Será que o falso vídeo das pombas sendo moídas na cevada da Ambev é mera coincidência?

orge Paulo Lemman, um dos sócios da empresa, foi um dos apoiadores do golpe contra Dilma, mas isso não significa que estará livre do ataque das empresas gringa

Durante o dia recebi em três grupos diferentes de whatsapp o vídeo abaixo como se ele tivesse sido feito numa fábrica da Ambev. A legenda era que se tratava de um flagrante produzido por um funcionário da empresa escondido de seus superiores. E  que as pombas, atraídas pela cevada, acabavam sendo moídas juntamente com os grãos. Quando questionados, os diretores da companhia, de acordo com a denúncia, estariam ignorando o problema e afirmando que “tudo é proteína”.

A cena é nojenta e por isso a viralização do vídeo é batata. Nos grupos onde circulou as respostas eram do tipo, por isso que não bebo mais essa merda. Além de ter milho tem pomba. E coisas do gênero.

Jorge Paulo Lemman, um dos sócios da empresa, foi um dos apoiadores do golpe contra Dilma, mas isso não significa que estará livre do ataque das empresas gringas na disputa pelo mercado onde hoje é um dos líderes mundias. E o ataque será baseado no sendo comum de que tudo do Brasil é uma merda.

Antes de voltar a isso, vamos ao vídeo.  Segundo o e-farsa ele é real, mas não se trata de nenhum flagrante feito em uma fábrica da Ambev, em São Paulo. Na verdade, o vídeo nem é brasileiro.

Ele teria circulado em outubro de 2016, em publicações feitas de sites russos. A filmagem teria sido realizada num moinho de grãos de uma padaria na cidade de Kazan.

Mas podem ter certeza, vai levar muita gente a deixar de consumir as cervejas da Ambev.

Você que acompanha a produção de memes falsos na internet acha que isso surgiu hoje na rede apenas por coincidência? Acredita que ele é apenas coisa de um moleque desocupado? Ou como este blogueiro que é dado a teorias da conspiração, como alguns me acusam, tenderia a supor que a guerra por uns pontos no share do mercado de cervejas brasileiro pode ter algo a ver com isso?

Depois do mercado da construção, do petróleo, das carnes e derivados, não me surpreenderia se outros segmentos como o das cervejas, da soja, do suco de laranja etc e tal também viessem a ser golpeados. Mas claro, alguns continuarão a achar que isso vai ser bom para o país. E que no dia seguinte amanheceremos melhor. Provavelmente comendo as salsichas enlatadas americanas, que são uma delícia e feitas com carne da melhor qualidade.

No artigo

1 comment

  1. rafaela almeida Responder

    Fala sério, cada dia mais, me sinto fora da realidade, nao sei nao viu, esta cada vez mais impossivel, acreditar nos produtos que temos de comprar para nossa sobrevivencia do dia a dia.