por isso eles não estão interessados na chegada de médicos extrangeiros. Os médicos que trabalham em clínicas particulares deveriam primeiro pagar seus impostos (os que não pagam, creio que 90%) e depois reclamar de qualquer coisa. Profissionais liberais a receita não consegue fiscalizar, deveriam contribuir da mesma forma que a maioria da população.

  57. Joel Estevam Responder

    Assistem aí a reportagem ! R$ 25.000,00 o salário ! UTI novinha que espera a 3 anos um Médico ! É no Paraná ! http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-2edicao/videos/t/curitiba/v/prefeito-de-sertanopolis-no-norte-do-estado-reduziu-o-proprio-salario/2673173/

  58. marcia Responder

    Sou medica, o que não me impede ou intimida a responder.

    Entendo que a AMB ou CREMESP podem colocar funcionários administrativos para apoio de movimento da classe sim. Pagamos anuidade obrigatória para CRM e muito são filiados a AMB ou regionais. Então é sem propósito tanta discussão. Se são contratados CLT tem que receber hora extra como qualquer outro trabalhador.

    Se fomos 2 mil ou 5 mil também não interessa.Eramos medicos e estudantes de medicina. Aconteceu e fomos vistos e ouvidos.Concordem o senhor com a demanda ou não
    Nós não somos contra a importação de médicos. Venham e trabalhem como muitos de nós que optaram pela rede publica.
    O que demandamos é a obrigatoriedade de revalidação dos diplomas para atuação em território brasileiro.

    E para não ficar fora da onda: não é só pelos R$0,20!!

    Por que médico não pode apontar o dedo para os absurdos na saúde publica? Descaso, abandono, sucateamento, falta de leitos, um sistema engessado em burrocracias para lentificar nosso trabalho e esconder as deficiencias operacionais.
    Faltam medicos especialistas pois quem quer ganhar R$2.200,00/mes?? O senhor jornalista trabalharia por esse salário depois de um minimo de 8 anos de estudo e talvez mais 2 ou 4 anos se mestrado ou doutorado?

    Trabalho 12 horas por dia, não faço esquema. Sou availiada anualmente em minhas competencias clinicas. Presto serviço ao municipio de São Paulo em contrato CLT. Não sou concursada. Como qualquer um de vocês desejo plano de carreira.

    Então……por que esse ranço contra medicos? O senhor tem a mesma postura ao criticar os magistrados que legislam seu proprio salario? E critica os politicos que fazem o mesmo? O senhor acha normal um politico se aposentar apos 2 mandatos com salario integral enquanto nós, miseros mortais, temos que comprovar 30 ou 35 anos de trabalho?

    Em que mundo vocês estão? Vocês só conhecem o padrão Sirio Libanes?

  59. netun Responder

    No cartaz da moça acima o palavrão deve ser a palavra PONTO, segundo o vídeo.

  60. Ary Soares - Goiânia Responder

    Sendo leigo, não sei se o presente caso deveria ser tratado pela psicologia ou pela psiquiatria, visto que pode se tratar de dupla personalidade, pois cobram honestidade de políticos e são, como resta comprovado, desonestos com a sociedade. Ou talvez seja caso de polícia? afinal também pode se tratar de falsidade ideológica. Cada uma…

  61. Cláudio guimaraes brandao da silva Responder

    Aqui os petistas se esbaldam…viva Cuba, viva Fidel, viva o PT e toda sorte de desvio de recurso público, viva o desone da petrobras e o BNDES para dar dinheiro publico aos amigos…

    1. Rodrigo Responder

      Globo e você tudo a ver!

  62. Helena Responder

    Que bom que não fui ontem à passeata!
    Médico estrangeiro sem revalidação de diploma é pouco para uma sociedade que exalta e idolatra osj jogadores de futebol e BBBs e execra os profissionais que cuidam da saúde de seus filhos e dos seus pais desde o nascimento até o leito de morte.
    Nós médicos não somos santos …. mas tb não somos nem um pouquinho menos nem mais corruptos, alienados , omissos e hipócritas que o restante de toda a sociedade. Há inúmeros erros sim de nossa parte que faz com que venhamos ao longo do tempo colocando a opinião pública contra nós . Entretanto não somos sacerdotes… precisamos ser bem remunerados sim…para que possamos nos alimentar, ter uma casa digna e um certo conforto. E além disso precisamos de condições de trabalho minimamente decentes… já que praticamos medicina e milagres!
    Mas, como a idiotice e a mediocridade reina ! Vamos mais uma vez trocar o correto pelo imediatista! Em vez de brigar por melhorias nas condições de saúde das periferias e por um plano de carreira decente para os profissionais de saúde…vamos importar os profissionais estrangeiros sem que lhes sejam cobrados o mínimo de capacitação que é uma exigência mundial verificada pelo teste de revalidação. Profissionais estes que é óbvio serão mais ” baratos” . É isso aí! Afinal neste país caro é jogador de futebol!!!!
    Médico! Ainda mais se cuidar de pobre… pode ser bem baratinho!
    Ê sociedadezinha escrota! Nem percebe que tá dando o tiro no próprio pé!

  63. Sandra Responder

    Por isso este país não vai pra frente. Em vez de estarem trabalhando, atendendo a população (que é pra isso que esses vagabundos estão ganhando), estão em passeata, com linguajar chulo em referência ao governo, ainda por cima ganhando hora extra. Fim de mundo!

  64. Helena Responder

    Corrigindo…praticamos medicina e NÃO milagres!

  65. Amanda Responder

    O cartaz demonstra como o povo se sente !!!!!! Vivemos em uma democracia, onde temos o direito de protestar !!!! Quem concorda com essa palhaçada, nunca pisou em um hospital público. Esses medicos são herois, trabalham sem condições, e ainda ganham pouco,!!!!!!!
    Gostaria de convidá los a passar um dia em um hospital do SUS !!!! Acho que mudariam de opinião certamente.

  66. Pedro Responder

    Como que uma matéria dessa não coloca o significado da sigla CREMESP? Informação básica que não consta. Precisam de redatores de melhor nível.

  67. Carol Responder

    Fico me perguntando como você sabe quem é médico e quem não é. Há um perfil?
    Este país está do jeito que está por causa de pessoas como você, que ficam opinando sem nem fazer idéia da realidade, indo atrás de medidas paliativas que só vão afundar cada vez mais o barco.

  68. Messias Franca de Macedo Responder

    … Eu juro que estou fazendo um esforço enorme no sentido de não me indignar com determinadas aberrações, cuidar da minha vida e da minha família, cada um que responda pela sua consciência… No entanto, ao ver a fotografia que acompanha esse excelente ‘post’… Não nego, não! Senti o fluxo sanguíneo, abruptamente, dirigindo-se exclusivamente para o meu crânio!… Respirei e pensei: eu não vou sujar as minhas digitais, escrevendo algo sobre essa infeliz que ostenta esse nefando cartaz: a fotografia, por si só, diz muito mais do que aquilo que o meu [legítimo] asco poderia produzir!…

    UM DIA DE SILÊNCIO(!): a humanidade fracassou!…

    República de ‘Nois’ Bananas… Seres efêmeros, caóticos, irrecuperáveis na mediocridade e na estupidez!…
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    1. José Artur Medina Responder

      E por causa da estúpida fodam-se os pobres?

  69. thiago Responder

    O comentário acima do Francisco mostra que este é um tipo de pessoa que aceitaria dinheiro para protestar.
    não entende o problema.

  70. Gustavo Responder

    Eu acho engraçado comentários defendendo a entrada dos médicos Cubanos SEM REVALIDA( pra quem não sabe o que é revalida que pesquise antes de comentar, esse tópico é essencial já que os médicos apenas se opõe à entrada de profissionais extrangeiros sem esse exame), todos muito bonzinhos e afim de ajudar o povo. Só que também acho uma enorme hipocrisia de todos, inclusive do blogueiro, que NUNCA irão se tratar com o médico incapaz que virá, já que a MAIORIA mora no sudeste e tem plano de saúde. Queria ver se o afinco a essa causa seria o mesmo se a vida de vocês estivesse em risco e se vocês tivessem que se tratar com médicos de segunda. É como diz o ditado: pimenta no ** dos outros é refresco. Bando de hipócritas que pouco estudou a causa dos médicos; aconselho que deem ao menos uma lida no assunto antes de coementá-lo. Nunca foi dito que medicos são contra a entrada de todos os medicos extrangeiros, apenas exigimos a adequada revalidação de seus diplomas, afinal, eles também exigem uma revalidação do nosso quando queremos trabalhar lá. Além disso, exigimos a melhora da estrutura do SUS na maioria das pequenas cidades, já que sem a estrutura adequada nenhum profissional irá trabalhar. Essa melhora atrairá os medicos brasileiros( que estão em quantidade adequada). Também brigamos por um plano de carreira para os médicos, o que não existe hoje em dia e por salarios melhores, porque se eles fossem como a globo diz que são seria uma beleza. E agora diretamente ao blogueiro: antes de comentar um assunto, a exemplo do seu comentário sobre o ato médico, estude o assunto. Fica feio para o editor de uma revista escrever tamanha idiotice e inverdade a exemplo do que foi escrito sobre o ato médico.

  71. Luzistes Zeferino Responder

    Quer saber, Foi pro ventilador , vocês se Ferraram!! De verde e amarelo , literalmente Rsrsr

    1. José Artur Medina Responder

      Nós??As pessoas vão continuar adoecendo.

      1. Rodrigo Responder

        Você ganha por comentário? Como faz para trabalhar assim? Ganha bem? Tem que dar nota?
        Estou aqui vendo uma oportunidade sabe…

  72. Marcia Responder

    Não encontro meu comentario postado ontem. Há escolha de texto para publicação neste post?

