O impeachment de Joaquim Barbosa ou a democracia entre a justiça e o justiceiro

A OAB solicitou que o CNJ investigue Joaquim Barbosa no caso da substituição do juiz do Distrito Federal responsável pelo caso da Ação Penal 470

A OAB aprovou documento assinado por todos os seus conselheiros federais cobrando do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma investigação sobre a conduta do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Trata-se de uma medida inédita da entidade. Algo que demonstra o quanto o atual presidente do Supremo esgarçou todos os limites do jogo democrático.

Há algum tempo, Barbosa não age mais como juiz. Fez do seu cargo um instrumento de justiciamento daqueles a quem investiga. E avançou, inclusive, contra os seus colegas de toga.

Do ponto de vista institucional, uma das mais absurdas de todas as medidas tomadas por Barbosa foi a da substituição, sem justificativa plausível, do juiz responsável pela execução das penas na Ação Penal 470, Ademar Silva Vasconcelos. E fez isso para colocar em seu lugar o juiz Bruno André da Silva Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB no Distrito Federal.

Barbosa mandou às favas qualquer zelo mínimo pela democracia ao tomar essa decisão. Não desrespeitou apenas o juiz que afastou do cargo, como também o judiciário. Porque se essa sua decisão vier a prevalecer haverá uma clara sinalização de que ele está acima de todo o sistema.

Impeachment – O impeachment de Barbosa vem sendo pedido nos últimos dias por importantes juristas, como Dalmo Dallari e Celso Bandeira de Mello. E talvez seja exatamente isso o que o presidente do Supremo deseje. Todos os seus atos apontam mais para o desejo de ser compreendido como um justiceiro e não como um juiz. E para que se torne ainda mais forte esta marca, o justiceiro precisaria ser perseguido.

A “perseguição” perfeita seria um processo de impeachment contra ele. E se possível acompanhado de um movimento do executivo atacando-o por alguma de suas ações. Não à toa, Barbosa já provocou a presidenta Dilma de todas as formas para que ela o ataque.

Com uma investigação aberta contra ele, viria a renúncia ao STF. E a candidatura presidencial. Em que um ou dois partidos lhe garantiriam uns 3 a 4 minutos de tempo de TV, o que lhe permitiria somar forças à oposição.

No atual cenário político, a candidatura que falta para garantir um segundo turno talvez seja a de Barbosa. Ele seria a referência para uma direita babona e que está faltando na disputa. Nem Aécio e nem Eduardo Campos servem bem a este figurino. Um é muito mauricinho. Outro estava até ontem com o PT.

Um justiceiro sim. No seu figurino cabem o discurso da moral, da honra, da legalidade, do combate à corrupção e de tudo o mais que não precisa levar em conta um projeto para o país, mas atende ao senso comum. Se bem embalada do ponto de vista do marketing, uma candidatura com essa pode ter de 15% a 25% num primeiro turno.

De qualquer forma, mesmo sendo este o provável desejo de Barbosa, o de se fazer de vítima para poder pular a cerca do judiciário para uma candidatura presidencial, cabe enfrentar a questão. Barbosa não pode mais ser encarado como um problema localizado. Sua atuação autocrática no STF está contaminando a democracia brasileira. Sua sanha pelo “que seja feita a minha vontade”  resgata o espírito de um tempo que parecia ter ficado para trás.

A OAB faz bem em solicitar ao CNJ investigação do procedimento de Barbosa. Juristas sérios fazem muito bem em pedir impeachment dele. Outras entidades fazem bem em cobrar responsabilidade de Barbosa. Enfrentar sua sanha ditatorial é democrático. E esse enfrentamento não pode ser feito apenas a partir de cálculo eleitoral. Tem de ser feito a partir de cálculo democrático.


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários

51 comments

  1. Felipe Responder

    Dá para o Barbosa ser candidato, afinal?! O tempo de filiação já não passou?! Pelo que eu entendi, ele seria candidato o ano que vem. Ainda dá tempo para isso?!

