Leite e uniforme não chegam a crianças da rede municipal em São Paulo

O vereador Antonio Donato (PT) denuncia que programas da prefeitura de São Paulo para estudantes estão parados, enquanto a administração deixa R$ 5 bilhões na conta bancária. A prefeitura de São Paulo tem deixado à...

153 0

O vereador Antonio Donato (PT) denuncia que programas da prefeitura de São Paulo para estudantes estão parados, enquanto a administração deixa R$ 5 bilhões na conta bancária.

A prefeitura de São Paulo tem deixado à míngua estudantes da rede municipal de ensino. Programas importantes como o Leve Leite, que garante leite em pó para um milhão de crianças, e a distribuição de uniformes para alunos, têm enfrentado sérias dificuldades e simplesmente pararam de funcionar. O vereador Antonio Donato (PT) fala sobre que medidas tomadas para reverter a atual situação.

FÓRUM – Quando o problema com a falta de entrega do leite começou a ser detectado?

ANTÔNIO DONATO – Começamos a receber reclamações no mês de abril, mais localizado na zona Norte. Mais tarde o problema se espalhou pela cidade. A prefeitura nessa questão vem seguindo uma lógica puramente contábil, há R$ 5 bilhões em caixa de um orçamento total de R$ 20 bilhões. Eles não estão comprando o leite por conta de reajuste que teve origem no mercado internacional. É como se um pai de família deixasse de comprar leite para seus filhos por conta de um aumento de preços, mesmo tendo dinheiro na poupança.

FÓRUM – E em relação ao uniforme escolar?

DONATO – O Paulo Fiorilo está acompanhando essa questão mais de perto, mas é curioso que na campanha eles falaram tanto de planejamento e falharam nessa área. Deram a desculpa de que o problema é logística, de uma empresa que tinha se responsabilizado de fazer a distribuição. Assim, o uniforme que era para ser entregue em março só vai chegar em julho, agosto. Só é possível explicar esse tipo de atitude por uma eventual necessidade de manter o caixa alto para o Itaú, agora responsável pelo pagamento dos funcionários da prefeitura, capitalizar com isso.

FÓRUM – Outro problema que salta aos olhos é o das salas de lata, também alvo de promessas durante a campanha…

DONATO – Todas as escolas de lata que foram substituídas tiveram seu processo iniciado durante o governo da Marta, ou seja, eles não precisaram fazer nada. Já as salas de lata das escolas de alvenaria continuam do mesmo jeito.

FÓRUM – Que medidas a Câmara tem tomado em relação a essas questões?

DONATO – Além da convocação da responsável pelo programa Leve Leite, que virá até aqui na quarta-feira [20], eu e o Paulo Fiorilo entramos com uma representação no Ministério Público para que ele apure as responsabilidades no caso da distribuição do leite.



No artigo

x