Fim dos haters ignorantes: Em site, leitor só pode comentar na matéria se responder quiz sobre o texto

A ideia de um site público de tecnologia da Noruega evita que pessoas que sequer leram a matéria ou menos ainda sabem do que estão falando destile ódio e preconceito nos comentários, algo muito comum no Brasil e em páginas que priorizam matérias sobre direitos humanos, como a Fórum

Por Redação

E se a Revista Fórum começasse a filtrar os comentários de leitores em sua página através de um teste que assegure que o leitor leu o texto e saiba do que está falando? Todos os dias, não só a página da Fórum como a de inúmeros veículos pelo mundo afora são lotadas de mensagens de ódio, preconceito e, mais do que isso, baseadas em nada, por pessoas que não se deram ao trabalho de ler, não sabem o que estão falando e comentam apenas para descreditar os outros leitores com opinião contrária ou o próprio veículo.

O site NRKbeta, uma página pública de tecnologia do governo norueguês, criou uma ferramenta interessante para elevar o nível do debate acerca das matérias e artigos que veicula. Foi criado, há cerca de um mês, um quiz em cada matéria para que o site possa se certificar se o leitor leu o texto, interpretou e compreendeu para, apenas assim, poder comentar e deixar sua opinião visível para os outros leitores.

Reprodução
Reprodução

De acordo com o editor do site Marius Arnesen, além de atrair apenas pessoas realmente interessadas em ler o artigo, a medida faz com que durante os cerca de 15 segundos usados para responder o questionário os leitores têm tempo para refletir sobre os comentários, o que evita uma posição desesperada ou ignorante.

Será que todos que comentarão ao final desse post se deram ao trabalho de ler? Vamos acompanhando os comentários.

 









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários