Jornalismo do achaque: Claudio Humberto nas delações da Friboi é acusado de extorsão

Claudio Humberto é conhecido no meio político como o ex-porta-voz do ex-presidente Fernando Collor. Ele aparece nas delações da JBS, liberadas hoje pelo STF. Ricardo Saud em sua delação acusa Cláudio Humberto de fazer achaque, chantageando-o para receber mesada....

Claudio Humberto é conhecido no meio político como o ex-porta-voz do ex-presidente Fernando Collor. Ele aparece nas delações da JBS, liberadas hoje pelo STF.

Ricardo Saud em sua delação acusa Cláudio Humberto de fazer achaque, chantageando-o para receber mesada.

O texto referido por Saud foi publicado no blog de Cláudio Humberto, no Correio Braziliense e até em Uberaba, terra do diretor da Friboi. De acordo com Saud  ele foi conversar com Renan Calheiros e este o avisou que Claudio Humberto “vive disso” (de achaque) e que era pra Saud dar uma mesada para o colunista chantageador. Humberto queria um contrato de 32 mil reais e negociaram 18 mil mensais, para que ele parasse de escrever textos contra Saud.

Assista ao vídeo da delação e a descrição detalhada que faz o diretor da Friboi sobre os aludidos achaques de Cláudio Humberto:

Na delação, Claudio Humberto é tratado com o desprezo que lhe reservam políticos e jornalistas do meio político. Nos últimos tempos, o colunista se tornou cada vez mais boateiro e raivoso chegando a afirmar que em agosto de 2015 a presidenta Dilma  Rousseff renunciaria sem qualquer fato que pudesse se relacionar com a realidade. O jornalista Rovai dispensou algumas linhas para analisar o comportamento do colunista que segundo Renan e Saud “vive de chantagear políticos e empresários”: Cláudio Humberto: a renúncia, o boato e a psicopatia jornalística

Cláudio Humberto nega tudo e diz que isso é vingança de Saud.

O colunista é caricato, peixe minúsculo que vive dos restos desta promiscuidade entre Estado, mídia e capital privado se comparado às revelações de Joesley em sua conversa com Temer onde ambos contam animadamente como dominavam a grande mídia oligopolizada no Brasil, especialmente a Globo. Joesley cita o Fantástico e se vangloria de que logo a Globo se aquietou, afinal a JBS é o terceiro anunciante das Organizações da Família Marinho.

Saud diz no vídeo que estão “passando o país a limpo”. É bastante curioso o delator da empresa corruptora da República (senadores, presidente ilegítimo, ministros, governadores, juízes, policiais federais, procuradores, jornalistas, nada ficou intocado nesta relação promiscua do empresariado ruralista e o Estado) com tanto “bom mocismo”. Vocês não acham?


2 comments

  1. Bruno Santos Responder

    E agora? A Rede Bandeirantes tem a obrigação de retirar esse pilantra do ar. Não é assim que ele fala?

  2. Nicola Responder

    ESTE CLAUDIO HUMBERTO, EX PORTA VOZ E ASSESSOR DE IMPRENSA DO COLLOR, TEM RAIVA DO LULA E DO PT. Toda notícia que dão no tal bastidores da notícia na rádio bandeirantes, ele trata de colocar o Lula, a Dilma e o PT no meio, desqualificando-os, talvez por ter sido derrubado junto com o collor por ação predominante do PT. A radio bandeirantes, com este programa, está jogando todo seu passado no lixo. O programa da próxima segunda, dia 22, às 17,30, será imperdível. Que ele e seus cupinchas não venham com desculpas como as que eles tanto criticam.