    1. Renato Rovai Responder

      Juízes podem se filiar a partidos e se candidatarem com seis meses apenas antes da data da eleição.

  2. Marisa Gomes Responder

    Faz tempo que acho que ele foi uma má escolha. Prepotente e arrogante, logo após começarem os elogios pela sua atuação no mensalão, ele começou a demonstrar suas ambições. Acho ele , um tirano, que está tirando proveito da repercussão do caso do mensalão para chegar ao Planalto. Tem que pará-lo agora.Ele é um déspota, e como todo déspota, é perigoso.

    1. PEDRO BALISTIERO Responder

      NOSSA QUE BANDO DE PTISTAS.QUEREM DERRUBAR O BARBOSA DE QUALQUER JEITO.
      Sr. ROVAI HÁ QUANTO TEMPO ÉS PTISTA?

    2. PEDRO BALISTIERO Responder

      Façamos o seguinte. Tiramos o Joaquim e colocamos o Lula para julgar.Assim todos ficarão contentes,
      o mensalão não terá existido e o Joaquim nem terá sido posto no cargo,Não teríamos que suportar ver
      ladrões com privilégios ao serem presos,o Dirceu com emprego de 20.000,00 e como sempre continua-
      ríamos ser palhaços.
      Tenho uma saudade da ditadura.

      1. João Vilhena Responder

        Proponho uma solução melhor ainda: Lula se candidata ao seu terceiro mandato, e se torna a pessoa mais querida de toda a história do país; o Barbosão mantém sua postura arrogante, própria da direita política brasileira, e se torna a pessoa mais odiosa do pais; José Dirceu continua amado por todos que o conhecem e sabem de seu caráter ilibado e continua ganhando um salarinho de R$ 20.000.00, de matar de inveja os seus detratores, claro!)

      2. j. andrade Responder

        Sugiro que você se mude pra primeira didatura da América Latina que aparecer.

      3. Amarilio Dantas Responder

        Balistiero ou Balistiero, Balistiero ou Balistiero, Balistiero porque és tão Balistiero?

  3. Mario Lacerda Responder

    O termo seria Impeachment ? Cabe isso para um príncipe do STF?

  4. Ana Gomes de sales pires Responder

    Eu já venho prevendo isto há algum tempo. Ele quer q façam o mesmo q foi feito em 1964, a marcha pela família, a moral e os bons costumes. No caso dele, a marcha contra a corrupção e o perseguido por isso.

  5. francisco canindé sumé vieira Responder

    Collor também era metido a justiceiro. Caçador de marajás e deu no que deu!

    1. Erasmo Responder

      Boa lembrança!!! De vez em quando a mídia aparece com um salvador da pátria!!! Muito suspeito!!!

  6. Adalberto Responder

    Ok! pelo impeachment do JB eu devolveria os ladrões a rua. Deixem esses coitados, presos políticos, fazerem os seus furtos, de nome caixa 2, em paz!
    E esses juristas, todos aliados do PT, deixe-os pegarem a sua parte do mensalão que a fonte está chegando.

  7. Mauricio Carvalho Responder

    Querem o impeachment de Joaquim Barbosa por ter aplicado a lei contra corruptos, mas não sofreu impeachment o ex-presidente LULA por encabeçar o maior roubo aos cofres públicos da história desse país… Isso é que é inversão de valores. Ser processado por aplicar a lei é o que faltava… Qual será o futuro dos demais juízes brasileiros, se o Presidente do Supremo Tribunal Federal, órgão máximo do judiciário brasileiro, for processado, que autoridade terão os demais juízes em julgar poderosos nesse país!!! É o caminho ao tão sonhada imperialismo petista.