  73. Pat Responder

    Não sou médica, sou advogada e esposa de um médico, honesto e trabalhador! Não estou aqui presente nos comentários, como advogada de médico, mas como esposa de um lutador! A maioria dos médicos brasileiros não são playboyzinhos, filhinhos de papai, que exercem a medicina em seus consultórios com ar-condicionado! Meu marido é filho de pais lutadores, que sofreram para pagar a faculdade de medicina, que ia para a faculdade de ônibus, ele fez 2 especializações, essas que necessitavam de provas dificilimas para a admissão! durante essas especializações passou por hospitais terrives, onde a TV local fazia plantão para ouvir pacientes indignados com as condições de trabalho desses médicos…por mtas vezes vi meu marido chorar, por trabalhar nas cidades pequenas, e não ter condições de trabalho! Alguém sabe o valor da bolsa de um médico residente? Alguém sabe o que é não ter UTI na sua cidade e ter que ficar horas e horas ao telefone, tentando achar uma vaga de UTI, com o paciente gravíssimo a espera??Tenho conhecimento de médicos que burlam os horários para atender em duas ou tres cidades ao mesmo tempo, mas isso não é pq faltam médicos, isso é pq existe profissional desonesto, como em TODA profissão, inclusive no jornalismo! Abrir mais faculdades de medicina???Pesquise quantos profissionais de formam por ano nesse país!!Curso de especialização em clínica geral???Meu Deus, quanta besteira, quanta ignorância!!! Não, não faltam médicos nesse país…faltam condições de trabalho, faltam leitos, faltam aparelhos, faltam medicamentos, faltam vagas em UTI!!!!!!Vcs estão criticando o próprio povo!!vcs estao de olhos fechados e apoiando o governo, que deve estar mto feliz com vcs, massa de manobra!! Os profissionais estão lutando para que o governo onvista na qualidade da saúde desse país e não simplesmente jogue uns pobre coitados que nem sabe o que enfrentarão! Esse cubanos mal sabem as condições de trabalho que os esperam!! Qual profissional se arriscaria n o interior da país, sem postos, sem hospitais, sem meios de trabalho, com o simples estetoscópio na mão e um aparelho velho de pressão????Médicos unidos a condições de trabalho salvam pessoas, médicos sozinhos nada podem fazer…a não ser esperar ao telefone uma vaga de UTI, com mta sorte encaminhando seu paciente ainda com vida….Qtos relatos de amigos já ouvi, perdendo paciente, por falta de oxigênio no hosptial??E não estou falando de interior do Amazonas, não, estou falando de interior de São Paulo…imagina em outras localidades….Estão pintando os médicos do nosso país como flhinhos-de-papai, monstros, egoístas, bandidos e mercenárioas!!!Voces estão julgando o que não conhecem…vcs não sabem como é a realidade dos hospitais públicos, quanto o SUS paga…o quanto esse governo que vcs defendem, valoriza nossos profissionais….Vamos apoiar, eles sim vivem o dia a dia dessa luta e sabem o que buscam!

  74. Miguel Angelo Boarati Responder

    Quando se quer manipular uma informação ou trazer um ataque direto a uma pessoa ou uma classe profissional, certos sites lançam textos como esses bastante parciais, tendenciosos e com alto grau de manipulação.
    Achei de extremo mau gosto as palavras utilizadas, além de conter dados inverídicos, próprios de alguém desinformado e que presta um desserviço à população,
    Acho que o sr deveria pensar antes de publicar esse tipo de texto.

  75. carlos adão Responder

    a garota acha que estão denegrindo a imagem dela, e o que ela tem a dizer em denegrir a imagem de outra pessoa? esse é o tipo de profissionais que estão se formando…

  76. Vera Regina Teixeira Responder

    Não acho errado uma categoria se unir para não perder conquistas. Se com os professores tivesse ocorrido o mesmo apoio, não estaríamos hoje na situação em que estamos.

    1. José Artur Medina Responder

      Não tem jeito Vera, algumas pessoas encaram política como futebol.

  77. Tiao Responder

    Esta idiota que segura esta placa,com certeza formou-se nas universidades públicas com o nosso
    dinheiro.

    1. Paulo Soares Responder

      Teu dinheiro?’ Toma vergonha!!!

  78. Silvia Maria Fischer Camaratta Responder

    Não sou contra a importação de Médicos, desde que: “Façam prova de capacitação para o trabalho como os demais brasileiros e um rigoroso teste de conhecimento linguístico, da lingua portuguesa, uma vez que a falta de domínio da nossa lingua influencia no devido atendimento e comunicação com o paciente, de vital importância para o bom atendimento”.

  79. Mário Responder

    Só queria ver se os médicos fossem dos Estados Unidos…

  80. Cláudia Responder

    Mais um absurdo da calsse médica “Tio Patinhas”!!!
    Manifestação deve ser ato espontâneo, e não financiado pelo Conselho com pagto de taxi e horas extras!!!

    ABSURDO! ABSURDO! ABSURDO!

    Não é à toa que são contra a melhoria do sistema Público de Saúde!!! Afinal, como poderão cobrar R$ 200,00 por consulta se houver mais médicos????

    1. José Artur Medina Responder

      Vamos fazer o mesmo com engenheiros, físicos, bioquímicos e por que não com o petróleo, vamos virar um POrtugal, Espanha ou Grécia..Vamos desinvestir no Brasil.

      1. Rodrigo Responder

        Mas… isso a gente já faz! Vai no IBGE ver quantos profissionais estrangeiros vem para cá em todas as áreas.
        Opa, desculpa. Não quero atrapalhar seu business, Quem sou eu para dar conselhos a um comentarista profissional.

    2. Lu Responder

      Você acha caro 200,00 reais por consulta?? Profissional esse que estudou por pelo menos, 6 anos(sem especialização), mas provavelmente se vc estiver indo se consultar em um consultório, esse profissional estudou por bem que isso, pelo menos dez anos, ou mais no caso de outras especialiadades, como Urologia! Caro 200,00 para se consultar com alguém que investiu tempo(mto!) e dinheiro(para montar consultorio, comprar aparelhagem…), caro para alguém que vai cuidar da sua saúde??? Caro para alguém que poderá responder por erro médico, se algo ocorrer, mesmo que isso esteja descrito como possível, dentro de um procedimento?? Qto vc paga em sessões de estética, em cabelereiro, em baladas????Me poupe! PS: não sou profissional da saúde, sou apenas consciente!

  81. Saulo Responder

    Qual é o nome dessa moça? Tem que identificar e divulgar.

  82. Antônio Carlos Responder

    Não entendi qual o problema em se liberar funcionários – afinal de contas não é repartição pública – para manifestações? É muito, mas muito menos pior do que dar diária para funcionário público ir assistir à jogo da Copa das Confederações. Não vi nada de errado na notícia.

  83. Alysson Santos Responder

    O teor de seu texto ( misturando notícias com dedos de silicone com protesto na paulista) mostra quanto foi mal intencionada e de uso politico esse texto de quinta. Essa “mensagem” forjada de funcionário da APM insinuando que só 30% eram medicos soa tão falso quantas as boas intenções do autor desse texto. Nem se o CRM fosse a embaixada americana teriam tantos funcionários querendo ir para a manifestacao pois foi nítido que ninguém estava obrigando a ir e muito menos era dito que seria disponibilizado jalecos para se passarem por medicos até pq a mobilização era aberta a todos os brasileiros que quisessem participar e vi muito medicos que não goram de jaleco e nem a eles foi dado jaleco parecer de branco. Então acho que mentiras , invenções , agressões aos medicos de blog “com desvio político ideológico” e sem compromisso com a verdade n dá credibilidade a ninguém com o mínimo de QI.

  84. Anderson Responder

    O engraçado é que 99% desse povo que apoia ferrenhamente a vinda de médico estrangeiros, são os que vivem nos grandes centros e nunca vao ser atendidos por esses médicos//
    Na hora que for atendido por um médico que nem portugues entende, ai eu quero ver!!
    Todas as classes tem o direito de protestar, mas só quando médico protesta vem milhões chingando, ainda tem q ler uma reportagem dessas encomendada pelo PT.

    Vcs já se perguntaram quem são esses médicos ‘cubanos’ que o PT quer trazer?? Pq os médicos brasileiros q querem estudar em cuba precisam FILIAÇÃO e INDICAÇÃO do PT para fazer medicina em Cuba? Pq o PT paga todas as despesas desse aluno indicado por ele?

    Você sabia que a duração do curso de ‘medicina’ de cuba são 2 anos?! Com carga horaria de 4000 horas (metade do exigido no Brasil)!!

    PS. O mínimo que se pede, em qualquer país do mundo, para revalidar o titulo é a prova de proficiencia na língua e a prova de revalidação do diploma. Pq esses médicos não fazem??

  85. Comandante Jonas Responder

    Os “médicos” & Convênios de Saúde receberam + de R$ 15 bilhões em Renúncia Fiscal SÓ EM 2011. Isso equivale ao DOBRO do custo de TODOS OS ESTÁDIOS DA COPA. Embora os estádios sejam investimentos privados, dá pra se ter uma idéia de quanto dinheiro o governo federal dá de subsídio a essa categoria profissional em abatimentos no Imposto de Renda (Pessoas Físicas e Jurídicas). Esse dinheiro SIM poderia ser destinado ao SUS p/ beneficiar a população de baixa renda. Há mais de década esse dispositivo tributário transfere renda e qualidade de vida de quem tem menos para quem tem mais. Os dados estão na Nota Técnica do IPEA de maio/2013: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/nota_tecnica/130528_notatecnicadiest05.pdf

  86. Ana Clara Nascimeto Responder

    É incrível a superficialidade do comentário. O problema da saúde no Brasil não é um problema médico. É maior que isso. Quem não trabalha na área deveria se incomodar em saber que é necessário garantir capacidade MÍNIMA aos que prestam atendimento seja nas grandes cidades ou nos locais afastados. Deveria se preocupar com o número de atendimentos que o SUS é capaz de fazer. Deveria saber que as faculdades criadas ultimamente são NEGÓCIOS rentáveis não compromissados com a adequada formação. Que o médico é quem dedica mais tempo pra sua formação e isso merece algum reconhecimento.

