Decisão judicial diz que PT não precisa pagar R$ 100 mi para agência de publicidade

Em nota, tesoureiro do PT informa que ação da agência de publicidade SMP&B foi considerada improcedente em processo movido contra o partido

175 0

Em nota, tesoureiro do PT informa que ação da agência de publicidade SMP&B foi considerada improcedente em processo movido contra o partido

Por Redação 

O secretário de Finanças e Planejamento do PT, Paulo Ferreira, divulgou nota na quinta-feira, 30, informando decisão da 11ª Vara Cível do DF de considerar improcedente o processo judicial movido pela agência de publicidade SMP&B contra o partido.

A SMP&B Comunicação Ltda, Rogério Lanza Tolentino e Associados Ltda e Graffitti Participações Ltda cobravam do PT dívida de R$ 100 milhões por supostos empréstimos tomados pela legenda do publicitário Marcos Valério em 2003 a 2004. A versão do do publicitário era de que ele teria quitado parcela da dívida do PT com o banco BMG, mais juros e correção.

Ferreira conclui a nota dizendo esperar que a decisão transite em julgado.



No artigo

x