    1. Téo Responder

      Hahahahahaha

    2. j. andrade Responder

      O Natal acabou há quase três meses, mas as vaquinhas de presépio continuam por aí…

    3. Régis Responder

      Nossa, quanta desinformação! Você tem certeza que está pluralizando suas fontes? Assim você poderia formar uma opinião própria e coerente ao invés de somente repetir o que passa na TV!

  8. Augusta Cristina Responder

    Prevalecerá o bom senso! Não se pode ferir a CF e sair impune!

  9. Rodrigo Leme Responder

    O petismo é realmente fantástico: Acho que em nenhum lugar do mundo levar bandido para a cadeia deu tamanha perseguição a um juiz. E o Rovai ainda cita justistas petistas como credencial de que o Joaquim está certo (uma busca rápida no Youtube acha vídeo de Bandeira de Mello pedindo votos ao PT – credibilidade!).

    Isso sem contar – claro – a mentira. Quem é o juiz de execução na AP470 e em qualquer caso que envolva o STF? O próprio STF!!

    “Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe:
    I – processar e julgar, originariamente:

    m) a execução de sentença nas causas de sua competência originária, facultada a delegação de atribuições para a prática de atos processuais.”

    Ou seja, Barbosa, na qualidade de presidente do STF, DELEGA (diferente de transferir a execução) a quem quiser o operacional da execução de sentença.

    É muita cara de pau. Por isso que eu sempre disse que a esquerda não gosta da democracia, só a tolera, a suporta. Mas nessas horas sempre existe o ato falho, as vontades contidas escapando entre as palavras, como na hora de derrubar um juiz que leva os seus à cadeia.

    1. FRANCISCO JOSÉ BRAGA NUNES Responder

      A estratégia tucana, ruralista, psoliana, marinista (marinesca) ou eduardiana, é tão néscia que, creio não se poder aceitá-la, até pelo mais iludido senso comum. Quem é dialético, que não aceita verdades prontas, questiona das mais simples interrogações humanas, as mais complexas perplexidades, JAMAIS, aceitaria manobrazinhas sombrias para desestabilizar o pleno exercício do estado democrático de direito.
      Sofri, em luta, toda minha adolescência (1972 a 1976) para ver o país, assim, pleno de liberdade de opinião, respeitado pelo mundo “globalizado” e reacionário, coberto de esperança em mudanças de correção dos rumos. Estamos a mais de cinquenta anos em atraso (se contarmos com a era getulista estadonoviana), portanto, com necessidade de melhorar a vida socioeconômica, e inclusiva, de nosso povo sofrido e sempre à margem do progresso científico, com sua autoestima ao rés do chão.
      Fiquemos atentos a esses “manipulados togados”, uma minoria jurisdicional que é agressiva, intolerante e totalitária.
      Juntos na luta, companheiros!
      Viva o povo brasileiro!
      VIVA O BRASIL!

      1. PEDRO BALISTIERO Responder

        Estou contigo e não abro. Temos que acabar com a ditadura PTista.

  10. noscid Responder

    O stf precisa julgar, pois é esse seu papel, mas independente de cor partidária, existem processos engavetados, como os crimes de compra de votos para a reeleição do fhc, satiagrara, castelo de areia, mensalão mineiro do presidente do partido do psdb, entrega da vale do rio doce, agora mais recente os desvios dos trens paulistas ( trensalão ), e outros maus feitos da oposição que são simplesmente abandonados como crimes a esperar subscrever. Esse senhor não pode e não deve agir como ditador em um país democrático, foi muito caro para o país sair do regime militar que prendeu, estuprou, torturou e até matou aqueles que pensavam diferente do regime, não podemos voltar ao passado sombrio, só porque uma oposição incompetente, diga-se de passagem apenas para o povo, deseja voltar ao poder a todo custo, já que no voto será praticamente impossível.