  87. José Artur Medina Responder

    “mas um deles é sim a forma como boa parte da classe médica brasileira se acostumou a atender apenas em áreas centrais”.Isto não é verdade. A classe médica atende onde haja condições humanas para se exercer a medicina, um mínimo condizente com aquilo que se aprende na faculdade. Seu texto exibe desconhecimento do verdadeiro significado “poucas condições de trabalho”. Quando em outros tempos facilitou-se a entrada de médicos estrangeiros-sem o revalida- eles, por não tratarem-se de monstros, também buscaram condições mínimas que qualquer trabalhador independente da área mereça. Vou exemplificar para você que não é da área mas acredita de fato na força de seus argumentos, estou lhe chamando de honesto. Imagine-se pediatra que aceitou um maravilhoso salário no tal cafundó do Judas, lá você descobre que trabalhará só, segundo não terá a disposição exames mínimos em, tempo hábil, que salvariam a vida de seus pacientes, teria de oferecer cuidados intensivos com uma equipe despreparada para tal função, sem condições de removê-las para ofertar o cuidado necessário. Estamos falando não de idosos sem prognóstico e sim de crianças. Sempre fui petista mas chama-me a atenção como um governo que tanto fez pela saúde das pessoas-produziu indiscutíveis melhoras na qualidade de vida e condição econômica dos mais pobres- recusa-se a discutir com os setores da sociedade envolvidos. Como um governo que se diz dos trabalhadores, nos acusa de corporativismo como se fossemos os donos dos meios de produção; na atualidade para exercer nossa atividade laborativa necessitamos de recursos tecnológicos mínimos. O que acontece é uma disputa de caráter ideológico e equivocado. Permitir a entrada destes estrangeiros sem o revalida é muito mais que falta de respeito com a população. É desinvestir em um setor tecnológico de nossa economia, que se não me engano é a que mais produz artigos científicos. Ao invés de investir mais na área de pesquisa, afinal os custos de sua formação estão entre os mais caros, e desenvolver patentes de novas drogas por exemplo, o governo se recusa a discutir a questão. Age mais uma vez de forma unilateral.
    Em relação ao ato médico você deveria se informar melhor. A posição que você defende é apoiada pelo grande capital. A lei do ato médico garante ao médico o diagnóstico de uma doença, só. Se ao médico não for garantida esta prerrogativa única, para que serve o médico? Convênios e até o governo poderiam ao invés de pagar entre 600-1200 reais um plantão de 12h para médicos, colocariam outro profissional com uma formação menos dispendiosa e um pretenso melhor conhecimento para atender a um custo de 3000 reais ao mês. Médicos, engenheiros assim como outros profissionais liberais ganham muito mais que outros setores da sociedade conforme as regras do capitalismo. Se houvesse 10 médicos dispostos ao mesmo horário de plantão sua remuneração seria-lhe proporcionalmente menor. Em relação a estas áreas afastadas nenhum ser humano consegue lá permanecer sem brutalizar sua alma, os estrangeiros foram os primeiros a abandona-las.
    Se o governo deseja melhorar o atendimento nestas áreas, siga as regras do capital aplicáveis a todos os setores da sociedade, faça contratos curtos de permanência nestas regiões com salários atrativos que justifiquem trabalho durante todas as horas da semana, porque isto é o que de fato acontece. Ninguém neste planeta aguenta uma jornada sem descanso independente da profissão. Você já se imaginou NUNCA poder beber, NUNCA poder se afastar mais que 20 minutos de um lugar, passar semanas dentro de um hospital porque seu paciente está instável? O governo fez seu papel melhorando como nenhum outro a saúde das pessoas, mas não dá para fazer uma gestação de 30 dias engravidando 9 mulheres. Acredito que o fato dos médicos serem representante, historicamente, de setores reacionários esta levando o governo a desinvestir em um setor importante de nossa economia, só porque ele é o dono dos meios de produção.
    Abraço.

  88. Matheus Responder

    Materia totalmente tendenciosa! Médicos são contra a vinda de médicos sem revalida, a exemplo da Bolívia e Venezuela que passaram por uma experiência desastrosas em que muitos dos “voluntários” nem eram médicos. Querem simplismente taxar os médicos de burgueses que não aceitam trabalhar no interior por 20mil. Mas ai eu pergunto a vocês, procuraram se informar o motivo real? Não sei se sabem, mas esses hospitais que oferecem 20mil no interior, fazem contratos praticamente de boca com o prefeito, te pagam primeiro mês depois não te pagam mais, vem as eleições, muda o prefeito, e você é mandado embora. Além disso, falta luvas, macas, medicamentos, e até um mísera radiografia não é possivel ser realizada. Ai eu te pergunto, da para trabalhar assim? Médico pode ser cubano, espanhol ou português, mas não fará mágica se não tem como realizar seu trabalho de forma digna. Médico nenhum quer se arriscar nesses lugares, para correr o risco de errar um diagnostico por falta de exames e ser processados, pois quando um médico erra ninguém quer saber o motivo, apenas processá-lo. Um exemplo que te dou é de um engenheiro contratado para construir um prédio de 50 andares, com lápis e régua, sem transferidor. E é informado que as tubulações não podem ser Tigre, que a fiação elétrica nao pode ser aterrada e que faltou dinheiro para comprar a argamassa e ele terá de se virar com barro. E pergunta para ele se vai querer trabalhar assim! Nenhum profissional que preze sua formação se submeteria a tais condições!
    Portano, entendam primeiro o porque desse posicionamento dos médicos antes de expor uma opinião infundada!
    http://www.youtube.com/watch?v=2oqXD4xXnuA
    Assistam esse video do Alexandre Garcia que se informou um pouco mais a respeito da realidade da saúde brasileira para posicionar-se corretamente!

  89. José Artur Medina Responder

    Não fui à passeata por estar trabalhando.

    1. Rodrigo Responder

      Mas para comentar besteira você anda com tempo sobrando.

  90. Tyr Peret Responder

    Olhe o nível da nossa sociedade civil, olhe o nível desse cartaz e dessa mocinha que se presta a tornar público o seu preconceito, isso cabe até processo por danos morais. Que vergonha, esses muitos não querem o sucesso o do nosso país, juntamente com os políticos corruptos, sendo corruptos e preconceituosos insistem em olhar apenas para o próprio umbigo em vez de olhar para o bem comum e social. Triste, bem triste.

    1. José Artur Medina Responder

      Ela é uma idiota, sem dúvida, mas isto não justifica desinvestir em um setor econômico do país. Economizar no artesão é estupidez. é como pagar menos para professores. A saúde está ruim com estes médicos e vc quer desqualifica-los ainda mais?

  91. Ricardo Responder

    Caro Rovai,
    No mérito sou a favor da vinda dos médicos estrangeiros, especialmente de Cuba, mas achei essa matéria muito sensacionalista e o argumento muito raquítico. Quem conhece o movimento sindical de perto sabe que essa prática, contar com a participação e a adesão de funcionários do sindicato ou associação, é extremamente comum, discorde-se ou não, ou por adesão realmente à causa ou por “pressão trabalhista”. E isso acontece em sindicatos de A a Z, do PT, PSTU, PCdoB, PCB, CUT, Força Sindical, Conlutas e afins. Nesse sentido, nunca vi ninguém criticar. Mas agora que são nossos “inimigos” não vale !? Tirando isso, apoio seu trabalho e continuarei sendo seu leitor.

  92. cleusa Responder

    Precisamos de médicos comprometidos com a saúde . Hj uma grande parte possui 2 ou 3 vínculos e não tão conta de seu trabalho, pois não cumprem carga horária no serviço ´público. Qtas x chegamos a uma consulta médica a qual temos que esperar horas, pois todos somos marcados para o mesmo horário, enquanto o dr. chega atrasadíssimo do outro serviço. Aí do paciente que chegar atrasado , ainda leva bronca do médico e da atendente.

    1. José Artur Medina Responder

      Não podíamos sair de um hospital sem o outro colega chegar. Agora que a lei do Ato médico não foi aprovada, enfermeiras podem fazer diagnóstico e tratar (nossa!).
      Algumas, muito poucas, sabem mais que a maioria dos médicos, principalmente se trabalham em setores específicos como onco pediatria, departamentos específicos, agora aplicar o que é verdadeiro para 10% para os 90 é triste. A Dilma é responsável pelo maior projeto de sucateamento de uma profissão na história deste país.

  93. André Murad Responder

    O que ocorre, é uma imensa demagogia a respeito da saúde. Médico não faz saúde sem medicamento, sem equipamento, sem leitos. Médico para realizar seu trabalho precisa de estrutura para oferecer atendimento digno e humano a população. E o governo irresponsável que é, tenta jogar nas costas dos profissionais de saúde, a responsabilidade pelo caos na saúde. E o problema da má distribuição que vc não entende, é que querem colocar um pobre coitado com um estetoscopio no pescoço, no meio do mato, pra servir de charlatão pra população, que terá um médico sem meios de oferecer nem novalgina para o seu paciente pois medicamento não tem…. É por isso que esses “coxinhas” como foi dito na reportagem, estão se fazendo ouvir, e tem todo o meu apoio para se utilizarem das armas que tiverem para garantir a dignidade do profissional de saúde e do SUS.
    E se alguém quiser entender sobre o que estou falando, acessem o endereço: http://oabce.org.br/wp-content/uploads/2013/07/Parecer_CS_contratacao_medicos_cubanos.pdf.

    Esta não é uma luta político-partidaria, é uma guerra por direito à saúde e respeito aos profissionais que a exercem!

