Ocupação do prédio da reitoria da USP entra no 26º dia

Em assembléia na noite de segunda-feira, estudantes da Universidade de São Paulo (USP) decidiram manter a ocupação da reitoria da instituição.

263 0

Em assembléia na noite de segunda-feira, estudantes da Universidade de São Paulo (USP) decidiram manter a ocupação da reitoria da instituição. Foi aprovada também a continuidade das negociações com a reitoria e com o governo do estado. Ato previsto para esta terça-feira, 29, foi adiado para quinta-feira.

Por Redação

Uma comissão formada por cerca de 20 estudantes da USP, Universidade de Campinas (Unicamp) e Universidade Estadual Paulista (Unesp) conversaram com Luiz Marrey, secretário estadual de Justiça de São Paulo, e Suely Vilela, reitora da USP. Também participam do encontro representantes do Sindicato de Trabalhadores da USP (Sintusp), e o vice-reitor da universidade, Franco Lajolo, além de integrantes de órgãos estaduais de direitos humanos.

O secretário estadual de Justiça de São Paulo, Luiz Antonio Marrey, e a reitora da USP, Suely Vilela, afirmaram, em entrevista coletiva a imprensa, que o diálogo com estudantes e funcionários da universidade só irá avançar após a desocupação da reitoria.

A reunião, de duas horas, acabou em impasse e os universitários, após assembléia, decidiram manter a ocupação da reitoria.



No artigo

x