Após 55 dias, greve dos professores na Bahia se encerra.

Mesmo sem acordo, categoria decide, em assembléia realizada na terça-feira, 3, suspender a greve e continuar as negociações com a retomada das aulas. Em assembléia realizada na terça-feira, 3, os professores da rede estadual de...

226 0

Mesmo sem acordo, categoria decide, em assembléia realizada na terça-feira, 3, suspender a greve e continuar as negociações com a retomada das aulas.

Em assembléia realizada na terça-feira, 3, os professores da rede estadual de ensino na Bahia, decidiram encerrar a greve que completava 55 dias.

A maior greve da história dos professores da rede baiana terminou sem acordo entre a categoria e o governo. Os docentes reivindicavam aumento salário de 17,28%, o governo propôs reajuste entre 4,5 e 17,28% nos salários.

As negociações continuaram após o retorno das aulas. Além do aumento de 17,28% outra pauta dos docentes será o depósito do salário que fora cortado com a greve. Aproximadamente 1,2 milhões de estudantes ficaram sem aula durante a paralisação.



No artigo

x