    1. HELL FIRE Responder

      VOCÊ É ANALFABETO FUNCIONAL

  11. asaman Responder

    FAZ TEMPO QUE O BARBOSA NÃO AGE COMO JUIZ …E FAZ MUITO TEMPO QUE O PT NÃO AGE COMO PARTIDO MAS COMO GANG, O BARBOSA DEVE TER SE INSPIRADO NO AIATOLULLA…….

  12. Danilo Responder

    Qual de vocês o ministro poder ser brasileiro e “sobrevivendo nos quintais do capitalismo…” “5 dos infernos” que foi o Brasil?#Nada de respostas #Médios.

  13. Laura Furlan Responder

    Ridículo a postura do judiciário, além de querer a não penalização dos mensaleiros que fraudaram o País,são racistas.

  14. Messias Franca de Macedo Responder

    Dossiê Pizzolato revela que BB e Visanet não apontam prejuízo com o ‘mensalão’

    Jornal Correio do Brasil – por Redação – do Rio de Janeiro

    27/11/2013 13:33

    Pizzolato argumenta que há provas no processo, capazes de inocentá-lo integralmente dos crimes a que foi condenado no relatório de Joaquim Barbosa.

    A versão de que os recursos do Fundo Visanet eram de uma empresa privada – e não de uma empresa pública, como foi apontado no relatório do ministro Joaquim Barbosa sobre a Ação Penal (AP) 470, do Supremo Tribunal Federal (STF) – ganharam um reforço de peso, nesta quarta-feira, no vazamento do relatório do Banco do Brasil (BB) ao blog *O Cafezinho, do jornalista Miguel do Rosário. Segundo a assessoria de imprensa do BB, provocada por um pedido de vista do Correio
    do Brasil aos balanços nos quais deveriam aparecer os prejuízos causados pela suposta operação fraudulenta que teria
    incriminado o ex-diretor de Marketing da instituição bancária HenriquePizzolato, “todas as informações relativas ao caso já foram
    encaminhadas ao STF”.

    (…)

    Ainda
    segundo Miguel do Rosário, “é preciso entender que o BB não é casa da mãe Joana. Nenhum servidor tem o poder de ‘repassar’ R$ 74 milhões do BB para nenhuma empresa. No caso do Visanet, o BB havia nomeado um gestor para cuidar dos assuntos relativos ao Fundo Visanet. Era Leo Baptista”.

    (…)

    Ainda segundo O Cafezinho, outra pericia mostrou “que o Fundo Visanet é um fundo privado, na qual uma multinacional o controla”

    “O fundo visanet hoje se tornou o CIELO. De acordo com Barbosa, o dinheiro público teria sido desviado do Fundo Visanet que é uma empresa privada. No entanto, o inquérito 2474, encaminhado ao STF, que correu sob segredo de justiça até tempo
    atrás mostra que o dinheiro do Fundo Visanet foi em grande parte para as Organizações Globo através da DNA propaganda de Marcos Valério e Barbosa não colocou em juízo a Rede Globo também no caso”, afirmou.

    Leia *aqui a íntegra do documento.
    *http://www.slideshare.net/megacidadania/3-bb-vol-25-pg-5226-a-5241-auditoria-bb-07-122005

    FONTE: http://correiodobrasil.com.br/noticias/brasil/dossie-pizzolato-revela-que-bb-visanet-nao-apontam-prejuizo-com-mensalao/665656/

  15. Jonh Responder

    Percebesse claramente que a pessoa que escreve acima é um PETISTA doente.
    Quer atacar o Joaquim, pois sabe que ele ameaça esse péssimo governo do PT.

  16. evans Responder

    Quem está contra as atitudes de JB, e querem o afastamento dele, não passa de Vermes que são a favor/ ou fazem parte dos atos desse Corruptos que enriquecem com o dinheiro público!!!!

