Vamos continuar falando sobre os livros que lemos na nossa mini maratona do GER? Se você perdeu a primeira parte, clique aqui.

Belas maldições (capa)

O quarto livro lido foi um feat. muito incrível entre Neil Gaiman e Terry Pratchett, Belas maldições. A história gira em torno do Apocalipse. Lembra o filme A profecia, em que um bebê é substituído pelo Anticristo, mas alguns probleminhas na operação faz com que ele acabe parando em outra família… Nesse tempo também acontece que nem Azipharale, o anjo, e nem Crowley, o demônio, querem que o tal do Armagedon chegue; afinal de contas nem o céu e nem o inferno tem muitas coisas humanas que eles se acostumaram a usufruir desde que Adão e Eva foram expulsos do Paraíso. Isso tudo seguindo o roteiro de uma bruxa do século XVII, Agnes Nutter. O enredo justamente por se focar mais nessas profecias e no trabalho do anjo e do demônio para tentar salvar o mundo do seu fim, cheio de ironias, piadinhas e humanidade, fazem com que o livro seja uma leitura muito agradável e divertida.

A bagaceira (capa)

E, pra finalizar, temos A Bagaceira, de José Américo de Almeida, é um romance brasileiro importante, pois inaugura o movimento de romances regionalistas, principalmente nordestinos, no Modernismo brasileiro. A história é pautada pelo exôdo por conta da seca e das relações de dominação e assujeitamento que os pobres sofrem nas mãos dos senhores de engenho, e não só na forma de trabalho, como é o caso de Soledade, por quem o filho do senhor do Engenho Marzagão se apaixona. Eu achei a história interessante e é legal ver como ainda se percebe os velhos temas amorosos, ainda que trazendo em sua construção toda a preocupação social de uma literatura que busca incluir os brasileiros em sua constituição. Contudo, penso que a introdução, um texto crítico extensíssimo de 80 e poucas páginas, poderia ter vindo depois do romance, como um posfácio. Se você não conhece a obra ou a estuda, sugiro que pule essa parte e vá direto ao romance e, caso deseje volte à introdução. O cuidado visual que a José Olympio deu para essa reedição está fantástico! A capa é maravilhosa.

E esses foram os livros que lemos na nossa mini maratona do Grupo Editorial Record. Gostou das sugestões? Já leu algum desses livros? Deixa um comentário e vamos conversar.

Comentários

Comentários