    1. José Artur Medina Responder

      Duvido que alguém te responda.

  94. Brunela Responder

    Alguém avisa a moça da foto que o Lula já não é mais presidente do Brasil??

  95. Poder Brasil Responder

    Bando de gente mesquinha, este médicos não querem trabalhar e também não querem que ninguém trabalhe

    1. Paulo Soares Responder

      Surtado, inveja mata!!!

  96. Renata Responder

    Que Deus dê muita saúde a todos os imbecis que aqui escreveram!Nunca vi tanto recalque junto!E quando a saúde acabar,que vocês sejam atendidos por médicos cubanos,pra terminar logo com a vida infeliz nao realizada de vocês!

  97. Deusdeith Carmo Responder

    Isto é crime, é corrupção. Os Conselhos Profissionais são autarquias federais e como tal o dinheiro é público. Não financiar passeata, manifestações etc. O MPF federal não anda gastando dinheiro em propaganda de suas atividades, alardeando cidadania? VAMOS EXIGIR QUE MPF investigue o caso mande os responsáveis para cadeia. Não estão lutando contra a corrupção? Cadeia nestes médicos sonegadores de impostos, claro tem exceção, graças a Deus.

  98. Lala Responder

    Quem é a favor da vinda de médicos estrangeiros( de qualquer Pais) sem a avaliação de seus conhecimentos pela prova do REVALIDA ( que é uma prova de conhecimentos básicos em medicina) então que seja atendido pelos estrangeiros..Se eu for para os EUA ou para qualquer país da Europa e quiser exercer a medicina lá, tenho de comprovar que sei tratar os pacientes através de uma prova(a dos EUA é dificílima, segundo me falaram, nao é básica como a do Brasil) e também tenho de provar que sei falar e escrever muito bem a língua deles..Nao chamo manifestações contra isso de corporativismo, mas de responsabilidade com a população … Enfim, eu NUNCA me trataria com um médico sem revalidação de diploma… Ass: médica brasileira que se preocupa com a população…

  99. marlei Responder

    Ou esta Infeliz , do cartaz não é médica, ou o Conselho tava com raiva dela, mas ahi Eles tb mostraram sua Ignorância…e é nestas mãos que o povo está…formados em Faculdades de Beira de Estrada ! Agora, a pergunta que não quer calar: Qual o Medo destes Médicos? Se este País com esta Imensidão tem lugar para todos os médicos que quiserem e puderem trabalhar? Ou serão os Laboratórios, sempre prontos a patrocinar grandes Eventos, Viagens e Falsos Congressos que estão pressionando? Acredito que sim, mas cadê o caráter destes Senhores que no máximo enxergam seus umbigos? Criem vergonha e façam alguma coisa HONESTA, estes Conselhos fajutos que qdo algum Associado faz verdadeiras Cagadas, trocando medicamentos, matando pessoas, operando errado, cortando membros Sãos, ao invés do doente, negam-se a Depor contra? Mostrem suas Caras, seus safados !!!

  100. Lala Responder

    E sim existem médicos suficientes … O problema é a falta de vinculo empregaticio (trabalhamos sem carteira assinada, sem decimo terceiro , sem ferias), podemos ser demitidos a qualquer momento sem aviso prévio e sem justa causa, tb levamos calote e comoevsmos…ahhhh trabalhamos também sem estrutura, aonde trabalho nao tem nem dipirona, nem captopril… É difícil tratar um dor ou tratar hipertensão desse modo…ter acesso a exames… Uma utopia… Sim, medico nao ganha tanto nao, nem um carro eu tenho.. Kkkk.Morro de vontade de saber em que lugar ilusório um clinico ganha 13 mil segundo uma rede de tv, vi o edital e constava cerca de 2000.Os que ganham mais é pq se esborracham dando plantão, pegando estradas arriscando a vida… Mais respeito com a classe…! Pará ser o que quero ( neurologista- neuropediatra)tenho ainda mais 5 anos de estudos árduos pela frente…enfim, so peço que quem nao conhece realmente o porquê do movimento nao o critique tão ferrenhamente denegrindo a classe medica!!

    1. Rodrigo Responder

      Mas e o dedo do Lula com isso?

  101. JORGE LUIS ARAUJO SILVA Responder

    Esse corporativismo tem que acabar, os médicos brasileiros mercantilistas estão com medo da concorrência, enquanto isso os erros médicos se sucedem e ninguém é punido por isso.

    1. José Artur Medina Responder

      Pior que a direita.

  102. ana Responder

    Em que eles são diferentes dos políticos corruptos?

  103. Aurelia ferreira Responder

    Como tem gente recalcada nesse mundo meu Deus!!! E equivocada tb…

  104. Márcio José Pereira de Souza Responder

    Então, está explicado! Todas as barbaridades que foram denunciadas, sobre erros médicos, Brasil, foram causados pelos médicos cubanos. Logo, esses atos contra o povo brasileiro, foram efetivados pelos agentes secretos de Fidel Castro, disfarçados de médicos brasileiros. Sendo que muitos são renomados, conhecidos até, por abusos sexuais e, incrivelmente, protegidos pela maioria da categoria. Nossa sorte, é que ,ainda, possuimos um, número de médicos e profissionais da saúde, comprometidos com a população.

  105. Dyego Responder

    Independente de qualquer coisa, o ato é contra a vinda de médicos sem validação de diploma. Questiono se o autor da matéria ou qualquer outro é a favor de medicina de pobre para pobre. Pergunto pois em momento algum é dito: Vamos trazer 6000 médicos sem validação de diploma, mas também vamos equipar as unidades para onde forem enviados. Medicina não é feito com médico e estetoscópio. E se não queremos isso para nossos familiares por qual motivo usamos o: melhor um cubano do que nenhum? esse pensamento vale para nossos filhos também ou só para os miseráveis?

    1. José Artur Medina Responder

      Duvido que encontre algum interlocutor.

  106. José Jonas Responder

    _E os dedos de silicone que a médica usava para a prática do falso plantão dela e de seus colegas, estão no *#!%$$$ de quem???

    1. Paulo Soares Responder

      Quer mesmo que eu te responda?!

  107. Cuba neles! Responder

    Bem se vê pelo cartaz o nível dos médicos brasileiros! Não trabalham e ainda querem impedir a classe pobre de ser atendida dignamente!

  108. João Responder

    Rovai, você é meu convidado para acompanhar meu trabalho durante uma semana. Não precisa mais que isso.
    Te dou um quarto do meu salário daquele mês, para você não dizer que não pode porquê tem que trabalhar. Como meu salário é elevadíssimo, acredito que essa seja uma proposta irrecusável.
    Tenho certeza que você sairá daqui com o pensamento um pouco diferente em relação a tudo isso.
    Aguardo seu contato para combinarmos a melhor data.

    1. José Artur Medina Responder

      Duvido que esteja aberto à discussão, ele já tem uma ideia pré-estabelecida e não leva em consideração que “estes médicos de direita corporativa” talvez tenham algum valor.

  109. Maria do Socorro Responder

    Sr. Rovai.
    O Sr. acha que pagar taxi e hora extra para funcionários trabalharem por livre escolha fora do horário de trabalho é subversão? Não é obrigação. O Sr. não acha também que o Cremesp tem mais de 1.000 funcionários, acha? Depois a passeata não era apenas de médicos. A passeata era de todo cidadão brasileiro que tem consciência que “a saúde é direito de todos e uma obrigação do estado” . A passeata era de todo cidadão que está contra a corrupção, que concorda que o governo tem que investir mais na saúde, na educação e na segurança pública. A passeata era para todo cidadão que acha e tem certeza que todo brasileiro tem o direito a ter o mesmo tratamento que aqueles que usam o nosso dinheiro para pagar a conta do seu tratamento no luxuoso Hospital Sírio Libames. O povo brasileiro tem o direito a ser tratado com dignidade e não ficar 5 dias tomando soro sentado numa cadeira em uma emergência pois não tem nem uma maca dura para deitar, ou ver 2 bebes acomodados em uma incubadora por falta de leitos nas UTIs neonatais, ou peregrinar por 4 ou 5 maternidades e depois ver seu filho nascer no chão sujo da recepção de um hospital, ou então ver o seu filho morrer porque a porta quebrada da ambulância se abriu e a maca que também estava com defeito caiu da ambulância em velocidade. É Sr. Rovai, o Sr. como uma pessoa formadora de opinião, deveria se informar melhor antes de abrir a boca para falar tanta besteira

    1. Marcia Responder

      E, pensando bem, lendo e respondendo damos IBOPE para este blog e este jornalista …a Senhora tem razão.

    2. José Artur Medina Responder

      Até agora não respondeu a ninguém.

  110. Guilherme Responder

    Quanto recalque e dor de cotovelo!!!
    Sem contar no ANALFABETISMO FUNCIONAL pela incapacidade de LER o texto da lei do Ato Médico, que NÃO INTERFERE em nada na atuação ÉTICA de todas as profissões, que inclusive já são regulamentadas e EM NADA esbarram no texto da regulamentação da medicina.

    Quando precisar de médico, procure um cubano sem revalidação e boa sorte, recalcado!

  111. Responder

    Oras….primeiro se presta a um papel ridículo destes para depois pedir retirada da foto?? Alguém precisa avisar esta néscia que a vida nem o direito funcionam assim!! Ela carregou um cartaz de baixíssimo nível…mostra todo seu preconceito e depois quer que retire a foto?? Cara, o Brasil todo agora sabe quem a senhora é….figura lamentável, arrogante, vergonhosa e….só para esclarecer….sou brasileira e o dedo do Lula nunca ficou no meu @#@#%&$…….mas pelo visto, a senhora sabe bem como funciona. Se a senhora não tem educação….não é culpa dos brasileiros…sua família que lhe desse educação antes de lhe dar formação……que pelo visto, também deve ser de péssima qualidade. Vá procurar sua turma…que pelo linguajar adotado, dá até para imaginar o grau!!! Vergonha alheia….

