Exclusivo: Senador tucano teria sido o vazador da delação de Delcídio - Blog do Rovai

Exclusivo: Senador tucano teria sido o vazador da delação de Delcídio

O senador é amigo do diretor executivo da Editora 3, Carlos Alzugaray, filho de Domingos Alzugaray, fundador da empresa.

Parlamentares do PT no Congresso Nacional já teriam fortes indícios de que a fonte das informações da Revista Isto É que deu origem a capa com a delação do senador Delcídio Amaral teria sido um senador tucano.

O senador é amigo do diretor executivo da Editora 3, Carlos Alzugaray, filho de Domingos Alzugaray, fundador da empresa.

istoedelcidio

A operação da publicação da reportagem teria sido definida em reunião entre ambos, onde também ficou acertado que só seriam publicados os trechos que atingiram integrantes do PT, Lula e Dilma em especial.

O senador seria um dos citados na delação.

A revista também teria chegado a Brasília na quinta a partir de uma operação especial que envolveu um esquema heterodoxo de envio do material.

Se as investigações vierem a se confirmar, integrantes da bancada do PT já cogitam solicitar a cassação do mandato do senador por quebra de decoro parlamentar.

In this article

Join the Conversation

5 comments

  1. Welder Reply

    Qual Senador?

  2. FERNANDO Reply

    A campanha de Beto RIcha arrecadou R$ 290 mil. Seu ex-secretário da Fazenda e ex-chefe dos auditores Luiz Carlos Hauly (PSDB), –eleito deputado federal– recebeu R$ 80 mil de 39 servidores.

  3. Edu marcondes Reply

    E NÃO SE FAZ IDEIA QUEM FOI O SENADOR?

  4. Eduardo Albuquerque Reply

    Ja pensou se o Senador for mesmo o Aecim…Vai levar um babau na saída, ah vai

  5. alex Reply

    Prezados estamos diante de um juízo POLITICO, perguntem ao juiz Moro publicamente se era necessário destruir a economia do Brasil para justificar a destruição de um governo democraticamente eleito.
    Hipocrisias a parte, a CRISE foi engendrada pelo Juiz Moro no intuito de gerar os argumentos para derrubar a Dilma e ponto final …………, detonou a economia brasileira, levou milhares de empresários a banca rota, jogou milhões de brasileiros na rua, provocou um prejuízo TRILIONÁRIO aos cofres públicos só para satisfazer o ego tucano. No maior ato de COVARDIA da história brasileira joga a culpa numa mulher, onde ele articula para que a Dilma leva a culpa.
    Caberia à imprensa livre até por uma questão de patriotismo e defesa dos direitos sociais ser contra a forma com que os trabalhos estão sendo conduzidos criminalizando petistas para proteger tucanos.
    O modus operandi é investigar “Conta gotas” gerando as manchetes de jornal que insuflam a crise política, as grandes mídias repercutem, engendram a crise econômica para provocando a crítica do modelo econômico que justifique dar de dedo no PT.
    Tamanha irresponsabilidade está quebrando o BRASIL e daí quem vai pagar pelo delírio de Nero do Juiz Moro quando o país estiver arruinado??????

    Há que investigar a destra e sinistra sem por isso romper o equilíbrio democrático, mesmo por ser o PT o primeiro governo eleito a dar liberdade de investigação à Policia Federal,
    Infelizmente constamos que diversos tucanos históricos passaram incólumes por mais de três delações onde mesmo mencionados não foram condenados, demonstrando claramente o caráter político do julgamento, o que por si só já era motivo suficiente para pedir a anulação da Lava Jato, isto sem entrar no mérito das perdas e danos provocados ao Brasil nem no discurso hipócrita que condena a corrupção para se esconder atrás das palavras.
    A cada nova fase da Operação “GLOBOJATO” 500 mil brasileiros perdem seus empregos………não há nenhuma preocupação quanto ao descalabro econômico que o CUSTO MORO está provocando na economia e na família brasileira …parece mais uma HIGIENIZAÇÃO SOCIAL promovida para desdenhar o governo de plantão.
    Muita gente ascendeu socialmente durante os governos do PT o Juiz Moro veio para restabelecer a pirâmide social dos anos 90 e para isso não mede esforços vitimando grandes empresários que a rigor deveriam apenas devolver o dinheiro e pagar as multas evitando com isso a destruição do patrimônio nacional representado por grandes empresas que ao todo dão emprego a mais de um milhão de trabalhadores fora o efeito cascata nos empregos indiretos.
    É um juízo social visto que no fundo podemos entender se tratar de uma limpeza social, que preserva só aquela massa laboral eternamente favorecida por estar na parte alta da pirâmide.

    Prezados a CRISE foi formatada em laboratórios tucanos e a lava jato é apenas o tentáculo jurídico dos grandes grupos econômicos sedentos por voltar ao planalto. Comprovadamente parte do judiciário aderiu ao golpismo transformando qualquer intimação em execução sumaria, a exemplo dos que protestaram no domingo e na segunda estarão desempregados por causa da crise política de políticos que ganham mais de 30 mil por mês fora comissões.
    E no dia 13 será que vão criminalizar o PT se protestar contra a lista de FURNAS?