  17. Mattheus Responder

    OAB petista? Blogueiros petistas? Que falácia… Corruptos fascistas do atual governo estão sofrendo pois um Homem está fazendo o que é pago para fazer, tomara mesmo que tudo que o Sr citou no post aconteça mesmo… Estamos precisando de alguém com no mínimo estudo para governar esse Brasil… Eleger marionetes manipuláveis eh o maior erro, essa nação que sempre foi governada pelas grandes corporações, está na hora de mudar.
    Que Deus nos abençoe!

  18. Messias Franca de Macedo Responder

    IMPEACHMENT JÁ PASSOU DA HORA! Cadê a ABIN? Vai chancelar ‘o golpe anunciado’ patrocinado pela Cia, Pentágono et caterva?!… A ABIN sabe o que é pré-sal?!…
    A PATIFARIA DO ‘FUMAÇA DO GOLPE’ NÃO TEM LIMITE! ENTENDA
    ############
    Barbosa determina perícia médica para decidir pena de Roberto Jefferson
    Do UOL, em São Paulo
    29/11/201314h53 > Atualizada 29/11/201316h12
    (…)
    O procedimento de pedir uma perícia médica também foi adotado em relação ao deputado condenado José Genoino (PT-SP), que sofre de uma cardiopatia. No entanto, no caso de Genoino, a perícia médica foi pedida depois que o petista já estava preso. Ele chegou a ser internado em um hospital de Brasília após passar mal na prisão.
    (…)
    CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/11/29/barbosa-determina-pericia-medica-para-determinar-pena-de-roberto-jefferson.htm
    ###############
    LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDORAMA!
    O sádico rábula psicopata não sacia o desejo mórbido de humilhar seletivamente! E ainda tem a desfaçatez canalha de poupar um indivíduo reconhecidamente escroque!…
    EM TEMPO DE GOLPISMO ORA EM CURSO: e a população brasileira assiste a tudo como se a tragédia inimaginável fosse mais um enredo de alguma novelinha chinfrim e obscena da Rede Roubo – perdão, ato falho -, organizações(!) globo!…
    RESCALDO: leitor(a), prepare-se para chorar copiosamente… Após ler o laudo médico acerca do estado de saúde do chefe da quadrilha dos Correios, o delator do tal MENTIRÃO! Laudo médico generoso a ser expedido pela “junta médica” do ‘cilada da vez do golpe’!…
    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    1. Marcio Responder

      a junta medica definiu q ambos devem cumprir a pena na cadeia. Barbosa p ser bonzinho ainda n mandou o Genuino de volta a cadeia, q eh o seu lugar. Roberto jah devia estar lah tb, e pela junta médica já estaria ….

  19. Messias Franca de Macedo Responder

    A alma de Joaquim Barbosa é pior que a de Thurgood Marshall, o primeiro negro da Suprema Corte Americana
    Joaquim Barbosa foi o primeiro negro brasileiro a se tornar juiz do Supremo Tribunal Federal.
    Thurgood Marshall foi o primeiro da Suprema Corte americana.
    Ambos vieram de famílias humildes e tiveram dificuldades para poder estudar.
    É possível que Marshall tenha servido de inspiração para a nomeação de Barbosa, mas as semelhanças param ai.
    (…)
    Lula e Lyndon Johnson acertaram ao decidir equilibrar a composição social das cortes supremas do Brasil e dos EUA, deixando-as com uma cor mais parecida com a do povo.
    A pele de Barbosa é muito mais negra do que a de Marsha
    Mas a alma – e o currículo -, não.
    Ninguém percebeu: nem Frei Betto, nem Thomas Bastos, nem Lula.
    Será que Dirceu percebeu?
    Postado em 29 nov 2013por : Jura Passos
    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/joaquim-barbosa-x-thurgood-marshall-o-primeiro-negro-da-suprema-corte-americana/

