Igreja veta ato do “Cansei” na Catedral da Sé

Evento que seria realizado dentro da Catedral da Sé, segundo seus organizadores, é vetado pela Arquidiocese de São Paulo em nota

426 1

Evento que seria realizado dentro da Catedral da Sé, segundo seus organizadores, é vetado pela Arquidiocese de São Paulo em nota

Por Redação  

A arquidiocese de São Paulo não autorizou o Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, conhecido por “Cansei”, realizar ato na Catedral da Sé, no Centro da Capital, na sexta-feira, 17. Evento igual e simultâneo será feito no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), com um minuto de silêncio, a partir das 13h.

A manifestação segundo a página do movimento tem como lema: “Dia 17 de agosto à 1 da tarde mostre sua indignação e faça um minuto de silêncio pelo Brasil”.

Em nota divulgada pela arquidiocese de São Paulo, na quarta-feira, 15, “A autorização do uso da Catedral da Sé não partiu do arcebispo Dom Odilo Scherer. A Arquidiocese não desautoriza o movimento, mas deixa claro que não encabeça o protesto e nem participa de sua organização”.

“Cansei”
A campanha “Cansei”, recentemente ganhou a adesão de quatro personalidades. O time, que já é composto por nomes como Victor Fasano, Agnaldo Rayol e Silvia Poppovic, agora pode contar com o apoio de Hebe Camargo, a cantora de axé Ivete Sangalo, a apresentadora Ana Maria Braga e a atriz Regina Duarte.

Hebe participou de campanhas eleitorais do atual deputado federal Paulo Maluf. Já a cantora Ivete Sangalo é garota propaganda da Philips do Brasil desde julho, segundo a página oficial da própria cantora. O presidente da empresa, Paulo Zanotto, aderiu ao “Cansei” e chegou a ser denunciado pela CUT-SP por interferência em questões políticas nacionais. A atriz Regina Duarte estrelou, em 2002, um programa da propaganda eleitoral do então candidato a Presidência da República José Serra (PSDB), em que ela dizia ter medo de uma derrota do candidato tucano.



No artigo

1 comment

  1. José Paulo

    Pois é… Se Don Odílio tivesse dado uma força, quem sabe a manifestação não teria sido o fiasco que foi. Um mês de intensa divulgação, espaços gratuítos em quase toda mídia, Hebe Camargo, Ivete Sangalo, Regina duarte e Ana Maria Brega pousando em milhares de filipetas e em encartes das principais revistas semanais… Nem isso, nem Agnaldo Rayol, PAulo Vilhena, nada disso evitou o fracasso de um movimento com uma cara artificial e elitista. Salvo alguns rapazes e moças que ganharam 10 reais para distribuir folhetos de convocação para o ato na Sé, e mais a Ivete Sangalo, que graças ao seu engajamento no movimento, ganhou um contrato exclusivo com a Phillips (pra quem não sabe o Sr. PAulo Zottolo, diretor da Phillips é uma das patronesses do CANSEI), ninguém ganhou nada com essa baboseira…

Comments are closed.


x