Em seu último programa, Jô Soares revela boicote de diretor da Globo

Apresentador contou que chegou a ter seus comerciais proibidos na emissora, por ordem do executivo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni

Por Redação

jô soares

Gravada nesta sexta-feira (16), em um estúdio em São Paulo, a última edição do Programa do Jô contou com alfinetadas do apresentador Jô Soares em José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, executivo que comandou a TV Globo por três décadas. Em conversa com o cartunista Ziraldo, convidado da atração, ele explicou que deixou a emissora, em 1988, contra a vontade do diretor.

Boni, a princípio, não aceitava implementar um talk show na Globo, mas teria tido uma reação enfurecida à sua saída e proibiu a veiculação de comerciais com o apresentador. Na ocasião, Jô reagiu com um artigo bastante forte no Jornal do Brasil e com um famoso discurso na entrega do Troféu Imprensa. Depois, por decisão de Roberto Marinho, as propagandas voltaram a ser passadas na televisão.

Ainda na gravação feita ontem (16), ele agradeceu Silvio Santos pelas oportunidades dadas ao longo de sua carreira. “Ele abriu esta porta para mim. Este programa mudou a minha vida”, disse o comunicador. No total, foram realizadas 14.426 entrevistas durante quase trinta anos.

Relembre a seguir o discurso feito por Jô Soares sobre o boicote de Boni.

Foto de capa: GShow – Divulgação


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



In this article

Join the Conversation