  20. Messias Franca de Macedo Responder

    DA SÉRIE “OS ESQUELETOS DO MENTIRÃO”! I

    #################

    Procurador Geral que livrou Dantas do mensalão ganhou contrato da Brasil Telecom

    Por jornalista Luis Nassif Do Jornal GGN

    – Em sua sabatina no Senado, o jurista Luiz Roberto Barroso considerou o julgamento do chamado mensalão “ponto fora da curva (…) Externou o que todo o meio jurídico comenta à boca pequena desde aquela época: foi um julgamento de exceção. (…) E, no começo do circuito, os financiadores. Se poderia ter se obtido a condenação fazendo o certo, qual a razão para tantas irregularidades processuais anotadas? Não se tratou apenas dos atropelos à presunção da inocência e outros princípios clássicos do ordenamento jurídico brasileiro. Há também a suspeita de ocultação deliberada de provas. 1. Ignorou-se laudo comprovando a aplicação dos recursos da Visanet. 2. Esconderam-se evidências de que o contrato da DNA com a Visanet era anterior a 2003. 3. Desmembrou-se o processo para que outros diretores do Banco do Brasil – que compartilharam decisões com o diretor de marketing Antonio Pizolato e assumiram responsabilidades maiores – não entrassem na AP 470. 4. Ignoraram-se evidências nítidas de que a parte mais substancial dos fundos do DNA foi garantida pelas empresas de telefonia de Daniel Dantas.

    O contrato de Antonio Fernando

    Aparentemente, desde o começo, a prioridade dos Procuradores Gerais da República Antônio Fernando (que iniciou as investigações), de Roberto Gurgel (que deu prosseguimento) e do Ministro do STF Joaquim Barbosa (que relatou a ação) parece ter sido a de apagar os rastros do principal financiador do mensalão: o banqueiro Daniel Dantas. Inexplicavelmente, ele foi excluído do processo e seu caso remetido para um tribunal de primeira instância. Excluindo Dantas, não haveria como justificar o fluxo de pagamentos aos “mensaleiros”. Todos os absurdos posteriores decorrem dessa falha inicial, de tapar o buraco do financiamento, depois que Dantas foi excluído do inquérito. Responsável pelas investigações, o procurador geral Antônio Fernando de Souza tomou duas decisões que beneficiaram diretamente Dantas. A primeira, a de ignorar um enorme conjunto de evidências e excluir Dantas do inquérito – posição mantida por seu sucessor, Roberto Gurgel e pelo relator Ministro Joaquim Barbosa. A segunda, a de incluir no inquérito o principal adversário de Dantas no governo: Luiz Gushiken. Aliás, com o concurso de Henrique Pizzolato – que acabou tornando-se vítima, depois de diversas decisões atrabiliárias dos PGRs. Foi tal a falta de provas para incriminar Gushiken, que o PGR seguinte, Roberto Gurgel, acabou excluindo-o do inquérito. Pouco depois de se aposentar, Antônio Fernando tornou-se sócio de um escritório de advocacia de Brasília – Antônio Fernando de Souza e Garcia de Souza Advogados -, que tem como principal contrato a administração da carteira de processos da Brasil Telecom, hoje Oi, um dos braços de Dantas no financiamento do mensalão. O contrato é o sonho de todo escritório de advocacia: recebimento de soma mensal vultosa para acompanhar os milhares de processos de acionistas e consumidores contra a companhia, que correm nos tribunais estaduais e federais.

    http://jornalggn.com.br/blog/procurador-geral-que-livrou-dantas-do-mensalao-ganhou-contrato-da-brasil-telecom