  112. LUIZ CLAUDIO DE fREITAS Responder

    NA VERDADE, TEMOS ALGUMA ESXEÇÕES, INFELISMENTE SÃO POUCAS. ESSA CATEGORIA MÉDICA QUE DEV ERIA SER OS REPRESENTATES DA SAUDE, SÃO OS FEPRESENTANTES DA DOENÇA. ALIÁS ELES ESTÃO DOENTE.S E NÃO TÊM COMPETENCIA PARA CURAR NINGUÉM. POR ISTO FICAM CRIANDO ESPECIALIDADES E ESPECIALIDADES PARA NINGUÉM TER RESPONSABILIDADE COM NINGUÉM. SÃO PREPOTENTES, INOPERANTES E ARROGANTES E SE CONSIDERAM OS DONOS DA SITUAÇÃO. SE FOSSEM CAPAZES, NÃO PRECISARIAM FICAR FAZENDO LOBE PARA CRIAR LEIS QUE LHES DESSEM TANTA AUTORIDADE. COMO NÃO TEM CAPACIDADE TEM QUE TER APOIO DA LEGALIDADE E POR ISTO COMETEM ABSURDOS E NADA LHES ACONTECEM. SE PREOCUPAM APENAS COM DINHEIRO E NÃO COM A VIDA DO POVO E AINDA CUMPREM O MESQUINHO PAPEL DE SEREM VERDADEIROS FANTOCHES NDA INDUSTRIA FARMACEUTICA. POR ISTO FALSIFICAM DEDOS E ETC ETC. POR QUE NÃO SOFREM PENALIDADES. SENTEM AMEAÇADOS COM A VINDA DE OUTROS DE FORA MAS SÓMENTE POR INTERESSES CORPORATIVISTAS E FINANCEIROS, E NÃO PARA BENEFÇIAIAREM O POVO COM O QUAL NÃO TEM A MENOR RESPONSABILIDADE. TEM MEDO DE PERDER ESPAÇO E POR ISTO ENTRAM NESTA CAMPANHA SUJA DE IR PRAS RUAS QUERENDO INVIABILIZAR O GOVERNO. tomem vergonha na cara e vão trabalhar, cambada de COMERCIANTES MALFEITORES.

    1. José Artur Medina Responder

      Texto bem escrito.

    2. Adriana Responder

      Aprender a escrever é importante !!!

  113. Jose Carlos de Souza Machado Responder

    para defender o LULA só estando na lista de pagamento do governo federal ou do PT…penso ser vergonhoso esse blog querer defender o chefe do Mensalão e amante da Rosa…se esse País fosse um pouquinho sério o LULA estaria preso a muito tempo…outra: importar médicos de CUBA que nada conhecem de medicina é querer maltratar mais do que já são os cidadãos brasileiros…se são competentes como dizem ser, com certeza não terão problemas de fazer o REVALIDA aplicado pelo Conselho federal de Medicina a todo médico diplomado no exterior e que pretenda exercer a profissão no Brasil…quanto ao fato do Cremesp convidar funcionários a defender as barbáries que se pretende cometer contra a medicina no Brasil é tão legítimo, quanto o Gilberto Carvalho, Secretario da Presidente da Republica, e espião do LULA, ter colocado funcionários do seu gabinete, ou afins, para que promovessem a queima de pneus nas imediações do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na véspera da abertura da Copa das Confederações…triste por ver a que ponto chegou o nosso País em face do péssimo governo que possui.

    1. Marcos Responder

      Isso mesmo, cavalheiro, continue lendo bastante o panfleto fascista ”Veja”, assistindo à rede Bobo de Alienação, lendo o jornaleco Falha de São Paulo, entre outras porcarias da “grande” mídia (na verdade, uma máfia midiática que infelicita o Brasil).
      Não se aproveita nada do que você disse. Só bobagens, mentiras, preconceitos. Só repete mentiras e calúnias disseminadas pela máfia midiática.
      E você deve se achar bem informado.
      Tadinho.

  114. Marcelo Łukaczewski Responder

    Essa jaguarinha, além de tudo é analfabeta “solicito a retirada imediata da mesma”. Só mesmo os muito idiotas usam expressões “o mesmo, a mesma, os mesmos, as mesmas, do mesmo, da mesma”, no lugar de ele, ela, eles, elas, dele, dela, deles, delas.

  115. Matheus Responder

    http://m.youtube.com/watch?v=McqG_IhV4rA&feature=related
    Assista esse video antes de julgar os motivos pelo qual os médicos nao querem ir para o interior! Se informe mais antes de cogitar a hipótese de cubanos entrarem sem revalida! Experiências semelhantes sem revalidação ocorreram na Venezuela e Bolívia foram desastrosas, com “voluntários” que nem médicos eram!

    1. Krish Responder

      A medicina cubana – um modelo?

      http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=350

      “Estudantes de Medicina” em Cuba

      http://youtu.be/KslPYEoUg-A

  116. Krish Responder

    Demanda tempo… só que os petralhas estão no poder há 10 anos e só agora perceberam isso… merecem o Prêmio Óleo de Peroba…

    1. Marcos Responder

      Os petralhas, caro tucanalha, pelo menos perceberam agora.
      Os tucanalhas estiveram no poder durante oito anos e jamais perceberam o problema.
      Aliás, as “elites” que governaram este país durante 500 anos jamais perceberam o problema. Claro, né, para que se importar com os pobres, pretos, putas, uma gentalha ignorante, suja e famélica?!
      Quem merece o Prêmio Óleo de Peroba são vocês, tucanalhas e afins!
      Compare objetivamente, honestamente as realizações dos governo Lula e Dilma com as realizações do governo FHC, e verá que os governos Lula e Dilma foram MUITÍSSIMO MELHORES que o governo FHC. Não foi por acaso que o presidente Lula terminou o seu último governo com 87% de aprovação pessoal, segundo os maiores institutos de pesquisa do país. Uma aprovação astronômica, recorde. Mas tem que comparar os governos com base no que realmente foi feito, recorrendo aos dados do IBGE, da FGV, entre outras instituições.

  117. José Artur Medina Responder

    Esperava mais daqui.

  118. marifatisi Responder

    Como são arrogantes, preconceituosos, racistas, corporativistas, esses são os filhinhos de papai; as patricinhas sonegadores de IR. Julgam-se acima do bem e do mal. Pensam que são semi-deuses. Basta olhar a carinha dela; QUE VENHAM OS VERDADEIROS MÉDICOS; OS CUBANOS! E logo, o povo brasileiro já não aguentam mais esses destruidores do SUS.

    1. José Artur Medina Responder

      Quanto ódio de quem te alivia a dor.

    2. karina medaglia Responder

      olha quero ver como eles vão receitar os medicamentos psiquiátricos que você precisa se não vão ter inscrição nos conselhos regionais…

  119. francisco niteroi Responder

    Rovai

    Ver a caixa de comentarios aqui da uma certa depre.

    Os medicos brasileiros estao se mostrando uma classe reacionaria, se acham os tais, insensiveis sociais e nao vi NINGUEM, MAS NINGUEM MESMO, mesmo os babacas que falam de corrupcao, DAR ALGUMA EXPLICACAO DO PORQUE QUE ESTA CLASSE SONEGA TANTO.

    Vcs estao perdendo a moral e nesta batalha vcs estao se afundando mais.

    Saiam da ilhazinha de vcs. Vejam o exemplo da medica da foto: na ilhazinha achou que o mundo girava no umbigo da categoria dela ( “nao discuto com leigos”) e na arrogancia, ao entrar em contato com a sociedade, deu um espetaculo de rara vulgaridade.

    Eu oago 27,5% de Imposto de Renda e nao respeito CATEGORIA QUE FALA EM MELHIRES CONDICOES DE TRABALHO E NAO FALA NUNCA SOBRE A IMENSA SONEGACAO.

    Continuem assim. Mas o Brasil esta mudando. Nao dentro do discurso fascista de que o gigante acordou. Sempre estivemos acordados aqueles que nao acreditam nos bons propositos em que vcs embalam as suas passeatas.

    COMECEM SEUS MOVIEMNTOS SOLICITANDO À CATEGORIA QUE SAIA DA VERGONHOSA LISTA DOS MAIORES SONEGADORES.

    E comentaristas: MESMO SEM RECIBO DECLAREM O VALOR NO IR. Vcs estao cobertos pelo CTN.

    1. Paulo Soares Responder

      Querido, que rancor é esse?!
      Inveja mata!!!!
      Sai olho gordo!!! Kkkkkkk

    2. José Artur Medina Responder

      Seu problema é contra a natureza humana; preciso te abrir os olhos: o ser humano é mau e corrupto, não só os médicos. E não se esqueça do motivo do debate: é sobre oferecer atendimento médico sem qualquer controle de qualidade aos mais pobres, que parece vc não se importar muito. Não tem problema negar os recursos tecnológicos que vc tem acesso aos mais pobres? Puta sacanagem com os mais pobres!

  120. Adriana Responder

    O cara ali em cima quer ser todo intelectual e escreve infelizmente com “S”
    Hahahhahahaahhahahaha

    Vergonha desses petistas que amam esses Bandidos , Ladrões e covardes que nao aparecem mais na TV
    Por medo !!!!

    Horrível ler essas citações , que no mínimo estão sendo pagas para dar opinião

    Vamos acabar com esse papo RIDÍCULO
    Recalque absurdo de todos vcs

    Bando de gente hipócrita e sem Noção .
    Vão prestar vestibular e tentem , ao menos tentem entrar em uma universidade .

