ONG aponta 91% de reprovação a ações policiais no Complexo do Alemão

Ao ouvir apenas moradores da área atingida, Grupo Raízes em Movimento constata medo da população e contesta levantamento do Ibope que indicava aprovação de mais de 80% entre cariocas.

181 0

Ao ouvir apenas moradores da área atingida, Grupo Raízes em Movimento constata medo da população e contesta levantamento do Ibope que indicava aprovação de mais de 80% entre cariocas.

Por Redação

Foto: Marcelo Sales/FazendoMedia
Foto: Marcelo Salles/fazendomedia.comPesquisa realizada pelo Grupo Cultural Raízes em Movimento em parceria com o jornal Fazendo Media aponta 91% de reprovação de operações policiais no Complexo do Alemão. A enquete foi realizada no dia 21 de julho e contrasta com pesquisa produzida pelo Ibope por telefone com entrevistados de toda a cidade.

No levantamento divulgado pelo jornal O Globo. Dos entrevistados que souberam da mega-operação do dia 27 de junho, 56% respondeu que apoiaria medida semelhante na vizinhança ainda que isso representasse ameaça à própria vida. O Ibope divulgou ter ouvido mil pessoas, mas não especificou de que locais.

Na pesquisa do Raízes, com amostragem de 787 moradores das favelas da Grota, Pedra do Sapo, Morro do Alemão e Morro dos Mineiros, todas pertencentes ao Complexo, coordenada pelo cientista social Alan Brum, coordenador-geral da entidade, apenas 7% responderam apoiar o modelo atual de ações da polícia carioca.

David da Silva, do Raízes em Movimento, destacou ainda que o levantamento realizado dentro do Complexo do Alemão vai além dos próprios resultados da pesquisa. “Minha visão da pesquisa foi além do resultado. Foi da relação de que se pode construir mais dentro do grupo, na comunidade, essa coisa de estar envolvendo a comunidade na discussão. A comunidade sente falta disso. Muitos entram e não dão retorno pra ela. Hoje a gente conseguiu fazer isso. O Raízes está aqui há seis anos e hoje a gente foi pra rua pra conversar com as pessoas”, conclui o coordenador.

Foto: Marcelo Salles/fazendomedia.com

 

 

 

 

 

 

Pesquisadora do grupo Raízes em Movimento, entrevista morador da Grota, no Complexo do Alemão.

 

(Com informações de Fazendo Média)



No artigo

x