  21. Felipe Responder

    O autor do artigo, Renato Rovai, certamente o escreveu para os desinformados e os tristonhos admiradores dos mensaleiros, tudo com o intuito de fomentar o ódio a Joaquim Barbosa. Já no primeiro parágrafo acusa o Ministro de esgarçar o jogo democrático, como se este jogo fosse sempre, e portanto normal, do tipo: “não é nada disso”, “pega leve”, “manera”, “dá um tempo”. Bastou ao Ministro cumprir e fazer cumprir a Lei, para ser achacado de justiceiro.
    Em seguida, desfarçadamente, inverte os papéis de Joaquim Barbosa e Lewandowski. Este sim, tripudiou dos colegas ao esgarçar o rito processual, fazendo, por vezes, o papel de verdadeiro “advogado do diabo”, coisa que os advogados do Dirceu e tantos outros foram incapazes de fazê-lo com tanta proficiência.
    Mais a frente condena Joaquim pelo afastamento do juiz responsável pela execução das penas. Qual a dúvida senhor Rovai? Joaquim sempre bateu de frente com parcela de juízes ineptos, morosos e desonestos. E este foi um deles, proporcionando aos Mensaleiros um tratamento VIP na Papuda, de chegar a humilhar o “ladrão de galinha na cela ao lado” e seus familiares na fila de espera das visitas aos presidiários. Senhor Ronai, “quem refresca peito de pato é lagoa”, mas não o Joaquim Barbosa.
    E tem mais, quando Joaquim cumpre a Lei, ele está adstrito a um sistema que é regido por uma Constituição.
    Ao finalizar, o autor propõe o Impeachment de Joaquim Barbosa, alegando que “conceituados” juristas condenam seu justiciamento e que, por combater a corrupção, tornou-se um candidato em potencial para as próximas eleições presidenciais, colocando em risco a própria Dilma. Essa é de fazer rir!
    Segundo o autor, a OAB, a mesma que defendeu os “Black Bostas”, está empenhando-se junto ao CNJ nesse intento.
    Enfrentar a sanha dos políticos corruptos é democrático, não e mesmo senhor Rovai?
    Este seu artigo é próprio dos oportunistas ou dos hipócritas.

  22. Luciano Daniel Responder

    Por favor! Desista de escrever essas coisas kkkkkkk

    1. Julio Responder

      Senhores. O assunto “justiça” é eminentemente tecnico, ° o que se deve discutir são aspectos muito específicos como: Prova Material, Presunção da Inocência e as aplicabilidades do “sigilo de justiça” e da “tese do domínio do fato”. O que percebo, é que as pessoas não dominam estes assuntos e querem fazer prevalecer as suas próprias idéias sem nenhuma fundamentação Logica.
      O que esta em jogo não é apenas a possibilidade de condenação de inocentes ou a absolvição de corruptos.
      Mas o abandono da Ética e do rigor da lógica por parte do conjunto dos Ministros da mais alta corte do País.

  23. sol Responder

    eu fico impressionada com a cara de pau dos PT,s partido de ladrões, sinceramente não entendo. O Brasil ta uma merda e ninguém faz nada e quando é feito uns babacas criticam.

  24. Altair de Almeida Costa Responder

    SOCORRO! Parem o Brasil que eu quero descer!

  25. Professor Calazans Responder

    É por demais nefasta, abominável e intolerante essa ideologia petista. Querer de toda forma se perpetuar no poder às custas do bolsa-família, uma migalha miserável distribuída à população pobre do país. Que política nojenta. A pretensão deles é justamente essa: oito anos para Lula, oito anos para Dilma, mais oito para Lula. Quando aparece alguém que, mesmo que indiretamente, lhes atinja, começam logo a reagir de forma que possam eliminá-lo. Basta uma desconfiança de que algo possa acontecer, logo dar-se a reação. Em momento algum Joaquim apresentou o desejo de se candidatar a Presidência. Só porque o homem impediu que esses assaltantes petistas ficassem livres, amedrontando as crianças, sem leite, escola, segurança, saúde, enfim, logo começaram a agir…

