Datena e Maluf brigam ao vivo em rádio: “Na Globo eu me defendo”

Ex-governador disse que não ia mais falar com o jornalista porque a Bandeirantes tem pouca audiência. Irritado, Datena desligou o telefone e encerrou a entrevista: “Eu não admito o cara desprezar o veículo que eu trabalho, não admito”, disse

Da Redação

Uma entrevista feita por Datena em seu programa 90 Minutos, na Rádio Bandeirantes, terminou em bate-boca. O jornalista perdeu a paciência com o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) nesta sexta-feira (17). Veja abaixo alguns trechos.

– O problema não é o que você construiu, o problema é que dizem que você levou muita grana para construir isso.
– Não é verdade! É mentira! E se você assinar embaixo desses caluniadores eu vou ter que processar você, Datena.
– Você faz o que você quiser, Maluf! Eu estou preocupado com processo seu? Você tem quantos processos parados em Brasília?
– Eu tenho 50 anos de vida pública.
– E eu tenho 45 de jornalismo! Você não vem com ameaça! Você não venha me ameaçar aqui não porque não tenho medo de ameaça não, Maluf!
– Eu não estou te ameaçando, não.
– Você está me ameaçando, sim! Não tem coisa mais vil do que você ameaçar alguém. Você quer continuar a entrevista para me ameaçar, para rusgas passadas, ou você quer continuar a entrevista legal e responder o que eu te pergunto?
– Nunca pedi pergunta, você só não pode mentir pela boca dos outros.
– Eu não estou mentindo! Eu estou falando o que todo mundo diz e você tem a oportunidade de responder! Por que você não responde o que eu pergunto? Você não está respondendo, você está tendo o sagrado direito de responder!
– A sua rádio e a tua potência aí, infelizmente, têm muito pouca audiência, mas na Rede Globo eu me defendo.
– Você acha que nós temos pouca audiência?
– Vocês, não. Você.
– Então por que você está falando aqui?
– Porque você me convidou, me telefonaram três vezes.

A discussão começa por volta dos 8 minutos de entrevista, ouça abaixo.

Leia também:

Maluf se gaba por não estar na Lava Jato e escancara como brasileiro tolera corrupção









Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



No artigo

Comentários