    Medicina pra vcs nem pensar, IMPOSSÍVEL !!!!
    Pode letras mesmo

  121. Mauro Responder

    É uma mulher bonita. Pena que tem muita m. na cabeça. Em outro lugar, se fora ela mesma,ainda escrevera: “Estão denegrindo minha imagem…” Primeiro, o que tem a ver difamar a alguém, com d e n e g r i r… Essa palavra não é racista?! Nossa cultura de séculos de escravidão nem se dá conta disso ! A linda burguesa nunca deve ter sido afetada por pré-conceitos. Mas veicula uma porção deles…

  122. elizabeth cristina muniz Responder

    Bom dia a todos!!! Meu marido é médico de medicina pública há 34 anos e o que assistimos hoje, é a conseguencia da falta de educaçao básica, (leia-se ESCOLA) de um povo. As Universidades e Hospitais públicos forma abandonados a própria sorte,que alas inteiras foram fechadas.Departamentos idem.Alguém consegue imaginar uma enfermaria onde os profissionais não tenham LUVAS?? Pois é minha gente.Luvas!!! Quem sempre utilizou ESSA SAÚDE PUBLICA, não tinha voz e nem vez,somente para fazia votos, através do BOLSA ESMOLA.Como os planos de saúde encareceram e pioraram MUITO, não restou outra alternativa a CLASSE MÉDIA, ir as ruas e protestar por aquilo que sempre foi seu,mas como nunca precisou…. Há emprego no país para médicos, há sim, mas falta a vergonha na cara dos políticos para investirem na sáude, com salários dignos, estrutura material e pessoal.Não com promessas MENTIROSAS através da mídia,com oferecimento de salários milionários,com intuito ardil de enganar a população. Quem vive a miséria humana, muitas vezes, tira do próprio bolso, o dinheiro do remédio para o paciente.É exatamente isto,que ocorre com o nosso Brasil. Miséria por falta de comprometimento político, educacional, de segurança.Parabéns ao Conselho Federal de Medicina, por manter-se firme em sua posição.Médicos temos, o que não temos é vontade política e vergonha na cara!
    Em tempo: Assistam no Youtube: Alexandre Garcia no Bom dia Brasil – dia 03 Julho.
    http://youtu.be/wrpe2SjCPjs Assistam!!!!!!

  123. GERSON Responder

    Estes médicos sao os mesmo que nao querem ir para periferia

  124. Mario De Luca Jr Responder

    Nosso problema é ser governado, legislado e fiscalizado por pessoas que tem plano de saúde e não dependem do sistema. Pq essa galera toda descendo o pau se mete a discutir assuntos dos quais não tem conhecimento algum. Venham comigo ou outros colegas médicos até as emergências dos grandes hospitais país a fora e vejam como são tratados seres humanos como nós, as condições de higiene, de sanitarismo dentro dos grandes centros de medicina pública. Em hospitais veterinários há menos disseminação de doenças, há mais tratamento digno para seus pacientes. A galera que desce a ripa é a aquela que na primeira diarréia sai correndo pro sírio libanês e albert einstein… Acham que somos playbos, filhinhos de papai ?? Agora em setembro abrem as inscrições pros vestibulares de medicina país afora. Se inscrevam, passem, se formem, façam especializações e depois de tudo isso venham discutir… Simples não ??
    Mario De Luca Jr, cremers 22469

  125. Geraldo Andrade Responder

    Quando os médicos brasileiros foram voluntários para ajudar as vítimas do terremoto do Haiti, tiveram que validar seus certificados de conclusão? E aqui se fala em clinico geral. Uma vez por ano um trabalhador da classe média em geral vai a 4 especialistas: clinico geral, odontologia, oftalmologia e ginecologia ou urologia. Se houver especificidades voce precisará de outros profissionais, cirurgiões de cada uma das áreas médicas. Sabendo que ortopedistas são médicos raros que nunca estão presentes nos finais de semana em hospitais e anestesistas estes não atendem mais por planos de saúde, só particular e em dinheiro vivo! Milhares de cidades não tem médico e se depender dessa classe brasileira nunca terá. Não querem médicos estrangeiros porque seu mercado de trabalho vai diminuir, afinal somos a mercadoria de seu trabalho.

    1. José Artur Medina Responder

      Filho da puta tem em todas as áreas. Estes cornos só fazem este absurdo que vc relata porque um FDP bem pior, o gestor, combinou com ele, oferecendo 1/4 do valor que deveria receber.

      1. Luís CPPrudente Responder

        Este seria o caso da classe dos médicos?

        1. José Artur Medina Responder

          De médicos também.

    2. Otilia Responder

      SEM COMENTÁRIOS, QUE ABSURDO ISSO.
      REVOLTANTE…

    3. Otilia Responder

      CONCORDO COM VÁRIOS DOS COMENTÁRIOS AQUI.. MAS PARABENIZO A VOCÊ GERALDO ANDRADE. PERFEITA TUA COLOCAÇÃO, QUE TRANSCREVO NOVAMENTE…

      (2) Geraldo Andrade says:
      sábado, 6th julho 2013 at 20:57
      Quando os médicos brasileiros foram voluntários para ajudar as vítimas do terremoto do Haiti, tiveram que validar seus certificados de conclusão? E aqui se fala em clinico geral. Uma vez por ano um trabalhador da classe média em geral vai a 4 especialistas: clinico geral, odontologia, oftalmologia e ginecologia ou urologia. Se houver especificidades voce precisará de outros profissionais, cirurgiões de cada uma das áreas médicas. Sabendo que ortopedistas são médicos raros que nunca estão presentes nos finais de semana em hospitais e anestesistas estes não atendem mais por planos de saúde, só particular e em dinheiro vivo! Milhares de cidades não tem médico e se depender dessa classe brasileira nunca terá. Não querem médicos estrangeiros porque seu mercado de trabalho vai diminuir, afinal somos a mercadoria de seu trabalho.

  126. Adriana Responder

    Hahahahahaaha

    Aqui não entram sem o REVALIDA .
    Mas indico vcs todos irem se tratar lá nos cafundó dos Judas
    Para qualquer Amigdalite .

    Vencemos SP
    E se conseguirmos derrubar o PT melhor ainda
    Tchauzinho cambada

  127. Paulo Soares Responder

    Rovai….

    Antes de mais nada, vc se encontra na revista adequada… Pequena e depois expressão igual a você!!!
    Outra coisa… Quando vc diz que. Paulista foi prejudicada quanto a passeata, em decorrência dos hospitais na região, eu te pergunto; você, todo ano quando vai a parada gay, vc pensa nisso?!
    Por fim, tá facil de resolver esse seu problema…. Cancele o teu plano de saude e vá ser atendido por algum cubano.. Afinal, eu quero que vc se lasque!!
    E vc, PTzinho de merda, deveria se preocupar com o teu bando que está saqueando o nosso país!!!
    Abs
    Obs.: quanto vc ganhou pada fazer essaateria tendenciosa, hein !!!!
    Péssimo ” jornalista”…

  128. Ricardo Responder

    Cambada de playboy FDP… Classe super privilegiada… Vai ver a condição de trabalho de psicólogos e outros profissionais de saúde que trabalham no serviço público….. Vcs querem é mamar mais e mais… Gentinha ruim de serviço…

  129. Ricardo Cangemi Responder

    Os médicos brasileiros estão certos. Não tem nada que trazer cubanos para cá, tem é que investir mais nos hospitais públicos e na formação dos médicos do país, dinheiro para isso existe, sim.
    Os cubanos que fiquem por lá, na “maravilhosa” ditadura do tio Fidel, um dos ditadores mais longevos da história da humanidade; aliás, bem que podiam também se mudar para lá os que querem trazer os cubanos para cá e todos os que defendem a vinda deles.
    As médicas estão sendo acusadas de serem bonitas, vaidosas e bem tratadas. Desde quando ser limpo, asseado e bem apresentável depõe contra o caráter de um médico, ou de qualquer outro profissional? Só no Brasil mesmo.
    As meninas são lindas e seus protestos são legítimos, investiram em sua educação e formação e, agora, a esquerda recalcada brasileira importa uns cubanos qualquer.
    No Brasil, ser bonito e bem sucedido é considerado ofensa à sociedade, o sucesso alheio incomoda a esquerda inculta brasileira, para ela todos têm que permanecer ignorantes e na miséria, vivendo de assistencialismo barato e elegendo analfabetos e ex-guerrilheiras.
    Mais :
    http://amarretadoazarao.blogspot.com.br/2013/07/acharam-o-dedo-do-lula.html

  130. Carlos Responder

    Pelo andar da carruagem….. daqui a pouco vão encontrar o nariz do aecinho na C#$”/ %ca da “moça” do cartaz!

  131. Rosa maria Reis Responder

    Só quero dizer que tudo isso é lamentável.Há bons profissionais em todas as categorias.Essa infeliz que segura esse cartaz de mau gosto não tem sequer respeito pelo ser humano .Como pode ser uma médica respeitada ?
    na verdade ao fazer um juramento ao nos formarmos temos uma responsabilidade diante da sociedade e de Deus .esse para mim é o mais importante poque sabe o que existem em nossos corações.e s o que nos move em nossas ações e Jamais fugiremos de seu julgamento..Somos todos povo brasileiro.Estamos no mesmo barco.que a maioria dos médicos estão deixando a desejar não resta dúvida.somos a cada momento bombardeados pelas notícias de erros médicos médico que praticam a eutanásia e recusam-se a atender pacientes.Que venham os médicos cubanos. Precisamos de todos e há lugar para todos !

  132. Marta Mariah Responder

    Fala~se em sonegação lembrei-me dos médicos ofttalmologistas que adaptam e vendem lentes de contato, em seus consultórios , e não emitem nota fiscal e não liberam a receita para que o cliente possa decidir onde comprar o seu produto …..Isto não é grave?
    i

  133. nailton Responder

    O oportunismo é uma arte né, grande artista Roval
    ?

  134. José Artur Medina Responder

    Este Blog é de esquerda da mesma forma que o DEM ou PMDB, na base do fisiologismo. Não houve um debate e sim uma opinião unilateral igual à da ditadura que Dilma lutou contra. Ninguém entrou para debater nada.

  135. Luís CPPrudente Responder

    Essa mulher da foto poderia ser classificada como “bonitinha, mas ordinária”?

  136. Jandyr Rabello Responder

    O caso do Haiti foi uma exceção. E exceções têm em muitas profissões. Já fui vítima de erro médico, também já tive a vida salva por médico, mais de uma vez. Cuba tem lá suas mazelas, mas também tem suas flores, e lá se pratica Medicina de excelência. O que não exime um médico cubano de se submeter a revalidação, mesmo sendo clínico geral e situação de emergência. Emergência? Como deixaram a situação da saúde no país “evoluir” pra esse ponto? E porque os médicos brasileiros não querem atender na zona rural, nas periferias das grandes cidades, na caatinga, no cerrado, no pantanal, nas regiões inóspitas? Será mero capricho? Tenho vários amigos e conhecidos médicos, alguns estudaram comigo no ginásio ou no pré-vestibular, tenho vários parentes médicos, e nenhum deles é insensível ou desumano, mas que maus profissionais existem em todos os setores e profissões, isso é verdade. Devido à militância política de meu pai, que era militar mas estava na clandestinidade, fomos fixar residência em bairro de periferia. Chegando lá encontramos uma casa de saúde e maternidade funcionando a pleno contento, fundada por uma militante do antigo PC do B (depois PCB). Com o golpe militar, as portas fecharam e a localidade ficou sem médico. O meu pai entrou em contato com um Capitão médico do E.B., e ele se prontificou a atender a população local, de graça. depois o posto médico, mantido por particulares, foi ocupado por outros médicos, que muito ajudaram a população local. A Prefeitura bancava uma ambulância velha, que ajudava bastante. Naquele tempo não havia SUS, os pobres dependiam dos SAMUS, dos Hospitais de Caridade, das Santas Casas de Misericórdia. Se o peão não tivesse carteira assinada, simplesmente não tinha assistência médica. Com todos os erros, desvios e falhas ( o que não justifica), o SUS representa um progresso enorme, quem viveu na periferia sabe disso.Faz-se necessário encontrar um caminho de consenso, em busca da melhor solução, vamos elevar o nível da discussão, o tema merece, paixões à parte…

  137. Silvia Responder

    Petista sempre Com esses assuntos idiotas .

    Ela disse tudo nesse cartaz, tudo que todos nós gostaríamos de dizer ela disse.

    E a Dilma e o Lula precisam se tratar no Sus assim que estiverem com Metastase

  138. Messias Franca de Macedo Responder

    O DOUTOR ADIB JATENE APOIA O PROGRAMA ‘MAIS MÉDICOS’

    SENSACIONAL! Em entrevista a uma emissora de televisão do PIG, o catedrático doutor Adib Jatene “ministrou uma aula”, apoiando o projeto do governo federal relativo ao atendimento médico no país! Segundo o ex-ministro da Saúde, as propostas representam um avanço na *formação dos(as) médico(as)! E se juntou à campanha ‘HUMANIZA JÁ’!…
    *formação que deve ter, também, o viés humanista!

    BRASIL NAÇÃO – em homenagem ao egrégio, competente e impávido doutor e professor Adib Jatene!

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  139. Messias Franca de Macedo Responder

    O DOUTOR ADIB JATENE “JOGOU LEITE NA CARA DOS CARETAS”! ENTENDA

    O doutor Adib Jatene defendeu, com ressalvas, o projeto ‘Mais Médicos no Brasil’ lançado pelo governo federal. E, em dado momento da explanação, o ex-ministro da Saúde desqualificou a tese de que a infraestrutura caótica dos hospitais e demais Unidades da Rede Pública de Saúde signifique um estorvo intransponível para o atendimento qualificado dos médicos lotados, sobretudo, nos rincões do país! Professorou o catedrático professor Adib Jatene: “Eu defendo o aporte substancial de recursos a ser destinados ao SUS. Sim, Mônica [Valdvogel], eu criei a CPMF com este objetivo! E sabe por que a CPMF foi extinta? Porque descobriram que a CPMF era um instrumento efetivo do controle da sonegação fiscal!…”

    RESCALDO: a âncora do programa ‘Entre Aspas’ [GloboNews], a Mônica [Valdvogel], deu um sorrisinho maroto e “tratou de mudar o rumo da prosa”!… Ah! Esses(as) ‘jornalistas amigos(as) dos patrões’!…

    E VAPT VUPT! Pano rápido limpa e desinfeta as sujeiras do PIGolpista/terrorista/fascista/antinacionalista!…

    … E que país é esse?! “É o ‘Brazil’(!) mudado por um menino paupérrimo (idem sic) chamado Joaquim!”

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  140. marcio ramos Responder

    materia muito boa.
    precisamos batalhar por um SUS de qualidade.
    viva o povo brasileiro

  141. Messias Franca de Macedo Responder

    MIMIMI, COXINHAS E JALECOS

    Por Luís Fernando *Tofoli
    *Médico, professor-doutor no Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
    em http://mariafro.com/2013/07/09/tofoli-mimimi-coxinhas-e-jalecos/comment-page-1/#comment-62392

    LÁ VEM O MATUTO ‘BANANIENSE’ COM A CARTEIRINHA DO SUS NAS MÃOS [‘SUJAS’!]!

    … No *debate entre o professor doutor Adib Jatene e um representante das entidades médicas [corporativistas e mercenárias], esse último, obviamente contra o projeto do governo federal, em dado momento afirmou: “… Realmente, a maioria dos estudantes de medicina formada nas universidades brasileiras – públicas e privadas – terminam o curso praticamente especialistas em uma determinada área! No entanto, em termos de clínica médica, sabem, no máximo, tratar uma diarreia, isso quando esta situação não complica!…”
    * programa ‘Entre Aspas’ [GloboNews], edição da noite de 09/07/13

    E VAPT VUPT! Pano rápido limpa e desinfeta as sujeiras do PIGolpista/terrorista/fascista/antinacionalista!…

    … E que país é esse?! “É o ‘Brazil’(!) mudado por um menino paupérrimo (idem sic) chamado Joaquim!”

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  142. Silvia Responder

    Invejosos !!!

    Vamos pedir o impeachment da Guerrilha !

    Ditadura aqui nao, meus camaradas !

    Aqui é Brasil

    Democracia e não queremos essa corja de ladroes .

    Vcs falam de médicos mas correm pro hospital qdo estão com dor de cabeça e precisam deles

    Lotam os PS para pegarem atestados .

    Vcs vão ver se os médicos nao vão conseguir …

    Certeza que vão .

    Lula e Dilma são um fracasso .

    E sempre serão , sempre !

    Fora Já !

    1. Marcos Responder

      Ladrões, entreguistas, fracassados são os tucanalhas e afins!
      Quanto aos que avaliam mal o PT e os governos Lula e Dilma com base no que sai nessa máfia midiática que infelicita o nosso país, liderada pela Rede Bobo de Manipulação e Alienação, só posso lamentar a incrível cegueira.

  143. Messias Franca de Macedo Responder

    JANIO DE FREITAS APOIA INICIATIVA DE ‘MAIS MÉDICOS’

    Para colunista da Folha, programa do governo é coerente porque ‘médico quase sempre tem alguma coisa a fazer para atenuar o sofrimento mesmo sem a instrumentação e o remédio adequados. Já o equipamento, além de ficar inútil, não tem, por si só, poder de atrair quem lhe dê uso proveitoso’
    11 DE JULHO DE 2013 ÀS 07:14
    247 – O colunista da Folha, Janio de Freitas, vê como positiva a iniciativa do governo de levar mais médicos ao interior dos Estados. Para ele, são os profissionais que podem abrir caminho para melhoria na estrutura da saúde. Leia:

    De galinhas e medicina
    O que deve ir primeiro para o interior do país, o tão invocado equipamento básico ou o médico?
    O ovo ou a galinha.
    O ovo já é colega íntimo dos médicos em serviços à vida, no seu papel de receptáculo de contaminações nele injetadas para a produção de vacinas. A galinha tem séculos de contribuição aos pacientes, sob a forma daquela santa canja que reanima muito doente, para maior prestígio da medicina. É natural que se juntem para mais um esforço de contribuição ao mais importante dos saberes humanos.
    Faz sentido a ponderação dos contrários à contratação de médicos estrangeiros para o interior, por falta, lá, até dos mais simples recursos para atendimento (a ponderação das associações médicas exala odores de motivação real muito diferente). É diante desse argumento que o ovo e a galinha comparecem com a velha indagação de qual deles veio primeiro. Muito sugestiva no caso atual.
    O que deve ir primeiro para o interior, o tão invocado equipamento básico ou o médico? Se for o equipamento, além de ficar inútil, não tem, por si só, poder de atrair quem lhe dê uso proveitoso. Jornais e TV têm noticiado casos exemplares de municípios com instalações à espera de médicos, mesmo com remuneração melhor que a ofertada nas capitais.
    O médico que é médico quase sempre tem alguma coisa a fazer para atenuar o sofrimento mesmo sem a instrumentação e o remédio adequados. Vemos isso, com frequência, nos acidentes. Eu mesmo já ansiei, na beira de uma estrada, por um médico que parasse ao menos para me dizer como estancar a hemorragia perigosa.
    Se primeiro a chegar, o médico, além do efeito de sua simples chegada, e das imediatas orientações sanitárias que pode proporcionar, tem meios de requerer, reclamar, denunciar e acusar publicamente as responsabilidades pelo descaso com os recursos de que precisa.
    E pode romper, até com apoio judicial, o contrato não cumprido pelo contratante.
    O que não faz sentido é estabelecer a priori que no interior não haverá sequer os recursos minimamente necessários. Isto é sacar sobre o futuro. Especialidade de economistas e jornalistas, não de médicos. Por que não experimentar com mil ou dois mil médicos? Se a experiência com metade deles der certo, ou que seja um terço, um quarto, já se terá aprendido muito, mas, sobretudo, quanto alívio terá sido dado, quantas crianças terão deixado de sofrer, se não de morrer?
    E, se a carência impeditiva está no interior, os grandes centros urbanos estão equipados para o atendimento à população, mínimo embora? Há três dias noticiava-se que o Hospital do Andaraí, pronto-socorro e referência em queimados no Rio, estava com as cirurgias suspensas por falta até do material mais simplório, como cateter. A desgraçada periferia de São Paulo inclui serviços médicos com o equipamento necessário? As cenas recentes em TV não foram tomadas no Projac.
    Essa discussão não é sobre médicos, hospitais, postos de saúde, equipamentos. É sobre doença, sofrimento, partos, mortes, crianças.

