MBL e Vem Pra Rua espalham outdoors agredindo Lula por toda Curitiba

Do DCM, por Kiko Nogueira A sensação de impunidade, mais a falta de civilidade e o desrespeito à democracia, têm tudo para transformar Curitiba numa praça de guerra no dia 10....

Do DCM, por Kiko Nogueira

A sensação de impunidade, mais a falta de civilidade e o desrespeito à democracia, têm tudo para transformar Curitiba numa praça de guerra no dia 10.

Grupos como Vem Pra Rua e o recém criado Lava Togas, de críticos ao STF, pagaram por mais de 30 outdoors contra Lula, alusivos a seu depoimento a Moro, espalhados pelas ruas principais.

Com desenhos diferentes, eles têm dizeres como “A ‘República de Curitiba’ te espera de grades abertas”. 

É o estilo Felipe Melo conquistando os corações.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná havia adiado a audiência por causa, oficialmente, do esquema de segurança. Foi o que a Polícia Federal alegou, ao menos, a Sergio Moro.

Deltan Dallagnol assinou um documento com seus colegas do MPF querendo impedir que a audiência seja filmada pela defesa. A intenção era “proteger Lula”.

A gravação, diz ele, “poderia vir a revelar, de modo indesejável, conversas sigilosas mantidas entre advogados ou entre advogados e seus clientes, o que pode acabar por publicizar indevidamente estratégias adotadas no ato.”

Ora, Dallagnol e amigos poderiam dirigir esse zelo no sentido de evitar provocações baratas. Ou o quase linchamento de José Dirceu não é suficiente?

Militantes do PT e de movimentos sociais preparam caravanas. Segundo organizadores, fala-se em pelo menos 10 mil pessoas.

O prédio da Justiça Federal, onde ocorrerá o encontro, não terá expediente no dia do depoimento e será isolado por um perímetro de segurança de 150 metros.

Se a preocupação das autoridades é com ambos os lados, os paineis deveriam ser retirados imediatamente.

Além de tudo, nem todo curitibano é um coxinha sem noção e merece ver sua capital transformada num vilarejo do Velho Oeste que prepara emboscada para os inimigos enquanto bolas de feno rolam ao vento.

Quem vai responder se o pior ocorrer por causa desse tipo de desafio vagabundo? A canalha que assina esses paineis com #SomosTodosLavaJato?

Ou o prefeito da República de Curitiba, Sergio Moro?

No artigo

3 comments

  1. lulanaprisao Responder

    que porra de bbl e vem para a rua issoé o verdadeiro povo de bem e nao vcs q protegem esses vagabundos

  2. PEDRO SANCHES Responder

    QUEM MANTEM ESTES PULHAS DO MBL E VEM PRA RUA SÃO: PSDB, DEM, PPS, SD, PMDB, GLOBOGOLPE E AFINS E VEM PRA RUA É O BANDIDO SONEGADOR COMO OS OUTROS DONO DA AMBEV JORGE LEMANN. USAM ESTES TRAPOS HUMANOS PARA DAR CONOTAÇÃO DE QUE EXISTE MOVIMENTO SOCIAL A FAVOR DESTES ANTINACIONALISTAS APÁTRIDAS.

    1. Fernando Responder

      Você consegue provar essas acusações ou é só discurso ensaiado padrão?