Midiático Poder é lançado em São Paulo

Editor da Fórum, Renato Rovai, lança livro que contextualiza o debate sobre os veículos de comunicação na Venezuela no momento da não-renovação da concessão da RCTV O livro “Midiático Poder – o caso Venezuela e...

180 0

Editor da Fórum, Renato Rovai, lança livro que contextualiza o debate sobre os veículos de comunicação na Venezuela no momento da não-renovação da concessão da RCTV

O livro “Midiático Poder – o caso Venezuela e a guerrilha informativa”, do jornalista Renato Rovai terá lançamento em São Paulo, no Canto Madalena. O evento ocorre nesta quinta-feira, 14, a partir das 19h. A obra discute duas tentativas de golpe de Estado na Venezuela, entre abril de 2002 e janeiro de 2003. O centro nervoso das disputas é a mídia venezuelana.

Aparentemente, estamos falando de eventos locais, de um país dito periférico. Em outras palavras, seria um caso de exceção na “democracia global”. “Midiático Poder”, com precisão e profundidade de análise, mostra exatamente o contrário.

Não só as forças golpistas – que tentaram derrubar um presidente democraticamente eleito – são globalizadas e se estendem muito além das fronteiras da Venezuela, como também os seus “métodos de trabalho” – para dizer dessa maneira – são semelhantes aos utilizados em diferentes partes do mundo. Muitos dos “consensos” propalados durante a década de 1990 usaram a unificação informacional como uma estratégia de primeira importância.

Mas a expansão dos meios eletrônicos não acelerou apenas a globalização de mercados e redes de influência. Também permitiu a mundialização dos movimentos de resistência. A internet – os militares que a desenvolveram teriam previsto isso? – evidencia-se como uma rede livre por natureza, um campo aberto para que meios informativos independentes atuem com estratégias de guerrilha – em ataques precisos, mas pulverizados; sem centralização hierárquica, mas com um sentido de luta comum. Hoje, é possível driblar os grandes meios e obter o outro lado da notícia, de maneira rápida e barata.

No caso Venezuela, a ação antidemocrática dos meios de comunicação chegou a tal extremo que se tornou até didática. Conhecer essa história é importante para entender como atuam estes meios e como é possível vencê-los na batalha pela democratização da informação.

É chegado o tempo de o jornalismo recuperar o seu sentido fundamental, a transparência – nos conteúdos, fontes, procedimentos e posições políticas. Esse jornalismo já existe e está circulando de múltiplas formas. Midiático Poder segue este caminho e ajuda a conhecê-lo.

Serviço Lançamento Midiático Poder – o caso Venezuela e a guerrilha informativa, de Renato Rovai

Canto Madalena, R. Medeiros de Albuquerque, 471, Vila Madalena

Dia 14 de junho, a partir das 19h

www.cantomadalena.com.br



No artigo

x