  144. Messias Franca de Macedo Responder

    Adib Jatene: “Brasil precisa de médico especialista em gente”
    julho 10th, 2013 by mariafro
    “Brasil precisa de médico especialista em gente”

    Cláudia Colluci, Folhapress via Pragmatismo Político

    09/07/2013
    Cardiologista e ex-ministro da Saúde defende proposta apresentada por Dilma e diz que médico precisa se transformar num especialista em gente
    O cardiologista e ex-ministro da Saúde Adib Jatene, que preside uma comissão que auxiliou o governo na formulação do projeto para a mudança do ensino médico, defende a proposta apresentada ontem pela presidente Dilma mas afirma que não conhece a versão final.
    Adib Jatene defende médico menos robótico e mais humano (Foto: Divulgação)
    Para Jatene, o ensino médico está formando candidatos à residência médica, com muito ênfase às especializações e alta tecnologia. “O médico precisa se transformar num especialista de gente.”
    O que o sr. achou das mudanças propostas para a mudança do ensino médico?
    O ensino médico está formando candidatos à residência médica. Isso estimula a especialização precoce. Precisamos formar um médico capaz de atender a população sem usar a alta tecnologia. O médico precisa se transformar num especialista de gente.
    E como ficará a supervisão?
    É a própria faculdade de medicina que cuidará disso. A proposta [original] é que ele fique dois anos no Estado que se formou, supervisionado pela faculdade. A escola vai fazer parte do sistema de saúde, não simplesmente dar o diploma. Com telemedicina e teleconferência fica fácil.
    O sr. foi consultado sobre isso?
    Vínhamos trabalhando nessa proposta, mas não sabíamos que já seria anunciada. O ministro Mercadante me telefonou dizendo que a presidenta Dilma iria anunciar, mas não deu maiores detalhes. Mas parece que está está dentro dos princípios.
    A proposta era mesmo de aumentar para oito anos?
    Sim. Quando me formei em medicina, em 1953, o curso já era de seis anos, e o conhecimento era muito pequeno. Hoje é colossal e o curso continua de seis anos.
    E em relação à política para fixar médicos no interior?
    Municípios pequenos deveriam integrar um consórcio para uso de alta tecnologia. Precisam, porém de um médico polivalente, que atenda de parto a uma emergência.

    FONTE: http://mariafro.com/2013/07/10/adib-jatene-brasil-precisa-de-medico-especialista-em-gente/

    1. José Artur Medina Responder

      Tomara que seu filho não seja atendido por teleconferência. Por que os pobres merecem menos?

  145. Messias Franca de Macedo Responder

    UM POUCO SOBRE A NATUREZA [corporativista, mercenária e irresponsavelmente alienada] DAS ASSOCIAÇÕES E DEMAIS ENTIDADES MÉDICAS!

    Aqui, na Bahia, há muitos anos que as *entidades médicas e o **SindSaúde veem lutando – “conjuntamente”(sic) – no sentido da promoção de melhorias nas estruturas das Unidades de Saúde e por uma remuneração digna para todos os profissionais da SESAB (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia)… Há poucos meses aconteceu a seguinte barbárie eivada de aleivosias: percebendo que as negociações com o governo estadual não estavam avançando a contento, as associações médicas – ameaçando com uma greve geral, apenas, dos médicos – marcaram mais uma assembleia da categoria. E eis que “um convidado especial” participou da tal assembleia! Parece mentira: o médico e secretário estadual da Saúde compareceu à assembleia dos, digamos, “revoltosos”! E o(a) leitor(a) imagina qual foi o acordo estabelecido? Ao invés da implantação de um PCCV (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos) que contemplasse todos os profissionais dos quadros da SESAB, de forma indecorosa e absolutamente aética, definiu-se pela instalação de uma comissão para definir um PCCV, pasme, exclusivo para os médicos! Os demais profissionais da SESAB “ficaram a ver os navios da Bahia de todos os Santos” [RISOS! Ô!]!…
    *Cremeb (Conselho Regional de Medicina), Associação Médica da Bahia e SindMed (Sindicato dos Médicos)
    **Sindicato dos Servidores em Saúde do Estado da Bahia, entidade que congrega os demais servidores em saúde do Estado da Bahia

    … Fiquemos com o gênio *Gilberto Gil:

    O melhor lugar do mundo é aqui,
    E agora bis
    Aqui onde indefinido
    Agora que é quase quando
    Quando ser leve ou pesado
    Deixa de fazer sentido
    Aqui de onde o olho mira
    Agora que ouvido escuta
    O tempo que a voz não fala
    Mas que o coração tributa
    O melhor lugar do mundo é aqui,
    E agora bis
    Aqui onde a cor é clara
    Agora que é tudo escuro
    Viver em Guadalajara
    Dentro de um figo maduro
    Aqui longe em nova deli
    Agora sete, oito ou nove
    Sentir é questão de pele
    Amor é tudo que move
    O melhor lugar do mundo é aqui,
    E agora bis
    Aqui perto passa um rio
    Agora eu vi um lagarto
    Morrer deve ser tão frio
    Quanto na hora do parto
    Aqui fora de perigo
    Agora dentro de instantes
    Depois de tudo que eu digo
    Muito embora muito antes
    O melhor lugar do mundo é aqui,

    *http://letras.mus.br/gilberto-gil/46186/

    (… Sem mais por agora!…)

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  146. Messias Franca de Macedo Responder

    JATENE DEFENDE
    POLÍTICA PARA MÉDICOS
    Missão de um médico não é trabalhar no Sírio e brilhar na Ilustrada da Folha.
    Vá aos 3 minutos e 18 segundos da isenta “reportagem” do Mau Dia Brasil para ver a sonora do Dr Adib Jatene, que tem mais autoridade moral para falar da Medicina que maioria dos Conselhos Regionais – especialmente daqueles que passavam a mão na santa cabeça do Dr Abdelmassih.
    Publicado em 10/07/2013

    Em http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/2013/07/10/jatene-defende-politica-para-medicos/#comment-1194204

  147. Raquel Olmos Bueno Responder

    Qual o problema de vc dispensar um funcionário para participar de uma passeata justa? Esta associação não é um orgão público, portanto eles podem dispensar os funcionários a hora que quiserem! Pior os políticos que usam nosso dinheiro para mandar pessoas vandalizar nas passeatas para denegrir o movimento!!! cai na real!!!

  148. Odilon Responder

    Hoje tem manifestacao

  149. Jacy Responder

    Já sei o nome

  150. Jacy Responder

    Já sei o nome e sobrenome dela
    A Carolina É medica sim.

  151. luciana Responder

    Ler um comentário desse me entristece, pq nós Médicos massacrados estamos em luta.Pq o Sr Genuíno não foi para o SUS…Venha passar um plantão comigo blogueiro e se quiser ver minha realidade veja meu blog dralucianarimololeal.blogspot.com.br

  152. Eliane Cristina Responder

    Nao vejo problema nenhum em dispensar os funcionários que desejem apoiar a causa.
    Bonito é oferecer R$ 70,00 mais um pão com mortadela como o PT faz né?!

  153. André Responder

    Artigo muito infantil…

    Dá pra ver claramente que você não conhece sobre o que escreve. As fontes das suas informações não existem. Tenta deixar a imagem de que os médicos não podem protestar (um direito inalienável do ser humano).

    Me pareceu também parcial e mal-intencionado. O que tem a ver o protesto de alguns médicos com o caso dos dedos de silicone, que foi um crime cometido por alguns profissionais de má índole ( e não eram somente médicos, ok?). Se essa minoria tira o direito de reivindicação de uma classe, saiba que no seu ambiente de trabalho existe uma proporção de pessoas sem escrúpulos maior do que na área da saúde. Vide seu artigo sem fontes…

    Levante da cadeira. Vá para um hospital público. Sorteie alguns números de CRM ao acaso e acompanhe a rotina desses profissionais. Conheça realmente o perfil desses profissionais antes de escrever. Não me venha com “um cara me disse no Facebook…”, coisa de canalha… trabalhe com decência. Aposto que nenhum médico nunca te disse que iria te tratar de acordo com algo que um fulano lhe disse no Facebook…

    Sabe a causa da concentração dos médicos? Vai estudar… veja quantos cursos de medicina foram abertos nos últimos 10 anos. E veja onde esses cursos foram abertos. Veja onde o nosso querido governo permitiu que se abrissem novas vagas em medicina. Como em muitas outras áreas.

    Misturar ato médico com Mais Médicos?? Você apóia os dois?? Critica uma lei que aumenta a importância do médico na equipe de saúde e apóia um programa que se baseia na filosofia de que o médico é quem faz a diferença (e não água potável, educação, dignidade, diminuição da desigualdade).

    Lamentável seu artigo forjado com informações mentirosas…

  154. Paulo Freire Responder

    Médico processa CREMESP e ganha na Justiça

    (http://drpaulofreire.med.br/Forum/viewtopic.php?f=14&t=2)