    1. Alex Mendes Responder

      Professor … qual é o partido .. seja de direita ou de esquerda (estamos falando de democracias … seja lá o que isto signifique) que não queira “se perpetuar no poder”. Professor …. por acaso achas que algum partido tem como objetivo entregar o poder a outro depois de um mandato? Qual o tipo de organização política teria este intento? A bolsa-familia ainda é muito menos que países como os EUA ou mesmo com a Inglaterra gastam com o chamado “well faire state”. Estarão eles também errados? Ou foi esta a causa da falência do primeiro mundo? Eu realmente desejo que o negro de exceção que aprendeu alemão no tribunal de Nuremberg seja candidato. Vamos ver quantos minutos ele resiste em um debate democrático

  26. Alex Mendes Responder

    Tomara que este bosta seja candidato. Perderá os super poderes e terá que ouvir calado qualquer crítica … sem bater … nem que seja a própria mulher …

  27. pedro stamatis Responder

    A ala mensaleira do PT (de dentro e de fora do partido) está sedenta por vingança.

  28. Manoel Dias Guerino Responder

    É… É fácil de perceber como o pessoal dos 5% das pesquisas estão nervosinhos.
    Cá pra nós, o que vai acontecer é a eleição, por mais quatro anos, da Dilma e para 2018 o retorno
    triunfal de Lula.
    Claro, isso causa o maior desespero nos coxinhas e essas manifestações cheias de nervosismo histérico tão comum na direita aloprada.
    A todos eu digo: rasguem-se de raiva, pois vocês terão que suportar o PT, não por mais quatro anos, mas, por doze anos – mais quatro da Dilma e oito do Lula.

  29. Minos Adão Filho Responder

    Joaquim Barbosa e sua arrogância sem milites, não tem o mínimo de respeito com seus pares, ele se acha acima do STF, a que ponto chegou a nossa mais alta corte.

  30. País às avessas Responder

    Essa música é uma boa para essa manifestação que está em vários blogs e pseudo revistas eletrônicas, talvez por ‘pessoas’ que não existem… https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=VMhCz_YxUpQ

  31. Sérgio Melo Responder

    Se conseguirem afastar o Barbosa, o aparelhamento estará completo. Estamos na merda meu povo.

  32. Luis Otávio Responder

    Graças a Deus mais um bandido fora!!

  33. Emmanuel Rabello Responder

    O ‘Império’ contra-ataca!

    Regozija-se o ‘séquito’ do imperador-do-mal, ‘lordes’ Sith e Ferengis, sorrindo e brandindo seus escudos, espadas e mont blancs com seu emblema ‘666’ vermelho polido.

    Mais uma vez os Homens de Bem, Cidadãos que pretendem uma Aliança para a derrocada do ‘Império’ do mal, da corrupção, do arbítrio e da usurpação (abaixo o Art. 1º, § 1º da Constituição) se veem abatidos com a desistência e o sucumbir de Mestre Mace Windu – o Magister (não mini) Joaquim Barbosa.

    Faz recordar que se deve estar cada vez mais atento e combater, como importante conteúdo a derrocar os Homens de Bem, as “Regras de Aquisição” Ferengi:
    1ª regra: “Uma vez que você tenha o dinheiro deles, nunca devolva”.
    10ª regra: “Ambição é eterna”.
    49ª regra: “Quanto maior for o sorriso, mais afiada será a faca”.
    76ª regra: “De vez em quando, declare a paz. Isso confunde seus inimigos”.
    109ª regra: “Entre dignidade e um saco vazio, fique com o saco”.
    155ª regra: “O que é meu é meu, o que é teu é meu também”.
    180ª regra: “Nunca confesse quando o suborno pode resolver o assunto”.
    182ª regra: “Se te perguntarem se és deus, a resposta é: SIM!”.
    211ª regra: “Empregados (e o povo) são os degraus da escada do sucesso – não hesite em pisar sobre eles”.
    285ª regra: “Nenhuma boa proeza fica impune”. Fazer caridade é uma das piores ofensas para um Ferengi.

    Que Deus, como quer que V.Exa. O conceba, o Fortifique e dê Ânimo e Saúde para prosseguir em Vossa Jornada.

    O Sonho não acaba aqui.