Creches de São Paulo sofrem corte de refeição

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que já cortou 20% da verba destinada à varrição pública, aplicou nova redução de custos em mais um serviço essencial. Dessa vez, o alvo é a alimentação das crianças matriculadas em creches administradas pelo município

248 0

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que já cortou 20% da verba destinada à varrição pública, aplicou nova redução de custos em mais um serviço essencial. Dessa vez, o alvo é a alimentação das crianças matriculadas em creches administradas pelo município

Por Redação

A prefeitura decidiu eliminar uma das cinco refeições do cardápio diário. O argumento é que o tempo de permanência das crianças nas creches diminuiu de 12 horas para 10 horas. O horário de funcionamento das creches foi reduzido em janeiro. As alegações, segundo informações da prefeitura, é de que o pedido para a diminuição das jornada partiu dos professores e de que a maioria dos alunos não permanecia por tempo integral.

Contudo, a assessoria de imprensa da secretaria de educação do município não tem informações do motivo que levou a não adoção de uma medida intermediária, como a contratação de número maior de profissionais para atender 12h, o que possibilitaria justa redução no horário de trabalho dos professores. .

Com a mudança, de acordo com o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, o gasto médio mensal da prefeitura com alimentação nas creches será 20% menor, caindo de R$ 2,85 milhões para R$ 2,28 milhões.

Schneider disse que algumas unidades ficarão sem o café da manhã, e outras, sem o jantar. “Nas creches que funcionam das 7h às 17h haverá café da manhã, mas não terá jantar. E as que funcionam das 8h às 18h darão jantar, mas não darão café da manhã.”

Nos casos em que o jantar for abolido, crianças das famílias mais carentes serão as mais prejudicadas, pois dependem totalmente das refeições oferecidas nas creches e, após o lanche da tarde, há grande possibilidade de que se alimentem somente no dia seguinte, no café da manhã.

Aproximadamente 60 mil crianças terão uma refeição a menos, ou seja, praticamente a metade das matriculadas nas 360 creches diretas e 301 indiretas. O número total é de120.499 alunos.

Com informações do portal Vermelho



No artigo

x